NOTÍCIAS

Dez momentos em que Dave Grohl provou que é o cara

por em 23/01/2015
faz um tempo que Dave Grohl é um dos maiores rockstars do mundo. O músico construiu uma carreira tão sólida com o Foo Fighters, que não seria tão absurdo dizer que fãs da nova geração mal se lembram de que ele foi baterista da maior banda dos anos 1990. Talentoso, boa praça e muito – ênfase em “muito” – bem relacionado no show biz, Grohl e sua trupe iniciaram a turnê do disco Sonic Highways pelo Brasil nesta semana. Na última quarta-feira, o Foo Fighters se apresentou em Porto Alegre e hoje (23/01) é dia de São Paulo receber a banda. Os shows no Rio de Janeiro (25/01) e em Belo Horizonte (28/01) finalizam a passagem por aqui. Empreitadas cinematográficas, encontros antológicos, performances hilárias e demonstrações de humildade mostram como Grohl soube pavimentar direitinho seu caminho rumo ao seleto grupo de estrelas de primeira grandeza da música pop. Para brindar à terceira vinda do Foo Fighters – primeira fora de festivais –, selecionamos dez momentos em que seu cantor provou que é o cara. gif dave (Clique nas imagens para assistir aos vídeos) A composição de “Scentless Apprentice” Dave Grohl nunca foi conhecido por compor músicas para o Nirvana. Mas, no disco In Utero (1993), o então baterista deu uma bela contribuição na furiosa “Scentless Apprentice” – inspirada no livro O Perfume. Segundo consta, Grohl inclusive criou o riff da canção, a única lançada pelo Nirvana em que ele teria sido o compositor principal. Ainda assim, no álbum, a faixa é creditada aos três integrantes do grupo. A canção foi apresentada no show histórico do Nirvana na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, em 1992, com direito a cuspe de Kurt Cobain na câmera da Rede Globo. dave grohl nirvana   O supergrupo que prestou tributo aos primórdios dos Beatles Em 1994, Dave Grohl se juntou a Dave Pirner (Soul Asylum), Greg Dulli (The Afghan Whigs), Thurston Moore (Sonic Youth) e Mike Mills (R.E.M.) para formar a banda que gravou as músicas do filmeBackbeat. O longa tem como foco a vida de Stuart Sutcliffe, o zicado quinto beatle, e mostra os primeiros passos da maior banda de todos os tempos. À época, Grohl era “apenas” o ex-baterista do Nirvana. Pouco mais de um ano depois, o Foo Fighters faria sua estreia. dave grohlbackbeat   talk box em “Generator“ Usando um talk box, Dave Grohl compôs uma das melhores músicas do Foo Fighters. Ainda que tenha sido lançada como single apenas na Austrália (o que não impediu a MTV brasileira de colocar uma performace ao vivo em alta rotação), “Generator” é uma música tão boa, com sua bela melodia e letra sagaz, que merecia uma menção aqui como grande momento de Grohl. De acordo com ele, a ideia do talk box foi inspirada em sua admiração por Peter Frampton e Joe Walsh, que popularizaram os solos de guitarra com um tubo no canto da boca. Essa não pode faltar no show de hoje!   dave-grohl_talk-box   O amor pelo verdadeiro metal Todos sabem que Dave Grohl curte uns sons mais pesados. Mas, em 2004, ele resolveu se jogar para valer no mundo dos headbangers e formou o Probot. O projeto contou com a participação de nomes como Lemmy, do Motörhead, e Max Cavalera. dave grohl probot   A imitação de Scott Stapp, do Creed Grohl é um tremendo tirador de sarro. O alvo, nesse caso, foi o vocalista do Creed, Scott Stapp. Em uma passagem de som para uma apresentação na tv, Grohl imitou – ou melhor, fez uma paródia – do vocalista do grupo cantando o hit “With Arms Wide Open”. Ao melhor estilo “caroço de abacate na boca”, o resultado da imitação é hilário. Mas é provável que, considerando o atual momento de Stapp, o vocalista do Foo Fighters não curta lembrar a zoeira... https://www.youtube.com/watch?v=hVv3Y5lP8ng gif 2 dave O amor à primeira vista por Cássia Eller O Foo Fighters foi uma das atrações do Rock in Rio de 2001. Horas antes de Dave Grohl e companhia subirem ao palco, Cássia Eller finalizou seu show com uma cover poderosa de “Smells Like Teen Spirit”. Grohl pirou. Ele e sua namorada da época, Mellisa Auf Der Maur, foram falar com a brasileira e a prometeram uma turnê pelos Estados Unidos. Além disso, Cássia subiu ao palco no meio do show do Foo Fighters para dar um beijo em Grohl, que completava 31 anos naquela noite – teve até bolo de aniversário no meio show! dave grohl cassia eller   A mãozona para o Queens Of The Stone Age Em 