NOTÍCIAS

24 horas com Ed Sheeran: próximo álbum e competição com Adele

por em 03/11/2015
A jo
rnada de Ed Sheeran tem sido impressionante. Desde sair da sua cidade natal na Inglaterra até receber presentes de Jay e Bey. Seus pais, o negociante de arte John e a designer de jóias Imogen, ainda vivem em Suffolk e Sheeran recentemente comprou uma casa perto. Seu irmão mais velho, Matthew, também é um músico; compõe música clássica. Bieber diz que música que escreveu com Ed Sheeran é a sua favorita do novo álbumBillboard acompanhou o cantor e compositor britânico Ed Sheeran por 24 horas. Na noite anterior, o britânico assistiu ao documenário de Amy Winehouse no seu quarto de hotel com duas garrafas de champagne Armand de Brignac, enviadas por Jay Z e Beyoncé a Sheeran após o dueto que fez de “Drunk In Love” com a cantora no festival Global Citizen, em Nova York, três dias antes. (Ela assinou o cartão como “A esposa de um gangster”) Ed Sheeran não olhou para Beyoncé em dueto; saiba o motivo Veja o que mais foi extraído do dia com o músico. Sobre competir com a sua melhor amiga da música, Taylor Swift: “É bem estranho que o artista que mais vende no mundo e o segundo artista que mais vende no mundo sejam amigos próximos”, diz Sheeran. “Eu não acho que isso aconteça com frequência”. Sobre a decisão de contratar um segurança: “Nós descemos do avião em Manila [nas Filipinas] e havia umas 500 pessoas esperando. E isso foi só no aeroporto. Quando nos encontramos com os fãs mesmo, foi muito, muito intenso”. Sobre a sua gravadora, a Gingerbread Man: “Não quero que isso soe estranho, mas eu não preciso do dinheiro. É só eu querendo ouvir algumas músicas legais na rádio”. O primeiro single do seu primeiro cliente, o cantor e compositor Jamie Lawson, de 39 anos, “Wasn’t Expecting That”, tornou-se um hit número 1 no Reino Unido. Sobre o seu sorriso em fotos: “É engraçado – a minha ex-namorada, sobre quem é o primeiro álbum inteiro, falava: ‘Eu consigo dizer quando você não está feliz nas fotos, porque você dá esse sorriso falso’. Se você puder ver os meus dentes, eu estou feliz”. “Thinking Out Loud” nasceu de um favor de Sheeran a uma amiga Sobre streaming: “Se o meu álbum é ouvido por dois bilhões de pessoas, e ele foi, talvez mais um bilhão deem uma conferida online, e tipo 300 mil pessoas talvez comprem ingresso. Se 300 mil pessoas comprarem ingressos em um país a US$ 80 cada, isso é mais dinheiro do que você faria com qualquer disco, streaming ou qualquer coisa”. Apesar da sua juventude e de crescer na era digital, Sheeran pode ser bem antiquado em alguns aspectos. “Eu não faço stream de nada. Na verdade, eu nem entendo como funciona. Eu compro tudo no iTunes ou fisicamente. Eu nunca ouvi um álbum do Radiohead, para ser sincero. Nunca tinha ouvido uma música de Bruce Springsteen até uns dois anos atrás e agora eu amo Springsteen. Não ouvi Michael Jackson até fazer 14 anos. Eu gosto de descobrir as coisas sozinho. Quero aquele momento de ‘puta merda’, o momento da epifania”. Ed Sheeran agora é Dr. Sheeran Sobre seu próximo álbum: “Geralmente, nós fazemos uma música ao meio-dia, uma música às 17h e uma depois do show. Se eu não tivesse Benny [Blanco] me forçando a escrever uma ou três músicas por dia, eu ficaria apenas assistindo DVDs. Mas porque ele está lá e gastou dinheiro com seus ônibus de turnê e tirou tempo da sua agenda – ele poderia estar trabalhando com Rihanna ou quem quer que fosse! – você se sente obrigado. Então isso termina se provando muito benéfico”. Sobre a sua gravadora, Atlantic, querer que o álbum seja lançado em setembro, antes das indicações ao Grammy, mas ele preferir esperar mais um mês: “Adele vai lançar o seu álbum na mesma categoria do Grammy. Eu não sei se tenho coragem o suficiente para enfrentá-la”. Ed Sheeran admite que funciona melhor quando está de ressaca Sobre sua atual vida amorosa: “Eu só não quero que seja público. Isso sempre, sempre dá errado. Tem momentos nos quais estou com alguém significante e que eu realmente desejo desaparecer. Não é da conta de ninguém”. Sobre se é convidado para sair com Taylor Swift e seu famoso grupo de amigas: “É claro [risos]. Não é um clube apenas para quem tem vaginas”. RESENHA: Ed Sheeran é a banda de um homem só em Jumper For Goalposts Sobre o título do seu filme, Jumpers For Goalposts: “Na Inglaterra um suéter é um ‘jumper’. E quando você joga futebol, você coloca seu suéter no chão para usá-los como barra [goalposts]. Eu não comecei dizendo, ‘quero tocar no Wembley Stadium’. Eu disse, ‘quero tocar no Shepherd’s Bush Empire’, que tem capacidade para umas 1.500 pessoas. Depois de tocar lá, você move a barra e toca na Brixton Academy, e quando você fez isso, você move de novo. E de novo, e de novo. Esse é o apelo da carreira”.  
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

