NOTÍCIAS

Amy é o segundo maior documentário da história do Reino Unido

Filme perde apenas para Fahrenheit 9/11, de Michael Moore

por Redação em 19/08/2015

Depois de sete semanas desde o lançamento de Amy nos cinemas, o documentário dedicado à cantora Amy Winehouse já representa a segunda maior bilheteria de todos os tempos entre filmes do gênero no Reino Unido.

O doc, dirigido pelo aclamado diretor Asif Kapadia (Senna) já arrecadou cerca de £3.44 milhões (equivalente a R$ 18.8 milhões) na bilheteria britânica, segundo informou a Altitude Film Distribution. Este valor ultrapassa outro filme de Kapadia, Senna (cerca de R$ 17,3 mi) e Marcha dos Pinguins (R$ 18,4 mi).

Com esses números, Amy só fica atrás do documentário dirigido por Michael Moore, Fahrenheit 9/11 (cerca de £6.50 milhões, equivalente a R$ 35,5 mi).

“Parece que o país se apaixonou por ela mais uma vez e é extremamente gratificante ter ajudado a criar uma imagem mais completa de alguém que foi tão incompreendida quando esteve entre nós”, disse o produtor James Gay-Rees.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Amy é o segundo maior documentário da história do Reino Unido

Filme perde apenas para Fahrenheit 9/11, de Michael Moore

por Redação em 19/08/2015

Depois de sete semanas desde o lançamento de Amy nos cinemas, o documentário dedicado à cantora Amy Winehouse já representa a segunda maior bilheteria de todos os tempos entre filmes do gênero no Reino Unido.

O doc, dirigido pelo aclamado diretor Asif Kapadia (Senna) já arrecadou cerca de £3.44 milhões (equivalente a R$ 18.8 milhões) na bilheteria britânica, segundo informou a Altitude Film Distribution. Este valor ultrapassa outro filme de Kapadia, Senna (cerca de R$ 17,3 mi) e Marcha dos Pinguins (R$ 18,4 mi).

Com esses números, Amy só fica atrás do documentário dirigido por Michael Moore, Fahrenheit 9/11 (cerca de £6.50 milhões, equivalente a R$ 35,5 mi).

“Parece que o país se apaixonou por ela mais uma vez e é extremamente gratificante ter ajudado a criar uma imagem mais completa de alguém que foi tão incompreendida quando esteve entre nós”, disse o produtor James Gay-Rees.