NOTÍCIAS

Conheça Daya, a brasileira que se jogou no pop

A cantora, que sempre sonhou em ser artista, largou a faculdade e se dedicou por anos antes do lançamento oficial

por Rebecca Silva em 27/07/2016

As grandes artistas pop internacionais são encantadoras. Lindas, com a carreira bem produzida em cada detalhe, milhões de álbuns vendidos, fãs em todo o canto e shows lotados, elas dominam as paradas musicais. Apesar da forte influência americana neste segmento, inclusive no Brasil, não tivemos muitos artistas bem-sucedidos em uma carreira pop por aqui. Atualmente, nomes como Anitta e Ludmilla trilham carreiras mais parecidas com as dos grandes nomes internacionais, mas o berço de ambas foi no funk. Com a proposta de começar na música como uma verdadeira artista pop, temos, correndo em paralelo, Daya. A Billboard Brasil bateu um papo com a artista que largou a carreira acadêmica para se dedicar ao sonho de ser cantora.

A competição no pop nacional é muito grande. Primeiro: o que te motivou a começar a carreira e, depois, a seguir o caminho do pop?

O que me motivou a começar a cantar foi a vontade de realizar um sonho! Desde criança admiro grandes nomes do pop internacional e eu sempre sentia o meu coração bater mais forte ao me imaginar em cima de um palco cantando e dançando, levando alegria para as pessoas, me divertindo com as pessoas também. Penso que tudo aquilo que acreditamos e sonhamos pode acontecer porque nada é impossível! Acredito no meu sonho e sei que quanto mais eu mentalizar as conquistas, mais naturalmente os objetivos serão alcançados e tudo passará a ser realidade.  

Você passou anos se preparando para o lançamento do primeiro trabalho. Como foi esse processo?

Para ser a artista pop que sempre sonhei eu sabia que precisava ser dedicada, e então comecei a me preparar para ter segurança no que iria me propor a fazer. Estudava administração na faculdade e seguia o caminho para me tornar uma administradora. Mas a partir do momento em que eu resolvi acreditar e arriscar tudo, larguei a faculdade e passei a fazer todos os dias aulas de canto, instrumento, inglês, fono, teatro, dança e tudo que pudesse me ajudar a ser uma artista. Precisei e acho que ainda tenho que percorrer um longo caminho de aprendizado. Mas cada vitória me dá mais força pois estou no caminho que sempre desejei. Tenho os meus pés no chão e vou sempre em frente.

 

Como surgiu a ideia do clipe novo? 

Gosto de games, tecnologia e cinema. Sou muito fã do filme "Avatar", que, por coincidência, o roteiro e direção do meu clipe foi assinado por Neville Page. Neville é um dos maiores Designers de Criaturas de Hollywood, e já trabalhou em grandes filmes como Avatar, Star Trek, Phrometheus, Super 8, Lanterna Verde, etc. Em 2013 ele veio ao Brasil à trabalho e aproveitei a oportunidade para apresentar minha música. Mostrei a faixa "Olha pra mim" e pedi sua opinião... tive a felicidade de ouvir que ele mesmo gostaria de dirigir o meu primeiro clipe. E detalhe: sendo esse o primeiro clipe musical dele como diretor! Foi uma grande felicidade pra mim, e confiei 100%.

Ele me apresentou três roteiros e quando vi a história misturando tecnologia com o vintage, achei o máximo e chegamos juntos na decisão final. O video foi gravado e produzido em Los Angeles, no famoso restaurante Romanov. Cerca de 120 pessoas participaram no dia da gravação, que não fugiu do padrão Hollywoodiano. Esse dia pra mim com certeza foi inesquecível. Cada cena me faz passar um filme na cabeça.

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Conheça Daya, a brasileira que se jogou no pop

A cantora, que sempre sonhou em ser artista, largou a faculdade e se dedicou por anos antes do lançamento oficial

por Rebecca Silva em 27/07/2016

As grandes artistas pop internacionais são encantadoras. Lindas, com a carreira bem produzida em cada detalhe, milhões de álbuns vendidos, fãs em todo o canto e shows lotados, elas dominam as paradas musicais. Apesar da forte influência americana neste segmento, inclusive no Brasil, não tivemos muitos artistas bem-sucedidos em uma carreira pop por aqui. Atualmente, nomes como Anitta e Ludmilla trilham carreiras mais parecidas com as dos grandes nomes internacionais, mas o berço de ambas foi no funk. Com a proposta de começar na música como uma verdadeira artista pop, temos, correndo em paralelo, Daya. A Billboard Brasil bateu um papo com a artista que largou a carreira acadêmica para se dedicar ao sonho de ser cantora.

A competição no pop nacional é muito grande. Primeiro: o que te motivou a começar a carreira e, depois, a seguir o caminho do pop?

O que me motivou a começar a cantar foi a vontade de realizar um sonho! Desde criança admiro grandes nomes do pop internacional e eu sempre sentia o meu coração bater mais forte ao me imaginar em cima de um palco cantando e dançando, levando alegria para as pessoas, me divertindo com as pessoas também. Penso que tudo aquilo que acreditamos e sonhamos pode acontecer porque nada é impossível! Acredito no meu sonho e sei que quanto mais eu mentalizar as conquistas, mais naturalmente os objetivos serão alcançados e tudo passará a ser realidade.  

Você passou anos se preparando para o lançamento do primeiro trabalho. Como foi esse processo?

Para ser a artista pop que sempre sonhei eu sabia que precisava ser dedicada, e então comecei a me preparar para ter segurança no que iria me propor a fazer. Estudava administração na faculdade e seguia o caminho para me tornar uma administradora. Mas a partir do momento em que eu resolvi acreditar e arriscar tudo, larguei a faculdade e passei a fazer todos os dias aulas de canto, instrumento, inglês, fono, teatro, dança e tudo que pudesse me ajudar a ser uma artista. Precisei e acho que ainda tenho que percorrer um longo caminho de aprendizado. Mas cada vitória me dá mais força pois estou no caminho que sempre desejei. Tenho os meus pés no chão e vou sempre em frente.

 

Como surgiu a ideia do clipe novo? 

Gosto de games, tecnologia e cinema. Sou muito fã do filme "Avatar", que, por coincidência, o roteiro e direção do meu clipe foi assinado por Neville Page. Neville é um dos maiores Designers de Criaturas de Hollywood, e já trabalhou em grandes filmes como Avatar, Star Trek, Phrometheus, Super 8, Lanterna Verde, etc. Em 2013 ele veio ao Brasil à trabalho e aproveitei a oportunidade para apresentar minha música. Mostrei a faixa "Olha pra mim" e pedi sua opinião... tive a felicidade de ouvir que ele mesmo gostaria de dirigir o meu primeiro clipe. E detalhe: sendo esse o primeiro clipe musical dele como diretor! Foi uma grande felicidade pra mim, e confiei 100%.

Ele me apresentou três roteiros e quando vi a história misturando tecnologia com o vintage, achei o máximo e chegamos juntos na decisão final. O video foi gravado e produzido em Los Angeles, no famoso restaurante Romanov. Cerca de 120 pessoas participaram no dia da gravação, que não fugiu do padrão Hollywoodiano. Esse dia pra mim com certeza foi inesquecível. Cada cena me faz passar um filme na cabeça.