NOTÍCIAS

Dia do Livro: revelamos obras e autores favoritos de dez ídolos da música

por em 29/10/2014
Hoje
é o Dia Nacional do Livro! Para celebrar a data, Billboard Brasil organizou uma lista com os livros preferidos de alguns dos músicos que mais se interessam por literatura. Que tal aproveitar essas dicas e começar uma nova aventura hoje mesmo? Madonna Gwyneth Paltrow montou um clube do livro com algumas celebridades e sua amiga Madonna está entre elas. A ex-mulher de Chris Martin revelou quais são as obras preferidas da Rainha do Pop: Travessuras da Menina Má, do escritor peruano Mario Vargas Llosa, Shantaram, de Gregory David Roberts, e A Mulher do Viajante do Tempo, de Audrey Niffenegger, no qual se baseia o filme Te Amarei Para Sempre, de 2009. Em uma entrevista para a MTV americana, a cantora surpreendeu ao dizer que uma das obras de que mais gosta é O Alquimista, do escritor brasileiro mais traduzido no mundo, Paulo Coelho. Livro_01 Pitty Pitty é uma grande fã de ficção científica e um de seus livros preferidos é o clássico Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley. A obra de 1932 teve uma grande influência em seu álbum de estreia, Admirável Chip Novo, lançado em 2003, como o próprio título sugere. O romancista russo Fiódor Dostoiévski também está entre os preferidos da roqueira, que é fã do livro O Idiota. O polêmico escritor Charles Bukowski, nascido na Alemanha e criado nos Estados Unidos, também frequenta a estante da cantora. Livro_02 Lorde O fato de sua mãe ser poeta teve uma grande influência sobre Lorde, que começou a escrever suas próprias músicas entre os 13 e 14 anos. A cantora diz que sempre estava cercada de livros e que, por isso, gosta muito de ler. Suas obras preferidas são Iniciantes, coleção de contos do americano Raymond Carver, A Noite em Questão, de Tobias Wolff, Tudo Arrasado, Tudo Queimado, de Wells Tower, e Battleborn, de Claire Vaye Watkins. Livro_03 Billie Joe Armstrong Não é segredo para ninguém: o vocalista do Green Day já declarou inúmeras vezes que O Apanhador no Campo de Centeio, obra prima do escritor americano J.D. Salinger, é o seu livro preferido. O cantor se recusou a ler a obra quando estava no ensino médio. Anos mais tarde, sem professor cobrando a leitura, ele adentrou a obra e se identificou muito com o existencialismo e a busca por um sentido da vida do protagonista, o famoso Holden Caufield. A personagem foi parar no título da música "Who Wrote Holden Caufield?", do álbum Kerplunk!, de 1992. Livro_04 Lana Del Rey A literatura está muito presente no trabalho de Lana Del Rey, que já acalentou o sonho de ser poetisa. A música “Lolita”, da versão deluxe do álbum Born To Die, é uma alusão à obra homônima de Vladimir Nabokov, uma de suas preferidas. Um dos versos de “Off To The Races” é a frase de abertura do livro: "Light of my life, fire of my loins" (Luz da minha vida, fogo dos meus quadris). Lana tem tatuado no pulso direito “Nabokov Whitman”, em referência ao autor de Lolita e a Walt Whitman, um dos grandes poetas americanos. Outro poeta que está entre os preferidos da musa indie é o papa da contracultura Allen Ginsberg. No curta-metragem Tropico, dirigido por Anthony Mandler, a cantora declama trecho do poema Howl, o mais importante de Ginsberg. Livro_05 Hayley Williams O livro preferido da vocalista do Paramore é As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky. Além de escrever a obra, Chbosky foi responsável pelo roteiro e pela direção da ótima adaptação cinematográfica, lançada em 2012 – Logan Lerman e Emma Watson são os protagonistas do filme, que herdou o mesmo título do livro. Hayley também gosta muito da Saga Crepúsculo. Duas músicas de sua banda, Decode e I Caught Myself, integraram a trilha sonora da adaptação cinematográfica do primeiro livro da série. Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, é outra coleção admirada pela cantora, que pleiteia uma vaguinha na trilha sonora dos filmes da série. Livro_06 Dinho Ouro Preto Em entrevista à Billboard Brasil, o vocalista do Capital Inicial comentou seus hábitos literários: “Tenho lido muito mais romancistas, principalmente Paul Auster e Philip Roth. O que leio de não ficção, basicamente, é livro de história. Tenho fascínio pela Segunda Guerra Mundial e pela Idade Média. Tem um cara que escreveu um livro sobre a Batalha de Stalingrado, depois um sobre a queda do Muro de Berlim e o mais recente é sobre o Dia D: Antony Beevor. Esse O Dia D (Editora Record) eu li em inglês. É tão horripilante. Tem de ter uma certa paciência, porque ele fala muito sobre brigadas e grupos militares. Mas o drama humano é que é avassalador. É uma carnificina tão grande que você até duvida que aquilo possa ter acontecido.” Livro_07 Cat Power A cantora americana Cat Power, que se apresenta em novembro em São Paulo, como atração principal do Popload Festival, é uma leitora voraz. Ela posta com bastante frequência em seu Instagram fotos de livros que está desbravando, sejam comprados ou recebidos de presente – o que não é raro de acontecer. Alguns autores bastante famosos constam na cabeceira da artista, casos de Charles Bukowski e da escritora francesa feminista Simone de Beauvoir. Livro_08 Chris Martin Os livros preferidos do vocalista do Coldplay são O Velho e o Mar, do americano Ernest Hemingway, O Canto do Pássaro, do inglês Sebastian Faulks, e a famosa série de livros do detetive Sherlock Holmes, criado pelo escocês Sir Arthur Conan Doyle. Outras obras literárias fizeram a diferença no trabalho de Martin. Os Miseráveis, um dos mais famosos livros do escritor francês Victor Hugo, foi a grande inspiração para o quarto álbum da banda, Viva La Vida Or Death And All Of His Friends, lançado em 2008. Na época, o músico também estava lendo Charles Dickens, o que pode ser percebido nas letras de “Violet Hill” e “Cemeteries Of London”. Em 2010, o grupo passou a tocar em seus shows a música “Don Quixote”, com fortes referências ao cavaleiro medieval criado por Miguel de Cervantes. Livro_09 Kesha O livro preferido da cantora é Still Life with Woodpecker (sem tradução para o português), do escritor americano Tom Robbins. Trata-se de um conto de fadas pós-moderno, que chegou ao mercado em 1980. Outra obra bastante admirada por Kesha é Uma Breve História do Universo, best-seller do pensador Ken Wilber. Livro_10
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Dia do Livro: revelamos obras e autores favoritos de dez ídolos da música

por em 29/10/2014
Hoje
é o Dia Nacional do Livro! Para celebrar a data, Billboard Brasil organizou uma lista com os livros preferidos de alguns dos músicos que mais se interessam por literatura. Que tal aproveitar essas dicas e começar uma nova aventura hoje mesmo? Madonna Gwyneth Paltrow montou um clube do livro com algumas celebridades e sua amiga Madonna está entre elas. A ex-mulher de Chris Martin revelou quais são as obras preferidas da Rainha do Pop: Travessuras da Menina Má, do escritor peruano Mario Vargas Llosa, Shantaram, de Gregory David Roberts, e A Mulher do Viajante do Tempo, de Audrey Niffenegger, no qual se baseia o filme Te Amarei Para Sempre, de 2009. Em uma entrevista para a MTV americana, a cantora surpreendeu ao dizer que uma das obras de que mais gosta é O Alquimista, do escritor brasileiro mais traduzido no mundo, Paulo Coelho. Livro_01 Pitty Pitty é uma grande fã de ficção científica e um de seus livros preferidos é o clássico Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley. A obra de 1932 teve uma grande influência em seu álbum de estreia, Admirável Chip Novo, lançado em 2003, como o próprio título sugere. O romancista russo Fiódor Dostoiévski também está entre os preferidos da roqueira, que é fã do livro O Idiota. O polêmico escritor Charles Bukowski, nascido na Alemanha e criado nos Estados Unidos, também frequenta a estante da cantora. Livro_02 Lorde O fato de sua mãe ser poeta teve uma grande influência sobre Lorde, que começou a escrever suas próprias músicas entre os 13 e 14 anos. A cantora diz que sempre estava cercada de livros e que, por isso, gosta muito de ler. Suas obras preferidas são Iniciantes, coleção de contos do americano Raymond Carver, A Noite em Questão, de Tobias Wolff, Tudo Arrasado, Tudo Queimado, de Wells Tower, e Battleborn, de Claire Vaye Watkins. Livro_03 Billie Joe Armstrong Não é segredo para ninguém: o vocalista do Green Day já declarou inúmeras vezes que O Apanhador no Campo de Centeio, obra prima do escritor