NOTÍCIAS

Boy George revela que nunca gostou dos clipes do Culture Club

por em 29/10/2014
Por
Craig Marks "Karma Chameleon", single de Colour By Numbers, segundo álbum do Culture Club, foi a única música do grupo inglês a atingir o topo do Hot 100 americano, posição na qual ficou por três semanas em fevereiro de 1984. O vocalista e crossdresser Boy George já havia encantado (e confundido) o público com o álbum de estreia da banda, Kissing To Be Clever, que ganhou o disco de platina e foi lançado na mesma época em que surgia a MTV, amante de artistas que se vestiam para a câmera. Mas, para Boy George, os clipes de sua banda nunca foram suficientemente chocantes. “Eu nunca gostei de nenhum deles”, revela. “Todos queriam que eu parecesse o mais normal possível. Quando fizemos o vídeo de ‘Karma Chameleon’, o dia estava horrível na Inglaterra, a iluminação era péssima. Lembro de pensar: ‘Passei a manhã inteira me maquiando para isso? Que desperdício de tempo’.” No entanto, "Karma Chameleon" abriu o caminho para Colour By Numbers, que levou quatro músicas ao Top 20 do ranking de singles e passou 59 semanas no Billboard 200. O álbum chegou até a 2ª posição e foi impedido de chegar ao topo por um dos poucos artistas cuja ambiguidade sexual e brilhantismo visual superavam Boy George: Michael Jackson. Mesmo assim, o frontman do Culture Club conhecia bem seu papel na música pop: uma drag queen do new wave, com uma tendência para o soul. Quando a banda ganhou o prêmio de Melhor Artista Revelação no Grammy Award de 1984, o vocalista disse em seu discurso: “Obrigado, América. Vocês têm bom gosto, talento e reconhecem uma boa drag queen quando veem uma”.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Boy George revela que nunca gostou dos clipes do Culture Club

por em 29/10/2014
Por
Craig Marks "Karma Chameleon", single de Colour By Numbers, segundo álbum do Culture Club, foi a única música do grupo inglês a atingir o topo do Hot 100 americano, posição na qual ficou por três semanas em fevereiro de 1984. O vocalista e crossdresser Boy George já havia encantado (e confundido) o público com o álbum de estreia da banda, Kissing To Be Clever, que ganhou o disco de platina e foi lançado na mesma época em que surgia a MTV, amante de artistas que se vestiam para a câmera. Mas, para Boy George, os clipes de sua banda nunca foram suficientemente chocantes. “Eu nunca gostei de nenhum deles”, revela. “Todos queriam que eu parecesse o mais normal possível. Quando fizemos o vídeo de ‘Karma Chameleon’, o dia estava horrível na Inglaterra, a iluminação era péssima. Lembro de pensar: ‘Passei a manhã inteira me maquiando para isso? Que desperdício de tempo’.” No entanto, "Karma Chameleon" abriu o caminho para Colour By Numbers, que levou quatro músicas ao Top 20 do ranking de singles e passou 59 semanas no Billboard 200. O álbum chegou até a 2ª posição e foi impedido de chegar ao topo por um dos poucos artistas cuja ambiguidade sexual e brilhantismo visual superavam Boy George: Michael Jackson. Mesmo assim, o frontman do Culture Club conhecia bem seu papel na música pop: uma drag queen do new wave, com uma tendência para o soul. Quando a banda ganhou o prêmio de Melhor Artista Revelação no Grammy Award de 1984, o vocalista disse em seu discurso: “Obrigado, América. Vocês têm bom gosto, talento e reconhecem uma boa drag queen quando veem uma”.