NOTÍCIAS

20 melhores músicas de 2013: Veja as escolhas dos críticos da Billboard

por em 18/12/2013
Imagem: Divulgação

Faltando apenas alguns dias para o final de 2013, a Billboard liberou nesta quarta-feira (18) a sua tradicional lista com as melhores músicas lançadas no ano. O super hit “We Can’t Stop”, divisor de águas na carreira de Miley Cyrus, foi o escolhido como a melhor do ano. Lorde, Macklemore & Ryan Lewis, Daft Punk e Justin Timberlake também aparecem na lista. Confira:

1. “We Can’t Stop” – Miley Cyrus

Daqui uns anos podem ser que as pessoas só se lembrem da língua de fora e da coreográfia provocante do vídeo, mas para a Billboard, “We Can’t Stop” foi uma das músicas mais ousadas dos últimos tempos. O risco que Miley Cyrus assumiu ao lançá-la parece ter valido a pena: a cantora deixou, definitivamente, a imagem de ex-estrela da Disney e passou a ser uma das cantoras mais quentes do ano.

2. "Follow Your Arrow" - Kacey Musgrave

Você não precisa ser um fã incondicional de country para curtir essa faixa de Kacey Musgrave. O cantor já havia exibido sua habilidade como compositor em “Merry Go Round”, mas “Follow Your Arrow” é algo completamente único e um lembrete esperançoso e útil de que não existe uma única maneira de ser feliz.

3. “Royals” – Lorde

Dos tambores cavernosos aos sintetizadores bizarros que se arrastam a partir do segundo verso... Tudo isso é ótimo, mas seria insuficiente se não fosse pela voz dessa garotinha de 16 anos no centro de tudo. Lorde oscila entre o rap e um canto inebriante ao denunciar as falsidades do mundo da fama enquanto, graças a faixa, ela própria caminha rumo ao sucesso.

4. “Same Love” – Macklemore & Ryan Lewis

O trunfo de “Same Love” está em suas especificidades: assim como Macklemore usa anedotas sobre sua infância e experiências relacionadas à homofobia, Mary Lambert evita o clichê ao tornar tudo extremamente pessoal. Para os editores da Billboard, “Same Love” é “um grito pelos direitos civis apresentado de uma forma assustadoramente inteligente”.

5. “Get Lucky” – Daft Punk

Esta não foi a priveira vez que o Daft Punk projetou um hit especialmente para os solteiros, já que eles já tinham conseguido êxito em faixas como “One More Time”, “Around The World” e “Digital On”, entre outras. Mas “Get Lucky” conseguiu ser ainda mais quente e perfeita para as rádios. Além disso, a parceria com Pharrel Williams foi perfeita e extremamente agregadora.

6. “Black Skinhead” – Kanye West

Alimentado po um nível de fúria e militância não presente até então em suas músicas, Kanye West fez todo o mundo prestar atenção em seu novo trabalho. Que se danem os  hits feitos para tocar nas rádios, “Black Skinhead” é cru, puro e imparável.

7. "Hold On, We're Going Home" – Drake

Depois dos singles “Nothing Was the Same” e “Started from the Bottom”, os ouvintes ficaram bem atentos aos próximos passos de Drake. Para os editores da Billboard, “Hold On, We’re Going Home” cimentou a versatilidade sonora do rapper.

8. “White Noise”  - Disclosure feat. AlunaGeorge

Em um ano em que tanto Disclosure, quanto a AlunaGeorge viram seus públicos – e cachê – crescer exponencialmente, a colaboração entre eles representou um dos pontos altos para a carreira de ambos.

9. “Blurred Lines” – Robin Thicke

Esqueça os comentários reacionários: os sussuros sugestivos de Robin Thicke, os gritinhos de Pharrell Williams e o rap charmoso de T.I simplesmente dominaram o verão, o que rendeu a Thicke o seu primeiro topo na parada Hot 100 da Billboard.

10. “Mirrors” -  Justin Timberlake

Sete anos depois de trazes “a sensualidade de volta”, Justin Timberlake resolveu investir em óperas de amor como “Mirrors”, que é capaz de derreter qualquer coração, mole ou não.

11. “Body Party” – Ciara

Ciara entregou ao público a sua melhor música desde “Promise”, lançada em 2009. Na faixa, a cantora exala autoconfiança sob a produção sempre elegante de Mike WiLL Made-It.

