NOTÍCIAS

As possíveis injustiças do Grammy com Britney Spears

por em 05/02/2015
dez anos, Britney Spears era finalmente coroada com um Grammy. “Toxic” levou o prêmio de Gravação Dance do Ano. Após aquela noite em 2005, a cantora, que já tinha sido indicada seis vezes antes e perdeu em todas, esteve entre as concorrentes apenas mais uma vez e, novamente, não levou o desejado gramofone. Quantos desses prêmios Britney merecia ganhar? A Billboard americana resgatou todas as indicações da estrela e analisou em quais ela deveria ter sido vitoriosa. Confira:   2000 – Artista Revelação Perdeu para: Christina Aguilera Outros indicados:  Macy Gray, Kid Rock, Susan Tedeschi Brtiney foi injustiçada? Provavalmente não. Se Macy, uma one hit wonder, tivesse arrebatado o gramofone, existiriam razões para reclamar. Não importa de qual lado você está, “Baby One More Time” ou “Genie In A Bottle”, as duas musas estavam com tudo nesta época. Eram ícones femininos de uma geração. É difícil culpar o Grammy por escolher uma ou outra. Pelo menos os fãs de Britney podem ter certeza de que o prêmio ficou em boas mãos. brit gif 2   2000 – Melhor Performance Pop Vocal Feminina Indicada por: “… Baby One More Time” Perdeu para: “I Will Remember You (Live)”, de Sarah McLachlan Outras indicadas: “Genie In A Bottle”, de Christina Aguilera; “Beautiful Stranger”, de Madonna; “Thank U”, de Alanis Morissette. Brtiney foi injustiçada? Talvez. Entre as cinco indicadas, a reedição de Sarah McLachlan para “I Will Remember You” é a mais convencional, uma balada soft rock que deve ter caído nas graças dos votantes com mais idade do Grammy. Britney, Madonna ou Christina seriam dignas de sair com o gramofone nas mãos. Num mundo ideal – e procedente com o que esteve sob os holofotes em 2000 –, Christina e Britney dividiram os prêmios de Artista Revelação e Melhor Performance Pop Vocal Feminina.   2001 Melhor Performance Pop Vocal Feminina Indicada por: “Oops!... I Did It Again” Perdeu para: “I Try”, de Macy Gray Outras Indicadas: “What A Girl Wants”, de Christina Aguilera; “Music”, de Madonna; “Save Me”, de Aimee Mann”; “Both Sides Now”, de Joni Mitchell. Britney foi injustiçada? Não. Mesmo que “Oops!...” seja um dos principais hits de Britney, definitivamente não é sua amostra vocal mais impressionante. “I Try”, que levou o gramofone, demonstra o alcance de notas espetacular de Macy Gray, além de contar com o charme de uma voz rouca afinadíssima. Desta vez, o prêmio ficou em boas mãos.  brit gif 4 2001 – Melhor Álbum Pop Vocal Indicada por: Oops!... I Did It Again Perdeu para:  Two Agains Nature, de Steely Dan Outros indicados: Inside Job, de Don Henley; Music, de Madonna; No Strings Attached, de *N SYNC. Britney foi injustiçada? Provavelmente. O domínio do álbum de Steely Dan na cerimônia de 2000 ainda causa polêmica 14 anos depois. Acreditem: o disco venceu Kid A, do Radiohead, e The Marshall Mathers LP, de Eminem, na categoria de Álbum do Ano! De alguma forma, Two Against Nature também superou as compilações de hits de Madonna, Britney e *N SYNC. Não é absurdo dizer que qualquer um dos três merecia o prêmio de Melhor Álbum Pop Vocal mais do que Steely Dan.   2003 – Melhor Performance Pop Vocal Feminina Indicada por: “Overprotected” Perdeu para: “Don’t Know Why”, de Norah Jones Outras indicadas: “Soak Up The Sun”, de Sheryl Crow; “Complicated”, de Avril Lavigne; “Get The Party Started”, de P!nk. Brtiney foi injustiçada? Não desta vez. “Overprotected” é um belo pop rock de Britney, mas não se distingue tanto dos singles do disco anterior (“I’m A Slave For You, “Boys”). O Grammy de 2003 ficou marcado pelo jazz pop de “Don’t Know Why”, de Norah Jones. Além deste gramofone, a faixa também levou o de Canção do Ano. Mesmo se Britney não levasse essa, é possível dizer que “Complicated” e “Get The Party Started” sejam performances pop mais arrebatadoras. brit  gif 3 2003 – Melhor Álbum Pop Vocal Indicada porBritney Perdeu para: Come Away With Me, de Norah Jones Outros indicados: Let Go, de Avril Lavigne; Rock Steady, do No Doubt; Missundaztood, de P!nk Britney foi injustiçada? Definitivamente. A transição para a maturidade de Britney, presente em seu álbum homônimo, era a opção mais certeira para esta categoria. O problema é que estava difícil ganhar do trabalho de Norah. Além de levar este prêmio, Come Away With Me ficou com o gramofone de Álbum do Ano. Qualquer um que concorresse com o disco provavelmente perderia. Mas, de qualquer forma, é possível que essa seja a maior injustiça do Grammy com Britney.   