NOTÍCIAS

Arábia Saudita tem primeiro show em sete anos

Mohammed Abdu se apresentou na cidade de Jidá

por Redação em 03/02/2017

Pela primeira vez em sete anos um show foi realizado na cidade de Jidá, na Arábia Saudita. O cantor Mohammed Abdu, de 67 anos, se apresentou para uma plateia formada apenas por homens, na última segunda-feira (31/01), na arena de esportes de Jidá, cidade mais liberal do que a capital, Riade.

Abdu foi comparado a Paul McCartney pelos árabes por causa de sua popularidade no Oriente Médio.

A maior autoridade religiosa do país, o grão-mufti Abdulaziz al Sheikh, publicou comentários no site dedicado ao seu programa semanal na televisão dizendo que as apresentações musicais têm o potencial de abrir portas para a mistura dos sexos e estavam banidos por causa do tipo de Islamismo conservador seguido no país.

“Sabemos que apresentações ao vivo e cinema são depravadores”, disse Sheikh. Ele condenou filmes estrangeiros, classificando-os de “ateístas e podres”. Shows estão banidos no país, de acordo com o site de notícias árabe Al Bawaba, mas um conjunto de reformas chamado “Visão 2030”, criado pelo vice-príncipe Mohammed bin Salman, pretende ampliar o acesso à cultura. Quando Mohammed Abdu tentou se apresentar em Riade, em setembro do ano passado, seu show foi cancelado sem explicações.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Arábia Saudita tem primeiro show em sete anos

Mohammed Abdu se apresentou na cidade de Jidá

por Redação em 03/02/2017

Pela primeira vez em sete anos um show foi realizado na cidade de Jidá, na Arábia Saudita. O cantor Mohammed Abdu, de 67 anos, se apresentou para uma plateia formada apenas por homens, na última segunda-feira (31/01), na arena de esportes de Jidá, cidade mais liberal do que a capital, Riade.

Abdu foi comparado a Paul McCartney pelos árabes por causa de sua popularidade no Oriente Médio.

A maior autoridade religiosa do país, o grão-mufti Abdulaziz al Sheikh, publicou comentários no site dedicado ao seu programa semanal na televisão dizendo que as apresentações musicais têm o potencial de abrir portas para a mistura dos sexos e estavam banidos por causa do tipo de Islamismo conservador seguido no país.

“Sabemos que apresentações ao vivo e cinema são depravadores”, disse Sheikh. Ele condenou filmes estrangeiros, classificando-os de “ateístas e podres”. Shows estão banidos no país, de acordo com o site de notícias árabe Al Bawaba, mas um conjunto de reformas chamado “Visão 2030”, criado pelo vice-príncipe Mohammed bin Salman, pretende ampliar o acesso à cultura. Quando Mohammed Abdu tentou se apresentar em Riade, em setembro do ano passado, seu show foi cancelado sem explicações.