24 horas com Ed Sheeran: próximo álbum e competição com Adele

por em 03/11/2015
A jo
rnada de Ed Sheeran tem sido impressionante. Desde sair da sua cidade natal na Inglaterra até receber presentes de Jay e Bey. Seus pais, o negociante de arte John e a designer de jóias Imogen, ainda vivem em Suffolk e Sheeran recentemente comprou uma casa perto. Seu irmão mais velho, Matthew, também é um músico; compõe música clássica. Bieber diz que música que escreveu com Ed Sheeran é a sua favorita do novo álbumBillboard acompanhou o cantor e compositor britânico Ed Sheeran por 24 horas. Na noite anterior, o britânico assistiu ao documenário de Amy Winehouse no seu quarto de hotel com duas garrafas de champagne Armand de Brignac, enviadas por Jay Z e Beyoncé a Sheeran após o dueto que fez de “Drunk In Love” com a cantora no festival Global Citizen, em Nova York, três dias antes. (Ela assinou o cartão como “A esposa de um gangster”) Ed Sheeran não olhou para Beyoncé em dueto; saiba o motivo Veja o que mais foi extraído do dia com o músico. Sobre competir com a sua melhor amiga da música, Taylor Swift: “É bem estranho que o artista que mais vende no mundo e o segundo artista que mais vende no mundo sejam amigos próximos”, diz Sheeran. “Eu não acho que isso aconteça com frequência”. Sobre a decisão de contratar um segurança: “Nós descemos do avião em Manila [nas Filipinas] e havia umas 500 pessoas esperando. E isso foi só no aeroporto. Quando nos encontramos com os fãs mesmo, foi muito, muito intenso”. Sobre a sua gravadora, a Gingerbread Man: “Não quero que isso soe estranho, mas eu não preciso do dinheiro. É só eu querendo ouvir algumas músicas legais na rádio”. O primeiro single do seu primeiro cliente, o cantor e compositor Jamie Lawson, de 39 anos, “Wasn’t Expecting That”, tornou-se um hit número 1 no Reino Unido. Sobre o seu sorriso em fotos: “É engraçado – a minha ex-namorada, sobre quem é o primeiro álbum inteiro, falava: ‘Eu consigo dizer quando você não está feliz nas fotos, porque você dá esse sorriso falso’. Se você puder ver os meus dentes, eu estou feliz”. “Thinking Out Loud” nasceu de um favor de Sheeran a uma amiga Sobre streaming: “Se o meu álbum é ouvido por dois bilhões de pessoas, e ele foi, talvez mais um bilhão deem uma conferida online, e tipo 300 mil pessoas talvez comprem ingresso. Se 300 mil pessoas comprarem ingressos em um país a US$ 80 cada, isso é mais dinheiro do que você faria com qualquer disco, streaming ou qualquer coisa”. Apesar da sua juventude e de crescer na era digital, Sheeran pode ser bem antiquado em alguns aspectos. “Eu não faço stream de nada. Na verdade, eu nem entendo como funciona. Eu compro tudo no iTunes ou fisicamente. Eu nunca ouvi um álbum do Radiohead, para ser sincero. Nunca tinha ouvido uma música de Bruce Springsteen até uns dois anos atrás e agora eu amo Springsteen. Não ouvi Michael Jackson até fazer 14 anos. Eu gosto de descobrir as coisas sozinho. Quero aquele momento de ‘puta merda’, o momento da epifania”. Ed Sheeran agora é Dr. Sheeran Sobre seu próximo álbum: “Geralmente, nós fazemos uma música ao meio-dia, uma música às 17h e uma depois do show. Se eu não tivesse Benny [Blanco] me forçando a escrever uma ou três músicas por dia, eu ficaria apenas assistindo DVDs. Mas porque ele está lá e gastou dinheiro com seus ônibus de turnê e tirou tempo da sua agenda – ele poderia estar trabalhando com Rihanna ou quem quer que fosse! – você se sente obrigado. Então isso termina se provando muito benéfico”. Sobre a sua gravadora, Atlantic, querer que o álbum seja lançado em setembro, antes das indicações ao Grammy, mas ele preferir esperar mais um mês: “Adele vai lançar o seu álbum na mesma categoria do Grammy. Eu não sei se tenho coragem o suficiente para enfrentá-la”. Ed Sheeran admite que funciona melhor quando está de ressaca Sobre sua atual vida amorosa: “Eu só não quero que seja público. Isso sempre, sempre dá errado. Tem momentos nos quais estou com alguém significante e que eu realmente desejo desaparecer. Não é da conta de ninguém”. Sobre se é convidado para sair com Taylor Swift e seu famoso grupo de amigas: “É claro [risos]. Não é um clube apenas para quem tem vaginas”. RESENHA: Ed Sheeran é a banda de um homem só em Jumper For Goalposts Sobre o título do seu filme, Jumpers For Goalposts: “Na Inglaterra um suéter é um ‘jumper’. E quando você joga futebol, você coloca seu suéter no chão para usá-los como barra [goalposts]. Eu não comecei dizendo, ‘quero tocar no Wembley Stadium’. Eu disse, ‘quero tocar no Shepherd’s Bush Empire’, que tem capacidade para umas 1.500 pessoas. Depois de tocar lá, você move a barra e toca na Brixton Academy, e quando você fez isso, você move de novo. E de novo, e de novo. Esse é o apelo da carreira”.