NOTÍCIAS

Como os críticos estão encarando o novo álbum de Taylor Swift

‘Reputation’ foi lançado na madrugada desta sexta-feira, mas está de fora das plataformas de streaming

por Redação em 10/11/2017

Nem todos tiveram a oportunidade de ouvir ao novo disco de Taylor Swift, Reputation, lançado na madrugada desta sexta-feira (10/11), já que a cantora ainda não disponibilizou o álbum nas plataformas de streaming, forma mais fácil de ouvir lançamentos nos dias de hoje.

Antes mesmo de ser lançado, o disco já tinha recebido mais de 400 mil pedidos em pré-venda, segundo a Associated Press. A gravadora de Taylor, Big Machine Records, prevê a venda de 2 milhões de cópias logo na primeira semana.

Se você também não pode pagar pelo disco ou não é adepto das formas alternativas de download, reunimos o que a crítica musical está falando sobre Reputation.

'Reputation' é fundamentalmente diferente de qualquer outro álbum de Taylor. É uma renegociação pública, envolvendo-se com o pop nos termos dele e não nos dela... Ela ainda tem adversários em vista; há indiretas para Kanye West e também um ex-namorado, ou dois. Algumas das composições mais corrosivas e conscientes do disco são sobre ela mesma. – The New York Times

Swift é esperta. Esperta o bastante para escrever músicas melhores e mais espirituosas que o normal no pop, invertendo o clichê do amor ‘apaixone-se e deixe-o’, admitindo derrota na hora da conquista com frases como ‘acho que vou voltar para casa, para meus gatos – sozinha’. Ela também é muito esperta para entregar tudo de uma vez... há mais em Taylor Swift do que dar dicas e criar drama.” – The Guardian, 4/5 estrelas

O trabalho de [Jack] Antonoff nesse disco é essencial. Seu amor pelo synthpop dos anos 1980 é o perfeito balanço para o toque eletrônico e dance de Max Martin e Shellback; a estrutura do álbum alterna entre os dois... Um dos maiores talentos de Taylor como compositora é conseguir encapsular pequenos momentos, que às vezes acontecem em novos relacionamentos, que nós, como ouvintes, não conseguimos.
The Independent, 4/5 estrelas

Há traços do estilo e do melodrama de Robbie Williams na forma que Taylor confronta a persona que a mídia criou para ela. Outro lado (mais interessante) emerge debaixo de toda essa bomba irônica, em uma série de sensuais músicas synthpop questionando se o amor pode sobreviver sob os olhos da mídia moderna.
The Telegraph, 4/5 estrelas


Não deixe o título do álbum te enganar – Taylor Swift não se importa com sua má reputação… ‘Reputation’ é um olhar para uma artista apaixonada, mas dessa vez não é sobre os trágicos términos que fizeram parte de seus discos anteriores. Pela primeira vez em sua carreira, Taylor escreveu um álbum sobre um relacionamento bem-sucedido, enquanto faz parte dele, finalmente dividindo a história de um novo namoro que ela manteve longe dos holofotes.
USA Today

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Como os críticos estão encarando o novo álbum de Taylor Swift

‘Reputation’ foi lançado na madrugada desta sexta-feira, mas está de fora das plataformas de streaming

por Redação em 10/11/2017

Nem todos tiveram a oportunidade de ouvir ao novo disco de Taylor Swift, Reputation, lançado na madrugada desta sexta-feira (10/11), já que a cantora ainda não disponibilizou o álbum nas plataformas de streaming, forma mais fácil de ouvir lançamentos nos dias de hoje.

Antes mesmo de ser lançado, o disco já tinha recebido mais de 400 mil pedidos em pré-venda, segundo a Associated Press. A gravadora de Taylor, Big Machine Records, prevê a venda de 2 milhões de cópias logo na primeira semana.

Se você também não pode pagar pelo disco ou não é adepto das formas alternativas de download, reunimos o que a crítica musical está falando sobre Reputation.

'Reputation' é fundamentalmente diferente de qualquer outro álbum de Taylor. É uma renegociação pública, envolvendo-se com o pop nos termos dele e não nos dela... Ela ainda tem adversários em vista; há indiretas para Kanye West e também um ex-namorado, ou dois. Algumas das composições mais corrosivas e conscientes do disco são sobre ela mesma. – The New York Times

Swift é esperta. Esperta o bastante para escrever músicas melhores e mais espirituosas que o normal no pop, invertendo o clichê do amor ‘apaixone-se e deixe-o’, admitindo derrota na hora da conquista com frases como ‘acho que vou voltar para casa, para meus gatos – sozinha’. Ela também é muito esperta para entregar tudo de uma vez... há mais em Taylor Swift do que dar dicas e criar drama.” – The Guardian, 4/5 estrelas

O trabalho de [Jack] Antonoff nesse disco é essencial. Seu amor pelo synthpop dos anos 1980 é o perfeito balanço para o toque eletrônico e dance de Max Martin e Shellback; a estrutura do álbum alterna entre os dois... Um dos maiores talentos de Taylor como compositora é conseguir encapsular pequenos momentos, que às vezes acontecem em novos relacionamentos, que nós, como ouvintes, não conseguimos.
The Independent, 4/5 estrelas

Há traços do estilo e do melodrama de Robbie Williams na forma que Taylor confronta a persona que a mídia criou para ela. Outro lado (mais interessante) emerge debaixo de toda essa bomba irônica, em uma série de sensuais músicas synthpop questionando se o amor pode sobreviver sob os olhos da mídia moderna.
The Telegraph, 4/5 estrelas


Não deixe o título do álbum te enganar – Taylor Swift não se importa com sua má reputação… ‘Reputation’ é um olhar para uma artista apaixonada, mas dessa vez não é sobre os trágicos términos que fizeram parte de seus discos anteriores. Pela primeira vez em sua carreira, Taylor escreveu um álbum sobre um relacionamento bem-sucedido, enquanto faz parte dele, finalmente dividindo a história de um novo namoro que ela manteve longe dos holofotes.
USA Today