NOTÍCIAS

Baladas e alucinações de um DJ

por em 15/09/2014
ong>Filme mostra a cena eletrônica ‘rock’n’roll’ que deu origem ao Daft Punk  O Daft Punk aparece relativamente pouco no filme francês Eden, mas se a história fosse sobre o duo pop, a produção provavelmente teria um final mais feliz. “Poderíamos ter escrito o filme como uma história de sucesso, o que teria facilitado o financiamento”, disse Mia Hansen-Love, diretora do longa-metragem. “Na minha mente, teria sido menos impactante e menos humano. Por isso decidi me concentrar na carreira de um DJ do underground, que não toca as faixas e gêneros mais populares da música eletrônica.” Eden foi premiado recentemente no Festival Internacional de Toronto. O filme conta história do DJ Paul no começo da década de 1990, quando a cena eletrônica da França começa a se formar: noitadas, baladas, alucinações de uma época... A vida de Paul não é tão diferente da vida de muitos rock’n’rollers que vivem de adulações e processos criativos, mas não conseguem manter um relacionamento. Enquanto outras pessoas crescem, conseguem trabalhos “reais”, têm famílias ou finalmente atingem o sucesso financeiro como DJs/produtores, ele continua na espera. Há diversas referências ao Daft Punk no filme. Há dois atores desconhecidos (Arnaud Azoulay e Vincent Lacoste) que aparecem como DJs famosos em poucas, mas brilhantes cenas; em uma delas, a dupla é impedida de entrar em um clube porque o porteiro não os reconhece. “O Daft Punk deu apoio a Eden desde o início, quando autorizaram que usássemos a música no filme”, disse Hansen-Love. A banda tem quatro canções na trilha - “Da Funk” e “One More Time”, de 1995, “Veridis Quo”, do álbum Discovery (2011), e “Within”, faixa que integra Random Access Memories, Grammy de melhor álbum do ano em 2013. No filme também rolam faixas de artistas como Frankie Knuckles, Angie Stone, MK, Jaydee, Sven Love, Joe Smooth e Terry Hunter. “Eden não tem a pretensão de contar a história de todos os protagonistas daquele período”, ela complementa. “Essa história, a história do meu irmão, é muito particular. Mas acho que é uma história que representa um movimento. E que pode atingir a universalidade.”
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Baladas e alucinações de um DJ

por em 15/09/2014
ong>Filme mostra a cena eletrônica ‘rock’n’roll’ que deu origem ao Daft Punk  O Daft Punk aparece relativamente pouco no filme francês Eden, mas se a história fosse sobre o duo pop, a produção provavelmente teria um final mais feliz. “Poderíamos ter escrito o filme como uma história de sucesso, o que teria facilitado o financiamento”, disse Mia Hansen-Love, diretora do longa-metragem. “Na minha mente, teria sido menos impactante e menos humano. Por isso decidi me concentrar na carreira de um DJ do underground, que não toca as faixas e gêneros mais populares da música eletrônica.” Eden foi premiado recentemente no Festival Internacional de Toronto. O filme conta história do DJ Paul no começo da década de 1990, quando a cena eletrônica da França começa a se formar: noitadas, baladas, alucinações de uma época... A vida de Paul não é tão diferente da vida de muitos rock’n’rollers que vivem de adulações e processos criativos, mas não conseguem manter um relacionamento. Enquanto outras pessoas crescem, conseguem trabalhos “reais”, têm famílias ou finalmente atingem o sucesso financeiro como DJs/produtores, ele continua na espera. Há diversas referências ao Daft Punk no filme. Há dois atores desconhecidos (Arnaud Azoulay e Vincent Lacoste) que aparecem como DJs famosos em poucas, mas brilhantes cenas; em uma delas, a dupla é impedida de entrar em um clube porque o porteiro não os reconhece. “O Daft Punk deu apoio a Eden desde o início, quando autorizaram que usássemos a música no filme”, disse Hansen-Love. A banda tem quatro canções na trilha - “Da Funk” e “One More Time”, de 1995, “Veridis Quo”, do álbum Discovery (2011), e “Within”, faixa que integra Random Access Memories, Grammy de melhor álbum do ano em 2013. No filme também rolam faixas de artistas como Frankie Knuckles, Angie Stone, MK, Jaydee, Sven Love, Joe Smooth e Terry Hunter. “Eden não tem a pretensão de contar a história de todos os protagonistas daquele período”, ela complementa. “Essa história, a história do meu irmão, é muito particular. Mas acho que é uma história que representa um movimento. E que pode atingir a universalidade.”