2002, o versátil Grohl deu uma força aos amigos do Queens Of The Stone Age e gravou a bateria do disco Songs For The Deaf. O aumento de popularidade do QOTSA foi imediato. Com o Foo Fighters num hiato temporário, o músico foi além dos estúdios e chegou a cair na estrada com Josh Homme, Nick Oliveri e Mark Lanegan (a formação do QOTSA então). A participação especial rolou até em eventos de grande porte, como no festival inglês Glastonbury, e no clipe de “No One Knows”. E não foi a última vez que Grohl e Homme estiveram juntos, vide o projeto Them Crooked Vultures e faixas espalhadas em outros discos do QOTSA. dave grohl qotsa   O vídeo promocional pagando bundinha Em um vídeo feito para promover uma turnê, Grohl e companhia tomam uma ducha coletiva ao som de Queen. Com direito à amostra de bundinha, o clipe promocional até exige login no YouTube para ser assistido. O bom humor do músico é uma constante na carreira. E as piadas com atração pelo mesmo sexo também (o clipe sem vergonha de “Low”, com participação de Jack Black, não deixa dúvida). dave grohl video banho   A reunião do Nirvana com... Paul McCartney Um dos pontos altos do documentário Sound City – produzido e dirigido pelo próprio Grohl – é uma reunião do Nirvana com ninguém menos do que Paul McCartney nos vocais. Pat Smear e Krist Novoselic se juntam aos dois para tocar “Cut Me Some Slack”, no lendário estúdio que dá nome ao documentário. Macca chegou a dizer que aceitou o convite e só foi se dar conta de que estava simplesmente “substituindo” Kurt Cobain na hora da gravação. Quem não gostou muito foi a maleta Courtney Love, que, na época da reunião (que rendeu até uma apresentação ao vivo da faixa), criticou a iniciativa. dave grohl soundcity   O acerto do programa Sonic Highways No ano passado, a HBO bancou uma empreitada genial de Grohl. A série Sonic Highways, em oito episódios, traçou um mapa musical dos Estados Unidos, com visitas do vocalista a estúdios históricos do país. Ficou excelente.  Ao longo do programa, o Foo Fighters gravou as oito faixas do disco de mesmo nome, que justifica a passagem do grupo pelo Brasil neste momento. dave grohl sonic highways trailer   gif 3
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Dez momentos em que Dave Grohl provou que é o cara

por em 23/01/2015
faz um tempo que Dave Grohl é um dos maiores rockstars do mundo. O músico construiu uma carreira tão sólida com o Foo Fighters, que não seria tão absurdo dizer que fãs da nova geração mal se lembram de que ele foi baterista da maior banda dos anos 1990. Talentoso, boa praça e muito – ênfase em “muito” – bem relacionado no show biz, Grohl e sua trupe iniciaram a turnê do disco Sonic Highways pelo Brasil nesta semana. Na última quarta-feira, o Foo Fighters se apresentou em Porto Alegre e hoje (23/01) é dia de São Paulo receber a banda. Os shows no Rio de Janeiro (25/01) e em Belo Horizonte (28/01) finalizam a passagem por aqui. Empreitadas cinematográficas, encontros antológicos, performances hilárias e demonstrações de humildade mostram como Grohl soube pavimentar direitinho seu caminho rumo ao seleto grupo de estrelas de primeira grandeza da música pop. Para brindar à terceira vinda do Foo Fighters – primeira fora de festivais –, selecionamos dez momentos em que seu cantor provou que é o cara. gif dave (Clique nas imagens para assistir aos vídeos) A composição de “Scentless Apprentice” Dave Grohl nunca foi conhecido por compor músicas para o Nirvana. Mas, no disco In Utero (1993), o então baterista deu uma bela contribuição na furiosa “Scentless Apprentice” – inspirada no livro O Perfume. Segundo consta, Grohl inclusive criou o riff da canção, a única lançada pelo Nirvana em que ele teria sido o compositor principal. Ainda assim, no álbum, a faixa é creditada aos três integrantes do grupo. A canção foi apresentada no show histórico do Nirvana na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, em 1992, com direito a cuspe de Kurt Cobain na câmera da Rede Globo. dave grohl nirvana   O supergrupo que prestou tributo aos primórdios dos Beatles Em 1994, Dave Grohl se juntou a Dave Pirner (Soul Asylum), Greg Dulli (The Afghan Whigs), Thurston Moore (Sonic Youth) e Mike Mills (R.E.M.) para formar a banda que gravou as músicas do filmeBackbeat. O longa tem como foco a vida de Stuart Sutcliffe, o zicado quinto beatle, e mostra os primeiros passos da maior banda de todos os tempos. À época, Grohl era “apenas” o ex-baterista do Nirvana. Pouco mais de um ano depois, o Foo Fighters faria sua estreia. dave grohlbackbeat   talk box em “Generator“ Usando um talk box, Dave Grohl compôs uma das melhores músicas do Foo Fighters. Ainda que tenha sido lançada como single apenas na Austrália (o que não impediu a MTV brasileira de colocar uma performace ao vivo em alta rotação), “Generator” é uma música tão boa, com sua bela melodia e letra sagaz, que merecia uma menção aqui como grande momento de Grohl. De acordo com ele, a ideia do talk box foi inspirada em sua admiração por Peter Frampton e Joe Walsh, que popularizaram os solos de guitarra com um tubo no canto da boca. Essa não pode faltar no show de hoje!   dave-grohl_talk-box   O amor pelo verdadeiro metal Todos sabem que Dave Grohl curte uns sons mais pesados. Mas, em 2004, ele resolveu se jogar para valer no mundo dos headbangers e formou o Probot. O projeto contou com a participação de nomes como Lemmy, do Motörhead, e Max Cavalera. dave grohl probot   A imitação de Scott Stapp, do Creed Grohl é um tremendo tirador de sarro. O alvo, nesse caso, foi o vocalista do Creed, Scott Stapp. Em uma passagem de som para uma apresentação na tv, Grohl imitou – ou melhor, fez uma paródia – do vocalista do grupo cantando o hit “With Arms Wide Open”. Ao melhor estilo “caroço de abacate na boca”, o resultado da imitação é hilário. Mas é provável que, considerando o atual momento de Stapp, o vocalista do Foo Fighters não curta lembrar a zoeira... https://www.youtube.com/watch?v=hVv3Y5lP8ng gif 2 dave O amor à primeira vista por Cássia Eller O Foo Fighters foi uma das atrações do Rock in Rio de 2001. Horas antes de Dave Grohl e companhia subirem ao palco, Cássia Eller finalizou seu show com uma cover poderosa de “Smells Like Teen Spirit”. Grohl pirou. Ele e sua namorada da época, Mellisa Auf Der Maur, foram falar com a brasileira e a prometeram uma turnê pelos Estados Unidos. Além disso, Cássia subiu ao palco no meio do show do Foo Fighters para dar um beijo em Grohl, que completava 31 anos naquela noite – teve até bolo de aniversário no meio show! dave grohl cassia eller   A mãozona para o Queens Of The Stone Age Em 2002, o versátil Grohl deu uma força aos amigos do Queens Of The Stone Age e gravou a bateria do disco Songs For The Deaf. O aumento de popularidade do QOTSA foi imediato. Com o Foo Fighters num hiato temporário, o músico foi além dos estúdios e chegou a cair na estrada com Josh Homme, Nick Oliveri e Mark Lanegan (a formação do QOTSA então). A participação especial rolou até em eventos de grande porte, como no festival inglês Glastonbury, e no clipe de “No One Knows”. E não foi a última vez que Grohl e Homme estiveram juntos, vide o projeto Them Crooked Vultures e faixas espalhadas em outros discos do QOTSA. dave grohl qotsa   O vídeo promocional pagando bundinha Em um vídeo feito para promover uma turnê, Grohl e companhia tomam uma ducha coletiva ao som de Queen. Com direito à amostra de bundinha, o clipe promocional até exige login no YouTube para ser assistido. O bom humor do músico é uma constante na carreira. E as piadas com atração pelo mesmo sexo também (o clipe sem vergonha de “Low”, com participação de Jack Black, não deixa dúvida). dave grohl video banho   A reunião do Nirvana com... Paul McCartney Um dos pontos altos do documentário Sound City – produzido e dirigido pelo próprio Grohl – é uma reunião do Nirvana com ninguém menos do que Paul McCartney nos vocais. Pat Smear e Krist Novoselic se juntam aos dois para tocar “Cut Me Some Slack”, no lendário estúdio que dá nome ao documentário. Macca chegou a dizer que aceitou o convite e só foi se dar conta de que estava simplesmente “substituindo” Kurt Cobain na hora da gravação. Quem não gostou muito foi a maleta Courtney Love, que, na época da reunião (que rendeu até uma apresentação ao vivo da faixa), criticou a iniciativa. dave grohl soundcity   O acerto do programa Sonic Highways No ano passado, a HBO bancou uma empreitada genial de Grohl. A série Sonic Highways, em oito episódios, traçou um mapa musical dos Estados Unidos, com visitas do vocalista a estúdios históricos do país. Ficou excelente.  Ao longo do programa, o Foo Fighters gravou as oito faixas do disco de mesmo nome, que justifica a passagem do grupo pelo Brasil neste momento. dave grohl sonic highways trailer   gif 3