NOTÍCIAS

Anitta bossa nova e em francês? Ouça Nicola Són

por em 05/01/2016
P
or Marcos Lauro
No final da tarde desta terça-feira, a página da Billboard Brasil no Facebook alcançou a marca de 500 mil fãs. Como forma de agradecimento, hoje publicamos, abaixo, uma versão de “Bang”, da Anitta, no ritmo da bossa nova e com um trecho em francês. Sim, é isso mesmo que você leu! O autor da versão é o músico Nicola Són, francês que mora em São Paulo desde 2013 e lança em breve seu terceiro álbum misturando as sonoridades brasileiras e francesas. Sampathique, o próximo disco, mistura a França com São Paulo. Nort Destin, o anterior, tem influência direta da música nordestina e o primeiro da trilogia, Parioca, bebe nas fontes do samba. Você pode ouvir os dois primeiros discos no site do artista. A partir daí veio o desafio proposto pela Billboard Brasil: já que você gosta de misturar, que tal transportar “Bang”, hit da Anitta, para o seu universo? Nicola topou e o resultado você vê abaixo: nicola-son A Billboard Brasil conversou com Nicola para entender mais essas misturas: Por que você se mudou para o Brasil? A música tem a ver com isso ou foi outro motivo? Para várias razões, principalmente três: Tive um super retorno nas mídias durante o lançamento de Parioca em 2011 aqui no Brasil, com uma passagem no programa do Jô Soares, por exemplo. Queria viver no Brasil não só como turista. E queria viver uma experiência internacional, mudar de pais e experimentar uma vida bem diferente do meu mundo. Você teve seu trabalho elogiado pelo João Donato. Como foi seu contato com ele? Qual a importância dele pro seu trabalho? Gravei com ele uma música do meu disco Nord Destin. A música se chama "Je Voudrais Me Divertir", que toca bastante no rádio na França. João Donato é fundamental porque ele faz parte dos artistas brasileiros que aprofundei bastante quando teve, em 2001, a reedição na França de uma boa parte dos discos da gravadora Odeon nos anos 1970. Escutei muito João Donato e adoro o jeito dele de tocar o piano. E como foi pegar o som da Anitta e transportar para o seu universo? Foi bastante fácil porque “Bang” é uma boa canção. É pop, certo, mas é um pop muito melhor em termo de produção do que outras coisas na MPB de hoje em dia. Achei interessante e original transformá-la numa bossa nova safadinha.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Anitta bossa nova e em francês? Ouça Nicola Són

por em 05/01/2016
P
or Marcos Lauro
No final da tarde desta terça-feira, a página da Billboard Brasil no Facebook alcançou a marca de 500 mil fãs. Como forma de agradecimento, hoje publicamos, abaixo, uma versão de “Bang”, da Anitta, no ritmo da bossa nova e com um trecho em francês. Sim, é isso mesmo que você leu! O autor da versão é o músico Nicola Són, francês que mora em São Paulo desde 2013 e lança em breve seu terceiro álbum misturando as sonoridades brasileiras e francesas. Sampathique, o próximo disco, mistura a França com São Paulo. Nort Destin, o anterior, tem influência direta da música nordestina e o primeiro da trilogia, Parioca, bebe nas fontes do samba. Você pode ouvir os dois primeiros discos no site do artista. A partir daí veio o desafio proposto pela Billboard Brasil: já que você gosta de misturar, que tal transportar “Bang”, hit da Anitta, para o seu universo? Nicola topou e o resultado você vê abaixo: nicola-son A Billboard Brasil conversou com Nicola para entender mais essas misturas: Por que você se mudou para o Brasil? A música tem a ver com isso ou foi outro motivo? Para várias razões, principalmente três: Tive um super retorno nas mídias durante o lançamento de Parioca em 2011 aqui no Brasil, com uma passagem no programa do Jô Soares, por exemplo. Queria viver no Brasil não só como turista. E queria viver uma experiência internacional, mudar de pais e experimentar uma vida bem diferente do meu mundo. Você teve seu trabalho elogiado pelo João Donato. Como foi seu contato com ele? Qual a importância dele pro seu trabalho? Gravei com ele uma música do meu disco Nord Destin. A música se chama "Je Voudrais Me Divertir", que toca bastante no rádio na França. João Donato é fundamental porque ele faz parte dos artistas brasileiros que aprofundei bastante quando teve, em 2001, a reedição na França de uma boa parte dos discos da gravadora Odeon nos anos 1970. Escutei muito João Donato e adoro o jeito dele de tocar o piano. E como foi pegar o som da Anitta e transportar para o seu universo? Foi bastante fácil porque “Bang” é uma boa canção. É pop, certo, mas é um pop muito melhor em termo de produção do que outras coisas na MPB de hoje em dia. Achei interessante e original transformá-la numa bossa nova safadinha.