NOTÍCIAS

Com inspiração no cinema e na literatura, dupla lança clipe com Paulinho Moska

Texto de cineasta polonês serviu de base para ?11:27?, de Max e Marcê

por Redação em 31/01/2017

Max Robert foi integrante da lendária banda O Terço no final dos anos 1990. Marcê é cantora e atriz. Juntos, formam a dupla Max e Marcê, que lançou seu primeiro EP independente em 2015. Agora, com inspirações em outras artes além da música, lançam o clipe de “11:27”, com o cantor Paulinho Moska, em primeira mão na Billboard Brasil.

A música é inspirada no conto “La Marée”, do cineasta polonês Walerian Borowczyk morto em 2006 com 40 filmes no currículo. O texto faz parte de uma obra chamada Contos Imorais, com mais três histórias, que também virou filme em 1973. A história mostra um jogo de sedução entre primos que aproveita o horário de maré cheia do local, 11h27.

O clipe foi dirigido por Renan Perobelli e Kauê Beltrame. O conceito visual foi desenvolvido pela dupla e pela fotógrafa Daniela Petrucci, que explora o nu artístico. As esculturas da artista Camille Claudeau também serviram como referência.

Veja o clipe de “11:27”:

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Com inspiração no cinema e na literatura, dupla lança clipe com Paulinho Moska

Texto de cineasta polonês serviu de base para ?11:27?, de Max e Marcê

por Redação em 31/01/2017

Max Robert foi integrante da lendária banda O Terço no final dos anos 1990. Marcê é cantora e atriz. Juntos, formam a dupla Max e Marcê, que lançou seu primeiro EP independente em 2015. Agora, com inspirações em outras artes além da música, lançam o clipe de “11:27”, com o cantor Paulinho Moska, em primeira mão na Billboard Brasil.

A música é inspirada no conto “La Marée”, do cineasta polonês Walerian Borowczyk morto em 2006 com 40 filmes no currículo. O texto faz parte de uma obra chamada Contos Imorais, com mais três histórias, que também virou filme em 1973. A história mostra um jogo de sedução entre primos que aproveita o horário de maré cheia do local, 11h27.

O clipe foi dirigido por Renan Perobelli e Kauê Beltrame. O conceito visual foi desenvolvido pela dupla e pela fotógrafa Daniela Petrucci, que explora o nu artístico. As esculturas da artista Camille Claudeau também serviram como referência.

Veja o clipe de “11:27”: