NOTÍCIAS

19 feitos da carreira de Lorde, a aniversariante do dia

por em 07/11/2015
Ella
 Marija Lani Yelich-O'Connor – ou simplesmente Lorde – completa 19 anos hoje. Mesmo tendo lançado apenas um disco, Pure Heroine (2013), a meteórica neozelandesa é uma das cantoras mais queridas de público e crítica na atualidade. Com proposta minimalista, batidas secas e letra “anti-ostentação”, “Royals”, seu primeiro hit, já pode ser considerado um marco na história recente da música pop. Além de dominar o topo das paradas por um bom tempo, a canção produzida por Joel Little foi muito premiada e recebeu diversos elogios de grandes nomes da música.  A estética bastante original está presente nos outros êxitos do disco: “Glory And Gore”, “Tennis Court” e “Team”. Para celebrar os 19 anos da pequena notável, Billboard Brasil listou 19 motivos que demonstram que Lorde, apesar de jovem, já tem currículo, admiradores e maturidade de fazer inveja a qualquer veterano. 1) Com apenas 13 anos, a jovem já assinava seu primeiro grande contrato. A gravadora Universal descobriu Lorde a partir de um vídeo de uma cover de “Warwick Avenue”, de Duffy. 2) “Royals” chegou ao topo do Hot 100 em 2013 e lá ficou por nada menos que nove semanas consecutivas. Além de ter sido a primeira artista neozelandesa da história a encabeçar o ranking, Lorde foi a mais jovem a chegar ao topo desde Tiffany, em 1987. Ambas tinham 16 anos. 3) O single arrasa-quarteirão de Pure Heroine também agradou à crítica e levou os prêmios de Canção do Ano e Melhor Performance Pop Solo no último Grammy. 4) “Royals” foi a primeira música de uma artista feminina a chegar ao topo da parada alternativa da Billboard em 19 anos. A última vez havia sido com “Mother Mother”, de Tracy Bonham, em 1996... Ano em que Lorde nasceu! 5) A canção cativou ninguém menos do que Bruce Springsteen. O Boss cantou “Royals” em dois shows em Auckland, Nova Zelândia, no início do ano passado. Lorde foi às lágrimas quando soube. 6) Outro grande nome da música não resistiu à “Royals”: Krist Novoselic, antigo baixista do Nirvana, tocou o hit no acordeom em um show em março de 2014. 7) Lorde cantou com os integrantes remanescentes do Nirvana no evento de introdução do grupo ao Rock N’ Roll Hall Of Fame. A cantora apresentou “All Apologies” ao lado de Dave Grohl, Krist Novoselic e Pat Smear, em abril de 2014. 8) Dave Grohl disse que se sentiu aliviado pela música pop ao ouvir “Royals” nas rádios. “Há alguma coisa nela que se assemelha à estética do Nirvana.” 9) David Bowie disse a Lorde que escutar suas músicas é como “escutar o amanhã”. E sobre futuro e inovação, o velho Bowie conhece. 10) Após Lorde dizer que Kanye West é o “papa de sua igreja” e ser elogiada pelo controverso e talentoso rapper – nos bastidores do programa de Jools Holland –, rumores quentíssimos dizem que ambos trabalharão juntos no ano que vem. 11)  Com apenas 17 anos, Lorde foi convocada para comandar a trilha sonora do novo filme da franquia Jogos Vorazes. A cantora fez uma espécie de curadoria musical no longa, que estreou no ano passado. 12)  Mesmo sem ser headliner e se apresentando de maneira intimista, Lorde “entupiu” um dos palcos do Lollapalooza paulista em abril de 2014. A cantora ainda não estava habituada a tocar para multidões, mas se saiu muito bem. 13)  Elton John disse que, ao ouvir Lorde, ficou boquiaberto. "Isso faz você querer escrever a melhor canção do mundo, pois não consegue acreditar que essa música veio de alguém tão jovem e tão brilhante". 14)  John Mayer disse adorar Lorde e que espera que ela não seja um fenômeno passageiro. “Que ela tenha a oportunidade de crescer como artista, não apenas uma máquina que vai da pobreza à riqueza e depois desaparece. Ela é boa demais para isso.” 15)  Lorde nunca teve muitas papas na língua e sempre demonstrou senso crítico: rejeitou uma parceria com David Guetta por considera-lo “muito grosseiro” e disse que as músicas de Nicki Minaj, Drake e Lana Del Rey são um tanto “irrelevantes” por falarem de uma abundância que pouquíssimas pessoas vivenciam. Já a hoje amiga Taylor Swift ela considera um ótimo exemplo para jovens do mundo todo. 16) Por dois anos consecutivos, Lorde entrou para a lista da revista Time de jovens mais influentes do mundo. 17)  “Tennis Court” foi tocada durante a final feminina de Wimbledon, em 2013, um dos campeonatos de tênis mais importantes do mundo. 18) Lorde foi zoada em uma série de episódios do desenho South Park e demonstrou bom humor ao fazer “uma imitação da sua imitação” numa entrevista. O vídeo viralizou. 19) No início deste ano, a neozelandesa, então com 18 anos, concorreu ao Globo de Ouro de Melhor Canção Original por “Yellow Flicker Beat”, de Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1. Lorde disputou a categoria com a dupla vencedora John Legend e Common (“Glory”, de Selma), Lana Del Rey (“Big Eyes”, de Grandes Olhos), Patty Smith e Lenny Kaye (“Mercy Is”, de Noé) e Greg Kurstin, Sia e Will Gluck (“Opportunity”, de Annie).  https://www.youtube.com/watch?v=Cb0qitrm1Cs
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

