NOTÍCIAS

6 segredos de bastidores do clipe de “Bad Liar”

Faixa foi o primeiro single do novo projeto de Selena Gomez, ainda sem nome e data de lançamento

por Redação em 17/07/2017

O vídeo de “Bad Liar”, inspirado nos anos 1970, deu chance para Selena Gomez poder mostrar seu talento como atriz, vivendo uma estudante de Ensino médio, uma professora, uma treinadora de basquete e sua própria mãe de uma só vez.

A parte mais interessante do clipe é o triângulo amoroso em que Selena se apaixona pela treinadora que está envolvida com seu próprio pai. Apesar desta reviravolta ser algo que o diretor do clipe Jesse Peretz (Girls, Orange Is The New Black) esperava que os fãs entendessem de primeira, ele gostou da imprevisibilidade. "Eu gosto da ideia de que você chega ao fim e fica interessado para assistir mais uma vez. Eles podem ver como a história se desenvolve”.

A inclusão de uma atração lésbica é algo que Selena insistiu desde o começo, o que é um dos segredos de bastidores que Peretz contou em uma entrevista para a Billboard.

Ele e Selena têm o mesmo empresário

Peretz e Selena são clientes da Lighthouse Management, criada por Aleen Keshishian em 2016. Peretz disse que Keshishian ainda é obcecado pelo vídeo que ele dirigiu para o Foo Fighters em 1999, “Learn To Fly”, em que o líder Dave Grohl faz diferentes personagens. Quando Selena expressou seu desejo de viver papeis diferentes em “Bad Liar”, Keshishian sabia que Peretz seria o diretor perfeito para o trabalho. “O que Aleen disse foi ‘Selena quer fazer um vídeo em que ela possa atuar e talvez viver personagens diferentes’”, ele relembra. “Essa foi a única direção que Aleen me deu”.

Peretz não era familiarizado com os vídeos de Selena antes de trabalharem juntos

Quando se conheceram, Peretz percebeu que apesar de já ter saído para jantar com Selena algumas vezes, ele não sabia muito sobre a videografia da cantora. “Assisti a alguns de seus vídeos por curiosidade, mas não era algo que eu acompanhava. Para mim o benefício é ter minha própria ideia acontecendo na cabeça e tentar juntar os pedaços para que o que eu penso aconteça na câmera”.

Selena pirou no conceito não heteronormativo
Depois que Peretz sugeriu um triângulo amoroso – o que ficou mais complicado com quatro personagens – como centro do vídeo, Selena trouxe a ideia de que deveria haver uma personagem lésbica. “Ela pirou nisso. Para mim, me dá mais razão para fazer isso, a ideia de reconhecer que não existem apenas heterossexuais no mundo”.

Selena ficou incrível com a peruca de mãe
Apesar de existirem quatro personagens no vídeo, a mãe é o lado menos complicado desta rede e, como Peretz descreve, “uma vítima disso”. Por causa disso, Peretz diz que ele estava menos interessado na personagem – até Selena Gomez colocar a peruca perfeitamente penteada. “Assim que ela apareceu no set com aquele penteado e o figurino, eu suspirei. Fiquei chateado porque não tinha muito tempo para desenvolver essa personagem. Acho que ela fez muito bem e é o meu look favorito para filmar”.

A escola onde aconteceu a filmagem já foi utilizada no clássico dos anos 1980 Atração Mortal

Com inspirações em clássicos como Jovens, Loucos e Rebeldes, A Um Passo do Abismo e Um Sonho Sem Limites, Peretz tinha tudo no lugar para a vibe de escola antiga, até a locação da filmagem. “A escola em que filmamos foi a mesma em que filmaram Atração Mortal – muitos filmes foram gravados lá. Acredito que eles se apegaram naquele período de propósito, parece uma versão nostálgica de uma escola comparado a maioria das escolas que temos hoje em dia”.

Selena não agiu como diva

Peretz percebeu que seria tranquilo trabalhar com Selena porque ela foi “totalmente doce” depois de algumas interações antes das filmagens começarem. Mas quando ele finalmente começou a dirigir, ele percebeu o quanto ela é centrada. “Foi uma viagem trabalhar com alguém que é uma estrela nesse mundo de redes sociais. Perceber todos esses elementos de proteção e privacidade, eu entendi porque é tão necessário. É engraçado, ao mesmo tempo, porque Selena não poderia ser mais genuína. Ela é uma querida, uma garota normal, é legal com todo mundo. É engraçado porque ela não carrega a personalidade de alguém que recebe tanta atenção e é observada a cada movimento”.

Veja “Bad Liar”:

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

6 segredos de bastidores do clipe de “Bad Liar”

Faixa foi o primeiro single do novo projeto de Selena Gomez, ainda sem nome e data de lançamento

por Redação em 17/07/2017

O vídeo de “Bad Liar”, inspirado nos anos 1970, deu chance para Selena Gomez poder mostrar seu talento como atriz, vivendo uma estudante de Ensino médio, uma professora, uma treinadora de basquete e sua própria mãe de uma só vez.

A parte mais interessante do clipe é o triângulo amoroso em que Selena se apaixona pela treinadora que está envolvida com seu próprio pai. Apesar desta reviravolta ser algo que o diretor do clipe Jesse Peretz (Girls, Orange Is The New Black) esperava que os fãs entendessem de primeira, ele gostou da imprevisibilidade. "Eu gosto da ideia de que você chega ao fim e fica interessado para assistir mais uma vez. Eles podem ver como a história se desenvolve”.

A inclusão de uma atração lésbica é algo que Selena insistiu desde o começo, o que é um dos segredos de bastidores que Peretz contou em uma entrevista para a Billboard.

Ele e Selena têm o mesmo empresário

Peretz e Selena são clientes da Lighthouse Management, criada por Aleen Keshishian em 2016. Peretz disse que Keshishian ainda é obcecado pelo vídeo que ele dirigiu para o Foo Fighters em 1999, “Learn To Fly”, em que o líder Dave Grohl faz diferentes personagens. Quando Selena expressou seu desejo de viver papeis diferentes em “Bad Liar”, Keshishian sabia que Peretz seria o diretor perfeito para o trabalho. “O que Aleen disse foi ‘Selena quer fazer um vídeo em que ela possa atuar e talvez viver personagens diferentes’”, ele relembra. “Essa foi a única direção que Aleen me deu”.

Peretz não era familiarizado com os vídeos de Selena antes de trabalharem juntos

Quando se conheceram, Peretz percebeu que apesar de já ter saído para jantar com Selena algumas vezes, ele não sabia muito sobre a videografia da cantora. “Assisti a alguns de seus vídeos por curiosidade, mas não era algo que eu acompanhava. Para mim o benefício é ter minha própria ideia acontecendo na cabeça e tentar juntar os pedaços para que o que eu penso aconteça na câmera”.

Selena pirou no conceito não heteronormativo
Depois que Peretz sugeriu um triângulo amoroso – o que ficou mais complicado com quatro personagens – como centro do vídeo, Selena trouxe a ideia de que deveria haver uma personagem lésbica. “Ela pirou nisso. Para mim, me dá mais razão para fazer isso, a ideia de reconhecer que não existem apenas heterossexuais no mundo”.

Selena ficou incrível com a peruca de mãe
Apesar de existirem quatro personagens no vídeo, a mãe é o lado menos complicado desta rede e, como Peretz descreve, “uma vítima disso”. Por causa disso, Peretz diz que ele estava menos interessado na personagem – até Selena Gomez colocar a peruca perfeitamente penteada. “Assim que ela apareceu no set com aquele penteado e o figurino, eu suspirei. Fiquei chateado porque não tinha muito tempo para desenvolver essa personagem. Acho que ela fez muito bem e é o meu look favorito para filmar”.

A escola onde aconteceu a filmagem já foi utilizada no clássico dos anos 1980 Atração Mortal

Com inspirações em clássicos como Jovens, Loucos e Rebeldes, A Um Passo do Abismo e Um Sonho Sem Limites, Peretz tinha tudo no lugar para a vibe de escola antiga, até a locação da filmagem. “A escola em que filmamos foi a mesma em que filmaram Atração Mortal – muitos filmes foram gravados lá. Acredito que eles se apegaram naquele período de propósito, parece uma versão nostálgica de uma escola comparado a maioria das escolas que temos hoje em dia”.

Selena não agiu como diva

Peretz percebeu que seria tranquilo trabalhar com Selena porque ela foi “totalmente doce” depois de algumas interações antes das filmagens começarem. Mas quando ele finalmente começou a dirigir, ele percebeu o quanto ela é centrada. “Foi uma viagem trabalhar com alguém que é uma estrela nesse mundo de redes sociais. Perceber todos esses elementos de proteção e privacidade, eu entendi porque é tão necessário. É engraçado, ao mesmo tempo, porque Selena não poderia ser mais genuína. Ela é uma querida, uma garota normal, é legal com todo mundo. É engraçado porque ela não carrega a personalidade de alguém que recebe tanta atenção e é observada a cada movimento”.

Veja “Bad Liar”: