NOTÍCIAS

Charles Manson e a música

Ex-líder de seita morre aos 83 anos; ele cumpria pena de prisão perpétua

por Redação em 20/11/2017

Charles Manson, o sinistro líder por trás de uma sequência de mortes em  1969 e que levou a vida da jovem atriz Sharon Tate, entre outras seis pessoas, morreu nesse domingo (19/11). Ele tinha 83 anos e cumpria pena de prisão perpétua.

Manson morreu no hospital Bakersfield, na Califórnia – a irmã de Tate, Debra, disse ao TMZ depois de receber uma ligação da prisão onde Manson estava. Ele cumpria várias sentenças de prisão perpétua na prisão estadual de Corcoran, também na Califórnia, depois de ter sido condenado em janeiro de 1971 por conspiração para cometer assassinatos.

Antes dos assassinatos, Manson aspirou a uma carreira na cena musical de Los Angeles. Depois de aprender a tocar guitarra na prisão [ele já havia sido preso antes], ele se tornou amigo do produtor do The Byrds, Terry Melcher (filho da atriz Doris Day) e de Dennis Wilson do Beach Boys – e o lendário grupo gravou uma de suas músicas.

Manson gravou 13 músicas para um álbum que posteriormente foi intitulado Lie: The Love and Terror Cult.  O trabalho foi lançado de forma independente em março de 1970 para ajudar a pagar sua defesa durante o julgamento do assassinato.

charles-mansonCharles Manson sendo levado ao seu primeiro julgamento, em 1969 - Getty Images

Até então um pequeno criminoso que entrou e saiu da prisão várias vezes desde a infância, Manson reinventou-se durante o Verão de Amor de 1967 como um guru de cabelos longos, semelhante a Cristo, versos da Bíblia e Beatles.

Em 9 de agosto de 1969, Manson enviou seus devotos para uma casa em 10050 Cielo Drive, em Benedict Canyon, que estava sendo alugado por Tate, de 26 anos, e seu marido, o diretor Roman Polanski. A atriz, que estava grávida de oito meses e meio, foi esfaqueada 16 vezes e teve um “X” foi esculpido em seu estômago. Polanski, seu marido de 20 meses, estava filmando em Londres.

As autoridades chegariam à conclusão, nas investigações, que Manson foi motivado por uma leitura distorcida da ruidosa de "Helter Skelter", música dos Beatles de 1968. Mensagens como "Porcos" e um "Healter Skelter” com erros ortográficos foram rabiscados com o sangue das vítimas em paredes e portas.

Uma integrante do grupo afirmou que que Manson havia feito lavagem cerebral com com sexo, LSD, leituras constantes da Bíblia, repetição de The White Album do Beatles e palestras sobre o desencadeamento de uma revolução.

Em dezembro de 1968, The Beach Boys gravou "Never Learn Not to Love", com base em uma música escrita por Manson para seus seguidores. Foi lançado como o lado B para o single "Bluebirds Over the Mountain" e a lenda diz que Manson ficou bravo que Wilson havia alterado algumas das letras.

Guns N 'Roses também gravou uma música de Manson, "Look at Your Game, Girl", como uma faixa escondida em seu álbum The Spaghetti Incident de 1993. The Lemonheads e Crispin Glover estão entre aqueles que também regravaram seus trabalhos.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Charles Manson e a música

Ex-líder de seita morre aos 83 anos; ele cumpria pena de prisão perpétua

por Redação em 20/11/2017

Charles Manson, o sinistro líder por trás de uma sequência de mortes em  1969 e que levou a vida da jovem atriz Sharon Tate, entre outras seis pessoas, morreu nesse domingo (19/11). Ele tinha 83 anos e cumpria pena de prisão perpétua.

Manson morreu no hospital Bakersfield, na Califórnia – a irmã de Tate, Debra, disse ao TMZ depois de receber uma ligação da prisão onde Manson estava. Ele cumpria várias sentenças de prisão perpétua na prisão estadual de Corcoran, também na Califórnia, depois de ter sido condenado em janeiro de 1971 por conspiração para cometer assassinatos.

Antes dos assassinatos, Manson aspirou a uma carreira na cena musical de Los Angeles. Depois de aprender a tocar guitarra na prisão [ele já havia sido preso antes], ele se tornou amigo do produtor do The Byrds, Terry Melcher (filho da atriz Doris Day) e de Dennis Wilson do Beach Boys – e o lendário grupo gravou uma de suas músicas.

Manson gravou 13 músicas para um álbum que posteriormente foi intitulado Lie: The Love and Terror Cult.  O trabalho foi lançado de forma independente em março de 1970 para ajudar a pagar sua defesa durante o julgamento do assassinato.

charles-mansonCharles Manson sendo levado ao seu primeiro julgamento, em 1969 - Getty Images

Até então um pequeno criminoso que entrou e saiu da prisão várias vezes desde a infância, Manson reinventou-se durante o Verão de Amor de 1967 como um guru de cabelos longos, semelhante a Cristo, versos da Bíblia e Beatles.

Em 9 de agosto de 1969, Manson enviou seus devotos para uma casa em 10050 Cielo Drive, em Benedict Canyon, que estava sendo alugado por Tate, de 26 anos, e seu marido, o diretor Roman Polanski. A atriz, que estava grávida de oito meses e meio, foi esfaqueada 16 vezes e teve um “X” foi esculpido em seu estômago. Polanski, seu marido de 20 meses, estava filmando em Londres.

As autoridades chegariam à conclusão, nas investigações, que Manson foi motivado por uma leitura distorcida da ruidosa de "Helter Skelter", música dos Beatles de 1968. Mensagens como "Porcos" e um "Healter Skelter” com erros ortográficos foram rabiscados com o sangue das vítimas em paredes e portas.

Uma integrante do grupo afirmou que que Manson havia feito lavagem cerebral com com sexo, LSD, leituras constantes da Bíblia, repetição de The White Album do Beatles e palestras sobre o desencadeamento de uma revolução.

Em dezembro de 1968, The Beach Boys gravou "Never Learn Not to Love", com base em uma música escrita por Manson para seus seguidores. Foi lançado como o lado B para o single "Bluebirds Over the Mountain" e a lenda diz que Manson ficou bravo que Wilson havia alterado algumas das letras.

Guns N 'Roses também gravou uma música de Manson, "Look at Your Game, Girl", como uma faixa escondida em seu álbum The Spaghetti Incident de 1993. The Lemonheads e Crispin Glover estão entre aqueles que também regravaram seus trabalhos.