2010 Melhor Gravação Dance Indicada por: “Womanizer” Perdeu para: “Poker Face”, de Lady Gaga Outras indicadas: “When Love Takes Over”, de David Guetta & Kelly Rowland; “Celebration”, de Madonna; “Boom Boom Pow”, de Black Eyed Peas Britney foi injustiçada? De maneira nenhuma. Apenas os fãs mais fervorosos –  e malucos –  de Britney diriam que “Womanizer” é um single mais dinâmico e dançante do que “Poker Face”, que ainda toca nas pistas por aí, mesmo depois cinco anos. A faixa de Britney é outro synth-pop competente do álbum Circus, mas não causou o alvoroço da canção da Mother Monster. Os fãs podem argumentar o quanto quiserem, mas, em 2010, o gramofone pertencia a Lady Gaga.   2012 – Melhor Gravação Dance Indicada por: Não foi indicada Perdeu para: “Scary Monsters And Nice Spirites”, de Skrillex Outras indicadas: “Raise Your Weapon”, de Deadmau5 & Greta Svabo Bech; “Barbra Streisand”, de Duck Sauce; “Sunshine”, de David Guetta e Avicii; “Call Your Girlfriend”, de Robyn; “Save The World”, de Swedish House Mafia Britney foi injustiçada? Absolutamente – e não foi sequer indicada. Poderíamos resgatar todos os singles de Britney que mereciam uma indicação ao Grammy, mas o maior absurdo ainda seria a ausência de “Till The World Ends” nesta categoria em 2012. O segundo single de Femme Fatale é um electro-pop poderoso que chegou ao topo da parada Dance Club Songs da Billboard. Faixas como as de Skrillex, Duck Sauce e Robyn mereciam estar entre as concorrentes, mas o single de Britney é um arrasa-quarteirão que poderia muito bem ser o segundo Grammy da nossa heroína. brit gif 1
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

As possíveis injustiças do Grammy com Britney Spears

por em 05/02/2015
dez anos, Britney Spears era finalmente coroada com um Grammy. “Toxic” levou o prêmio de Gravação Dance do Ano. Após aquela noite em 2005, a cantora, que já tinha sido indicada seis vezes antes e perdeu em todas, esteve entre as concorrentes apenas mais uma vez e, novamente, não levou o desejado gramofone. Quantos desses prêmios Britney merecia ganhar? A Billboard americana resgatou todas as indicações da estrela e analisou em quais ela deveria ter sido vitoriosa. Confira:   2000 – Artista Revelação Perdeu para: Christina Aguilera Outros indicados:  Macy Gray, Kid Rock, Susan Tedeschi Brtiney foi injustiçada? Provavalmente não. Se Macy, uma one hit wonder, tivesse arrebatado o gramofone, existiriam razões para reclamar. Não importa de qual lado você está, “Baby One More Time” ou “Genie In A Bottle”, as duas musas estavam com tudo nesta época. Eram ícones femininos de uma geração. É difícil culpar o Grammy por escolher uma ou outra. Pelo menos os fãs de Britney podem ter certeza de que o prêmio ficou em boas mãos. brit gif 2   2000 – Melhor Performance Pop Vocal Feminina Indicada por: “… Baby One More Time” Perdeu para: “I Will Remember You (Live)”, de Sarah McLachlan Outras indicadas: “Genie In A Bottle”, de Christina Aguilera; “Beautiful Stranger”, de Madonna; “Thank U”, de Alanis Morissette. Brtiney foi injustiçada? Talvez. Entre as cinco indicadas, a reedição de Sarah McLachlan para “I Will Remember You” é a mais convencional, uma balada soft rock que deve ter caído nas graças dos votantes com mais idade do Grammy. Britney, Madonna ou Christina seriam dignas de sair com o gramofone nas mãos. Num mundo ideal – e procedente com o que esteve sob os holofotes em 2000 –, Christina e Britney dividiram os prêmios de Artista Revelação e Melhor Performance Pop Vocal Feminina.   