12. “Diane Young” – Vampire Weekend

O álbum Modern Vampires of the City trouxe as influências africanas do grupo em vocais ousados e canções bem trabalhadas como “Diane Young”.

13. “Wrecking Ball” – Miley Cyrus

Balançar nu em cima de uma bola de demolição tende a deixar qualquer pessoa exposta, mas "Wrecking Ball" é ainda mais nu do que o vídeo da música, expondo todos os sentimentos de Miley por meio de sua voz.

14. “Wake Me Up!” – Avicii

Admita: a primeira vez que ouviu os dedilhados acústicos no início de "Wake Me Up!", você enrugou seu nariz e perguntou: "Isso é realmente do Avicii?". Mas as maciças batidas do DJ logo aparecem, desta vez, acompanhadas dos pedidos cheios de alma de Aloe Blacc.

15. “Just Give Me A Reason” – P!nk com Nate Ruess

Tanto P!nk quanto Nate Ruess têm a incrível capacidade de entregar refrãos poderosos e é este o gostinho que “Just Give Me A Reason” deixa para quem a escuta.

16. “Numbers On The Boards” – Pusha T

Depois de ter seu disco de estreia adiado por diversas vezes, Pusha T silenciou os inimigos o single “My Name Is My Name”. Na sequência o rapper se mostrou ainda mais inteligente ao lançar a bela “Numbers On The Bords”, que prova que nem sempre esperar é ruim.

17. “That’s My Kind Of Night” – Luke Bryan

A estrela revelação do country tinha planos humildes para “That’s My Kind Of Night”, mas a faixa conseguiu ser tudo, menos humilde, especialmente ao convidade o medalhão do hip-hop T-Pain para participar da faixa.

18. “Versace (Remix)” – MIGOS com Drake

A banda pode até ter nome de loja de roupas, mas vale a pena dar uma chance para essa pérola musical, que culmina na melhor colaboração do ano para os editores da Billboard.

19. “Still Into You” – Paramore

Esta não é só mais uma canção de amor. “Still Into You” tem uma letra fofo e melodia cativante, e foi perfeita para marcar o retorno do Paramore aos palcos.

20. “Treasure” – Bruno Mars

Bruno Mars fez fãs e não fãs sorrirem com esta faixa. Mais cativante impossível. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

20 melhores músicas de 2013: Veja as escolhas dos críticos da Billboard

por em 18/12/2013
Imagem: Divulgação

Faltando apenas alguns dias para o final de 2013, a Billboard liberou nesta quarta-feira (18) a sua tradicional lista com as melhores músicas lançadas no ano. O super hit “We Can’t Stop”, divisor de águas na carreira de Miley Cyrus, foi o escolhido como a melhor do ano. Lorde, Macklemore & Ryan Lewis, Daft Punk e Justin Timberlake também aparecem na lista. Confira:

1. “We Can’t Stop” – Miley Cyrus

Daqui uns anos podem ser que as pessoas só se lembrem da língua de fora e da coreográfia provocante do vídeo, mas para a Billboard, “We Can’t Stop” foi uma das músicas mais ousadas dos últimos tempos. O risco que Miley Cyrus assumiu ao lançá-la parece ter valido a pena: a cantora deixou, definitivamente, a imagem de ex-estrela da Disney e passou a ser uma das cantoras mais quentes do ano.

2. "Follow Your Arrow" - Kacey Musgrave

Você não precisa ser um fã incondicional de country para curtir essa faixa de Kacey Musgrave. O cantor já havia exibido sua habilidade como compositor em “Merry Go Round”, mas “Follow Your Arrow” é algo completamente único e um lembrete esperançoso e útil de que não existe uma única maneira de ser feliz.

3. “Royals” – Lorde

Dos tambores cavernosos aos sintetizadores bizarros que se arrastam a partir do segundo verso... Tudo isso é ótimo, mas seria insuficiente se não fosse pela voz dessa garotinha de 16 anos no centro de tudo. Lorde oscila entre o rap e um canto inebriante ao denunciar as falsidades do mundo da fama enquanto, graças a faixa, ela própria caminha rumo ao sucesso.

4. “Same Love” – Macklemore & Ryan Lewis

O trunfo de “Same Love” está em suas especificidades: assim como Macklemore usa anedotas sobre sua infância e experiências relacionadas à homofobia, Mary Lambert evita o clichê ao tornar tudo extremamente pessoal. Para os editores da Billboard, “Same Love” é “um grito pelos direitos civis apresentado de uma forma assustadoramente inteligente”.