19 feitos da carreira de Lorde, a aniversariante do dia

por em 07/11/2015
Ella
 Marija Lani Yelich-O'Connor – ou simplesmente Lorde – completa 19 anos hoje. Mesmo tendo lançado apenas um disco, Pure Heroine (2013), a meteórica neozelandesa é uma das cantoras mais queridas de público e crítica na atualidade. Com proposta minimalista, batidas secas e letra “anti-ostentação”, “Royals”, seu primeiro hit, já pode ser considerado um marco na história recente da música pop. Além de dominar o topo das paradas por um bom tempo, a canção produzida por Joel Little foi muito premiada e recebeu diversos elogios de grandes nomes da música.  A estética bastante original está presente nos outros êxitos do disco: “Glory And Gore”, “Tennis Court” e “Team”. Para celebrar os 19 anos da pequena notável, Billboard Brasil listou 19 motivos que demonstram que Lorde, apesar de jovem, já tem currículo, admiradores e maturidade de fazer inveja a qualquer veterano. 1) Com apenas 13 anos, a jovem já assinava seu primeiro grande contrato. A gravadora Universal descobriu Lorde a partir de um vídeo de uma cover de “Warwick Avenue”, de Duffy. 2) “Royals” chegou ao topo do Hot 100 em 2013 e lá ficou por nada menos que nove semanas consecutivas. Além de ter sido a primeira artista neozelandesa da história a encabeçar o ranking, Lorde foi a mais jovem a chegar ao topo desde Tiffany, em 1987. Ambas tinham 16 anos. 3) O single arrasa-quarteirão de Pure Heroine também agradou à crítica e levou os prêmios de Canção do Ano e Melhor Performance Pop Solo no último Grammy. 4) “Royals” foi a primeira música de uma artista feminina a chegar ao topo da parada alternativa da Billboard em 19 anos. A última vez havia sido com “Mother Mother”, de Tracy Bonham, em 1996... Ano em que Lorde nasceu! 5) A canção cativou ninguém menos do que Bruce Springsteen. O Boss cantou “Royals” em dois shows em Auckland, Nova Zelândia, no início do ano passado. Lorde foi às lágrimas quando soube. 6) Outro grande nome da música não resistiu à “Royals”: Krist Novoselic, antigo baixista do Nirvana, tocou o hit no acordeom em um show em março de 2014. 7) Lorde cantou com os integrantes remanescentes do Nirvana no evento de introdução do grupo ao Rock N’ Roll Hall Of Fame. A cantora apresentou “All Apologies” ao lado de Dave Grohl, Krist Novoselic e Pat Smear, em abril de 2014. 8) Dave Grohl disse que se sentiu aliviado pela música pop ao ouvir “Royals” nas rádios. “Há alguma coisa nela que se assemelha à estética do Nirvana.” 9) David Bowie disse a Lorde que escutar suas músicas é como “escutar o amanhã”. E sobre futuro e inovação, o velho Bowie conhece. 10) Após Lorde dizer que Kanye West é o “papa de sua igreja” e ser elogiada pelo controverso e talentoso rapper – nos bastidores do programa de Jools Holland –, rumores quentíssimos dizem que ambos trabalharão juntos no ano que vem. 11)  Com apenas 17 anos, Lorde foi convocada para comandar a trilha sonora do novo filme da franquia Jogos Vorazes. A cantora fez uma espécie de curadoria musical no longa, que estreou no ano passado. 12)  Mesmo sem ser headliner e se apresentando de maneira intimista, Lorde “entupiu” um dos palcos do Lollapalooza paulista em abril de 2014. A cantora ainda não estava habituada a tocar para multidões, mas se saiu muito bem. 13)  Elton John disse que, ao ouvir Lorde, ficou boquiaberto. "Isso faz você querer escrever a melhor canção do mundo, pois não consegue acreditar que essa música veio de alguém tão jovem e tão brilhante". 14)  John Mayer disse adorar Lorde e que espera que ela não seja um fenômeno passageiro. “Que ela tenha a oportunidade de crescer como artista, não apenas uma máquina que vai da pobreza à riqueza e depois desaparece. Ela é boa demais para isso.” 15)  Lorde nunca teve muitas papas na língua e sempre demonstrou senso crítico: rejeitou uma parceria com David Guetta por considera-lo “muito grosseiro” e disse que as músicas de Nicki Minaj, Drake e Lana Del Rey são um tanto “irrelevantes” por falarem de uma abundância que pouquíssimas pessoas vivenciam. Já a hoje amiga Taylor Swift ela considera um ótimo exemplo para jovens do mundo todo. 16) Por dois anos consecutivos, Lorde entrou para a lista da revista Time de jovens mais influentes do mundo. 17)  “Tennis Court” foi tocada durante a final feminina de Wimbledon, em 2013, um dos campeonatos de tênis mais importantes do mundo. 18) Lorde foi zoada em uma série de episódios do desenho South Park e demonstrou bom humor ao fazer “uma imitação da sua imitação” numa entrevista. O vídeo viralizou. 19) No início deste ano, a neozelandesa, então com 18 anos, concorreu ao Globo de Ouro de Melhor Canção Original por “Yellow Flicker Beat”, de Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1. Lorde disputou a categoria com a dupla vencedora John Legend e Common (“Glory”, de Selma), Lana Del Rey (“Big Eyes”, de Grandes Olhos), Patty Smith e Lenny Kaye (“Mercy Is”, de Noé) e Greg Kurstin, Sia e Will Gluck (“Opportunity”, de Annie).  https://www.youtube.com/watch?v=Cb0qitrm1Cs