NOTÍCIAS

Como funcionam as principais paradas da Billboard nos EUA e no Brasil

Diferenças estão na forma como cada país lida com sua indústria musical e divulga as informações

por Redação em 22/02/2017

Praticamente todos os dias recebemos perguntas em nossas redes sociais sobre como funcionam os rankings da Billboard e da Billboard Brasil, assim como discordâncias de como o ranking local funciona.

Para tentar responder à maioria das dúvidas, montamos um “manual de instruções” dos principais rankings e explicamos o porquê de existirem diferenças no funcionamento de rankings nos Estados Unidos e no Brasil.

Nos EUA

Hot 100

A principal parada de singles do mundo é publicada pela Billboard desde 1955 – nessa época, a parada contabilizava, em três listas diferentes, vendas físicas (só existiam essas, inclusive), rádio e jukebox (um aparelho que ainda existe em bares e restaurantes para você escolher sua música preferida e todo ambiente ouvir). Em 1991, veio a mudança que definiu o Hot 100 como conhecemos hoje.

O Hot 100 não é feito pela Billboard, mas sim pela Nielsen, uma grande empresa multinacional do ramo de auditoria e que pertence ao mesmo grupo empresarial da publicação. Nos Estados Unidos, os números de vendas de discos e singles são contabilizados e auditados. A Nielsen pega as execuções em rádio e aplica uma fórmula para contabilizar vendas (físicas e online) e streaming. O resultado disso tudo é o Hot 100.

Billboard 200

A parada de álbuns funciona de maneira parecida: A Nielsen pega os números de vendas físicas, digitais e streaming e aplica uma fórmula que resulta na lista dos álbuns mais vendidos e ouvidos dos Estados Unidos. Vale lembrar que não é uma soma simples, é uma combinação de números. Esses números são auditados e, até onde sabemos, confiáveis.

No Brasil

Brasil Hot 100

No Brasil, não temos o trabalho de uma empresa como a Nielsen, que faça uma auditoria sobre vendas e streaming. Os dados de vendas, especialmente, partem diretamente das gravadoras e da Pró-Música (antiga ABPD – Associação Brasileira de Produtores de Discos), que não divulgam suas informações em tempo real. Ou seja, é impossível saber, hoje, quantos discos foram vendidos no Brasil na semana passada. Para se ter ideia, o site da Pró-Música ainda não traz o número consolidado de 2016. Sem uma auditoria de uma empresa externa, como a Nielsen, não é possível fazer uma parada no Brasil que some vendas digitais, físicas e streaming. Por isso não temos Brasil Billboard 200 e o Brasil Hot 100 conta apenas com execuções em rádio.

A parada de singles no Brasil é fornecida pela Crowley Broadcast Analysis, empresa que monitora rádios de todo o país desde 1997 com tecnologia própria. A Crowley “escuta” de forma digital centenas de emissoras de rádio de todas as regiões do país e soma as execuções das músicas. O número final gera o Brasil Hot 100, com as músicas mais ouvidas no país. A lista é atualizada toda segunda-feira.

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Como funcionam as principais paradas da Billboard nos EUA e no Brasil

Diferenças estão na forma como cada país lida com sua indústria musical e divulga as informações

por Redação em 22/02/2017

Praticamente todos os dias recebemos perguntas em nossas redes sociais sobre como funcionam os rankings da Billboard e da Billboard Brasil, assim como discordâncias de como o ranking local funciona.

Para tentar responder à maioria das dúvidas, montamos um “manual de instruções” dos principais rankings e explicamos o porquê de existirem diferenças no funcionamento de rankings nos Estados Unidos e no Brasil.

Nos EUA

Hot 100

A principal parada de singles do mundo é publicada pela Billboard desde 1955 – nessa época, a parada contabilizava, em três listas diferentes, vendas físicas (só existiam essas, inclusive), rádio e jukebox (um aparelho que ainda existe em bares e restaurantes para você escolher sua música preferida e todo ambiente ouvir). Em 1991, veio a mudança que definiu o Hot 100 como conhecemos hoje.

O Hot 100 não é feito pela Billboard, mas sim pela Nielsen, uma grande empresa multinacional do ramo de auditoria e que pertence ao mesmo grupo empresarial da publicação. Nos Estados Unidos, os números de vendas de discos e singles são contabilizados e auditados. A Nielsen pega as execuções em rádio e aplica uma fórmula para contabilizar vendas (físicas e online) e streaming. O resultado disso tudo é o Hot 100.

Billboard 200

A parada de álbuns funciona de maneira parecida: A Nielsen pega os números de vendas físicas, digitais e streaming e aplica uma fórmula que resulta na lista dos álbuns mais vendidos e ouvidos dos Estados Unidos. Vale lembrar que não é uma soma simples, é uma combinação de números. Esses números são auditados e, até onde sabemos, confiáveis.

No Brasil

Brasil Hot 100

No Brasil, não temos o trabalho de uma empresa como a Nielsen, que faça uma auditoria sobre vendas e streaming. Os dados de vendas, especialmente, partem diretamente das gravadoras e da Pró-Música (antiga ABPD – Associação Brasileira de Produtores de Discos), que não divulgam suas informações em tempo real. Ou seja, é impossível saber, hoje, quantos discos foram vendidos no Brasil na semana passada. Para se ter ideia, o site da Pró-Música ainda não traz o número consolidado de 2016. Sem uma auditoria de uma empresa externa, como a Nielsen, não é possível fazer uma parada no Brasil que some vendas digitais, físicas e streaming. Por isso não temos Brasil Billboard 200 e o Brasil Hot 100 conta apenas com execuções em rádio.

A parada de singles no Brasil é fornecida pela Crowley Broadcast Analysis, empresa que monitora rádios de todo o país desde 1997 com tecnologia própria. A Crowley “escuta” de forma digital centenas de emissoras de rádio de todas as regiões do país e soma as execuções das músicas. O número final gera o Brasil Hot 100, com as músicas mais ouvidas no país. A lista é atualizada toda segunda-feira.