NOTÍCIAS

Amadurecido, Luan Santana afirma: “Hoje, não regravaria ‘Meteoro’ ”

por em 05/05/2015
Por
Rodrigo Amaral da Rocha Em uma hamburgueria na capital paulista com decoração inspirada nos anos 1950 e 1960, Luan Santana recebeu jornalistas para falar sobre o lançamento do quarto DVD da carreira, o Acústico. O ambiente para a conversa não foi por acaso. A gravação do DVD traz esse clima retrô, com elementos da cultura ianque, como James Dean, Marilyn Monroe e Elvis Presley. “Foi uma época mágica. A magia do artista ainda existe, mas naquela época era ainda maior”, disse ele, que também lança o Acústico em formato de vinil. Para essa produção, Luan e sua equipe viajaram para os Estados Unidos para uma pesquisa de mercado. De lá, também trouxeram Aaron Sterling, baterista do John Mayer, pelo jeito de tocar "nem pior, nem melhor, apenas diferente". Esse processo pode ser uma guinada para uma futura carreira internacional. Luan, que recentemente gravou com Enrique Iglesias, assume o desejo de cantar em espanhol. LUAN SANTANA PASSA 2ª SEMANA SEGUIDA NO TOPO DO HOT 100 COM "ESCREVE AÍ" A nostalgia vem junto com a maturidade. Hoje, Luan não concorda com o rótulo de sertanejo. "Eu nunca me rotulei como sertanejo. Antes falavam que eu fazia sertanejo universitário, mas pararam de dizer. Eu nunca rotulei nada na minha carreira, a música é a mesma. Eu canto o amor, o romantismo", explicou ele, citando "Meteoro" como o sucesso que não regravaria atualmente. "Eu tinha 17 anos quando gravei. Hoje não faria sucesso, é outra época". A consciência vem também em forma de autocrítica. “O tempo vai passando e eu não vou gostando do que vou fazendo. As entrevistas, o meu visual, os arranjos, tudo mudou”. https://www.youtube.com/watch?v=ysZP--fcgnc
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Amadurecido, Luan Santana afirma: “Hoje, não regravaria ‘Meteoro’ ”

por em 05/05/2015
Por
Rodrigo Amaral da Rocha Em uma hamburgueria na capital paulista com decoração inspirada nos anos 1950 e 1960, Luan Santana recebeu jornalistas para falar sobre o lançamento do quarto DVD da carreira, o Acústico. O ambiente para a conversa não foi por acaso. A gravação do DVD traz esse clima retrô, com elementos da cultura ianque, como James Dean, Marilyn Monroe e Elvis Presley. “Foi uma época mágica. A magia do artista ainda existe, mas naquela época era ainda maior”, disse ele, que também lança o Acústico em formato de vinil. Para essa produção, Luan e sua equipe viajaram para os Estados Unidos para uma pesquisa de mercado. De lá, também trouxeram Aaron Sterling, baterista do John Mayer, pelo jeito de tocar "nem pior, nem melhor, apenas diferente". Esse processo pode ser uma guinada para uma futura carreira internacional. Luan, que recentemente gravou com Enrique Iglesias, assume o desejo de cantar em espanhol. LUAN SANTANA PASSA 2ª SEMANA SEGUIDA NO TOPO DO HOT 100 COM "ESCREVE AÍ" A nostalgia vem junto com a maturidade. Hoje, Luan não concorda com o rótulo de sertanejo. "Eu nunca me rotulei como sertanejo. Antes falavam que eu fazia sertanejo universitário, mas pararam de dizer. Eu nunca rotulei nada na minha carreira, a música é a mesma. Eu canto o amor, o romantismo", explicou ele, citando "Meteoro" como o sucesso que não regravaria atualmente. "Eu tinha 17 anos quando gravei. Hoje não faria sucesso, é outra época". A consciência vem também em forma de autocrítica. “O tempo vai passando e eu não vou gostando do que vou fazendo. As entrevistas, o meu visual, os arranjos, tudo mudou”. https://www.youtube.com/watch?v=ysZP--fcgnc