americano J.D. Salinger, é o seu livro preferido. O cantor se recusou a ler a obra quando estava no ensino médio. Anos mais tarde, sem professor cobrando a leitura, ele adentrou a obra e se identificou muito com o existencialismo e a busca por um sentido da vida do protagonista, o famoso Holden Caufield. A personagem foi parar no título da música "Who Wrote Holden Caufield?", do álbum Kerplunk!, de 1992. Livro_04 Lana Del Rey A literatura está muito presente no trabalho de Lana Del Rey, que já acalentou o sonho de ser poetisa. A música “Lolita”, da versão deluxe do álbum Born To Die, é uma alusão à obra homônima de Vladimir Nabokov, uma de suas preferidas. Um dos versos de “Off To The Races” é a frase de abertura do livro: "Light of my life, fire of my loins" (Luz da minha vida, fogo dos meus quadris). Lana tem tatuado no pulso direito “Nabokov Whitman”, em referência ao autor de Lolita e a Walt Whitman, um dos grandes poetas americanos. Outro poeta que está entre os preferidos da musa indie é o papa da contracultura Allen Ginsberg. No curta-metragem Tropico, dirigido por Anthony Mandler, a cantora declama trecho do poema Howl, o mais importante de Ginsberg. Livro_05 Hayley Williams O livro preferido da vocalista do Paramore é As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky. Além de escrever a obra, Chbosky foi responsável pelo roteiro e pela direção da ótima adaptação cinematográfica, lançada em 2012 – Logan Lerman e Emma Watson são os protagonistas do filme, que herdou o mesmo título do livro. Hayley também gosta muito da Saga Crepúsculo. Duas músicas de sua banda, Decode e I Caught Myself, integraram a trilha sonora da adaptação cinematográfica do primeiro livro da série. Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, é outra coleção admirada pela cantora, que pleiteia uma vaguinha na trilha sonora dos filmes da série. Livro_06 Dinho Ouro Preto Em entrevista à Billboard Brasil, o vocalista do Capital Inicial comentou seus hábitos literários: “Tenho lido muito mais romancistas, principalmente Paul Auster e Philip Roth. O que leio de não ficção, basicamente, é livro de história. Tenho fascínio pela Segunda Guerra Mundial e pela Idade Média. Tem um cara que escreveu um livro sobre a Batalha de Stalingrado, depois um sobre a queda do Muro de Berlim e o mais recente é sobre o Dia D: Antony Beevor. Esse O Dia D (Editora Record) eu li em inglês. É tão horripilante. Tem de ter uma certa paciência, porque ele fala muito sobre brigadas e grupos militares. Mas o drama humano é que é avassalador. É uma carnificina tão grande que você até duvida que aquilo possa ter acontecido.” Livro_07 Cat Power A cantora americana Cat Power, que se apresenta em novembro em São Paulo, como atração principal do Popload Festival, é uma leitora voraz. Ela posta com bastante frequência em seu Instagram fotos de livros que está desbravando, sejam comprados ou recebidos de presente – o que não é raro de acontecer. Alguns autores bastante famosos constam na cabeceira da artista, casos de Charles Bukowski e da escritora francesa feminista Simone de Beauvoir. Livro_08 Chris Martin Os livros preferidos do vocalista do Coldplay são O Velho e o Mar, do americano Ernest Hemingway, O Canto do Pássaro, do inglês Sebastian Faulks, e a famosa série de livros do detetive Sherlock Holmes, criado pelo escocês Sir Arthur Conan Doyle. Outras obras literárias fizeram a diferença no trabalho de Martin. Os Miseráveis, um dos mais famosos livros do escritor francês Victor Hugo, foi a grande inspiração para o quarto álbum da banda, Viva La Vida Or Death And All Of His Friends, lançado em 2008. Na época, o músico também estava lendo Charles Dickens, o que pode ser percebido nas letras de “Violet Hill” e “Cemeteries Of London”. Em 2010, o grupo passou a tocar em seus shows a música “Don Quixote”, com fortes referências ao cavaleiro medieval criado por Miguel de Cervantes. Livro_09 Kesha O livro preferido da cantora é Still Life with Woodpecker (sem tradução para o português), do escritor americano Tom Robbins. Trata-se de um conto de fadas pós-moderno, que chegou ao mercado em 1980. Outra obra bastante admirada por Kesha é Uma Breve História do Universo, best-seller do pensador Ken Wilber. Livro_10