2001 Melhor Performance Pop Vocal Feminina Indicada por: “Oops!... I Did It Again” Perdeu para: “I Try”, de Macy Gray Outras Indicadas: “What A Girl Wants”, de Christina Aguilera; “Music”, de Madonna; “Save Me”, de Aimee Mann”; “Both Sides Now”, de Joni Mitchell. Britney foi injustiçada? Não. Mesmo que “Oops!...” seja um dos principais hits de Britney, definitivamente não é sua amostra vocal mais impressionante. “I Try”, que levou o gramofone, demonstra o alcance de notas espetacular de Macy Gray, além de contar com o charme de uma voz rouca afinadíssima. Desta vez, o prêmio ficou em boas mãos.  brit gif 4 2001 – Melhor Álbum Pop Vocal Indicada por: Oops!... I Did It Again Perdeu para:  Two Agains Nature, de Steely Dan Outros indicados: Inside Job, de Don Henley; Music, de Madonna; No Strings Attached, de *N SYNC. Britney foi injustiçada? Provavelmente. O domínio do álbum de Steely Dan na cerimônia de 2000 ainda causa polêmica 14 anos depois. Acreditem: o disco venceu Kid A, do Radiohead, e The Marshall Mathers LP, de Eminem, na categoria de Álbum do Ano! De alguma forma, Two Against Nature também superou as compilações de hits de Madonna, Britney e *N SYNC. Não é absurdo dizer que qualquer um dos três merecia o prêmio de Melhor Álbum Pop Vocal mais do que Steely Dan.   2003 – Melhor Performance Pop Vocal Feminina Indicada por: “Overprotected” Perdeu para: “Don’t Know Why”, de Norah Jones Outras indicadas: “Soak Up The Sun”, de Sheryl Crow; “Complicated”, de Avril Lavigne; “Get The Party Started”, de P!nk. Brtiney foi injustiçada? Não desta vez. “Overprotected” é um belo pop rock de Britney, mas não se distingue tanto dos singles do disco anterior (“I’m A Slave For You, “Boys”). O Grammy de 2003 ficou marcado pelo jazz pop de “Don’t Know Why”, de Norah Jones. Além deste gramofone, a faixa também levou o de Canção do Ano. Mesmo se Britney não levasse essa, é possível dizer que “Complicated” e “Get The Party Started” sejam performances pop mais arrebatadoras. brit  gif 3 2003 – Melhor Álbum Pop Vocal Indicada porBritney Perdeu para: Come Away With Me, de Norah Jones Outros indicados: Let Go, de Avril Lavigne; Rock Steady, do No Doubt; Missundaztood, de P!nk Britney foi injustiçada? Definitivamente. A transição para a maturidade de Britney, presente em seu álbum homônimo, era a opção mais certeira para esta categoria. O problema é que estava difícil ganhar do trabalho de Norah. Além de levar este prêmio, Come Away With Me ficou com o gramofone de Álbum do Ano. Qualquer um que concorresse com o disco provavelmente perderia. Mas, de qualquer forma, é possível que essa seja a maior injustiça do Grammy com Britney.   2010 Melhor Gravação Dance Indicada por: “Womanizer” Perdeu para: “Poker Face”, de Lady Gaga Outras indicadas: “When Love Takes Over”, de David Guetta & Kelly Rowland; “Celebration”, de Madonna; “Boom Boom Pow”, de Black Eyed Peas Britney foi injustiçada? De maneira nenhuma. Apenas os fãs mais fervorosos –  e malucos –  de Britney diriam que “Womanizer” é um single mais dinâmico e dançante do que “Poker Face”, que ainda toca nas pistas por aí, mesmo depois cinco anos. A faixa de Britney é outro synth-pop competente do álbum Circus, mas não causou o alvoroço da canção da Mother Monster. Os fãs podem argumentar o quanto quiserem, mas, em 2010, o gramofone pertencia a Lady Gaga.   2012 – Melhor Gravação Dance Indicada por: Não foi indicada Perdeu para: “Scary Monsters And Nice Spirites”, de Skrillex Outras indicadas: “Raise Your Weapon”, de Deadmau5 & Greta Svabo Bech; “Barbra Streisand”, de Duck Sauce; “Sunshine”, de David Guetta e Avicii; “Call Your Girlfriend”, de Robyn; “Save The World”, de Swedish House Mafia Britney foi injustiçada? Absolutamente – e não foi sequer indicada. Poderíamos resgatar todos os singles de Britney que mereciam uma indicação ao Grammy, mas o maior absurdo ainda seria a ausência de “Till The World Ends” nesta categoria em 2012. O segundo single de Femme Fatale é um electro-pop poderoso que chegou ao topo da parada Dance Club Songs da Billboard. Faixas como as de Skrillex, Duck Sauce e Robyn mereciam estar entre as concorrentes, mas o single de Britney é um arrasa-quarteirão que poderia muito bem ser o segundo Grammy da nossa heroína. brit gif 1