5. “Get Lucky” – Daft Punk

Esta não foi a priveira vez que o Daft Punk projetou um hit especialmente para os solteiros, já que eles já tinham conseguido êxito em faixas como “One More Time”, “Around The World” e “Digital On”, entre outras. Mas “Get Lucky” conseguiu ser ainda mais quente e perfeita para as rádios. Além disso, a parceria com Pharrel Williams foi perfeita e extremamente agregadora.

6. “Black Skinhead” – Kanye West

Alimentado po um nível de fúria e militância não presente até então em suas músicas, Kanye West fez todo o mundo prestar atenção em seu novo trabalho. Que se danem os  hits feitos para tocar nas rádios, “Black Skinhead” é cru, puro e imparável.

7. "Hold On, We're Going Home" – Drake

Depois dos singles “Nothing Was the Same” e “Started from the Bottom”, os ouvintes ficaram bem atentos aos próximos passos de Drake. Para os editores da Billboard, “Hold On, We’re Going Home” cimentou a versatilidade sonora do rapper.

8. “White Noise”  - Disclosure feat. AlunaGeorge

Em um ano em que tanto Disclosure, quanto a AlunaGeorge viram seus públicos – e cachê – crescer exponencialmente, a colaboração entre eles representou um dos pontos altos para a carreira de ambos.

9. “Blurred Lines” – Robin Thicke

Esqueça os comentários reacionários: os sussuros sugestivos de Robin Thicke, os gritinhos de Pharrell Williams e o rap charmoso de T.I simplesmente dominaram o verão, o que rendeu a Thicke o seu primeiro topo na parada Hot 100 da Billboard.

10. “Mirrors” -  Justin Timberlake

Sete anos depois de trazes “a sensualidade de volta”, Justin Timberlake resolveu investir em óperas de amor como “Mirrors”, que é capaz de derreter qualquer coração, mole ou não.

11. “Body Party” – Ciara

Ciara entregou ao público a sua melhor música desde “Promise”, lançada em 2009. Na faixa, a cantora exala autoconfiança sob a produção sempre elegante de Mike WiLL Made-It.

12. “Diane Young” – Vampire Weekend

O álbum Modern Vampires of the City trouxe as influências africanas do grupo em vocais ousados e canções bem trabalhadas como “Diane Young”.

13. “Wrecking Ball” – Miley Cyrus

Balançar nu em cima de uma bola de demolição tende a deixar qualquer pessoa exposta, mas "Wrecking Ball" é ainda mais nu do que o vídeo da música, expondo todos os sentimentos de Miley por meio de sua voz.

14. “Wake Me Up!” – Avicii

Admita: a primeira vez que ouviu os dedilhados acústicos no início de "Wake Me Up!", você enrugou seu nariz e perguntou: "Isso é realmente do Avicii?". Mas as maciças batidas do DJ logo aparecem, desta vez, acompanhadas dos pedidos cheios de alma de Aloe Blacc.

15. “Just Give Me A Reason” – P!nk com Nate Ruess

Tanto P!nk quanto Nate Ruess têm a incrível capacidade de entregar refrãos poderosos e é este o gostinho que “Just Give Me A Reason” deixa para quem a escuta.

16. “Numbers On The Boards” – Pusha T

Depois de ter seu disco de estreia adiado por diversas vezes, Pusha T silenciou os inimigos o single “My Name Is My Name”. Na sequência o rapper se mostrou ainda mais inteligente ao lançar a bela “Numbers On The Bords”, que prova que nem sempre esperar é ruim.

17. “That’s My Kind Of Night” – Luke Bryan

A estrela revelação do country tinha planos humildes para “That’s My Kind Of Night”, mas a faixa conseguiu ser tudo, menos humilde, especialmente ao convidade o medalhão do hip-hop T-Pain para participar da faixa.

18. “Versace (Remix)” – MIGOS com Drake

A banda pode até ter nome de loja de roupas, mas vale a pena dar uma chance para essa pérola musical, que culmina na melhor colaboração do ano para os editores da Billboard.

19. “Still Into You” – Paramore

Esta não é só mais uma canção de amor. “Still Into You” tem uma letra fofo e melodia cativante, e foi perfeita para marcar o retorno do Paramore aos palcos.

20. “Treasure” – Bruno Mars

Bruno Mars fez fãs e não fãs sorrirem com esta faixa. Mais cativante impossível.