NOTÍCIAS

Ed Sheeran retorna a São Paulo e domina público com seu talento

Cantor se apresentou pela segunda vez na cidade com show da turnê de seu mais recente trabalho, Divide

por Rebecca Silva em 29/05/2017

Ed Sheeran – Allianz Parque/São Paulo – 28/5

Dois anos depois da primeira passagem pelo Brasil, Ed Sheeran retornou ao país com mais hits, mais estrutura, mais público, mais datas, mas com a mesma essência. Ele se apresentou no Allianz Parque na noite deste domingo (28/05), depois de cantar em Curitiba e no Rio. A última parada da turnê Divide no país será em Belo Horizonte, nesta terça-feira (30/05).

MULHER É PRESA NA INGLATERRA POR OUVIR ED SHEERAN SEM PARAR

Como da outra vez, Sheeran sobe ao palco sozinho e se garante. Sua companhia são seus violões, pedais e, é claro, o público. Para esta turnê, a estrutura de palco cresceu, com o uso de grandes telões. Com montagens divertidas e coloridas a cada música, o efeito ajuda e muito em um show realizado em estádio. Em 2015, o cantor se apresentou para oito mil fãs no vizinho Espaço das Américas. Neste domingo, 40 mil pessoas foram ao estádio do Palmeiras para vê-lo. Com os telões localizados no centro do próprio palco em uma disposição criativa, a imagem de Sheeran é ampliada de forma que todos no estádio possam curtir o show.

Pontual, Sheeran iniciou o show com “Castle On The Hill”, do novo álbum e logo conquistou a plateia. Em seguida, já mostrou a outra faceta da sua carreira. Com “Eraser”, também do novo trabalho, Sheeran mostra no começo da apresentação o seu jeito romântico, contador de histórias, mas também animado e que se arrisca no rap.

DIVIDE, DE ED SHEERAN, JÁ É O ÁLBUM MAIS VENDIDO DO ANO – ATÉ AGORA 

Durante pouco mais de uma hora e meia, Sheeran apresentou um repertório cheio de hits, com músicas dos seus três discos, priorizando, é claro, as faixas do trabalho mais recente, Divide. O público, afiadíssimo, cantava – ou melhor, gritava – todas as letras com a empolgação de quem não precisava se preocupar com um show no domingo à noite.

Os gritos da plateia, inclusive, são motivo de piada no palco. Sheeran, sabendo dominar a plateia na palma da mão, brinca: “Quero que todos saiam daqui sem voz. Mas de cantar, não de gritar”. Ele ainda provocou o público dizendo que os argentinos eram os mais barulhentos. O pedido até que é atendido – as fãs com certeza saíram sem voz do estádio, mas de tanto gritar. Em certos momentos, da pista premium, era difícil ouvir o que Sheeran cantava. Não por causa do sistema de som, que funcionou muito bem. Mas pela proximidade com as mais animadas da plateia.

A experiência, assim, pode perder um pouco do apelo. Em um show baseado na experiência de ouvir um único cantor interpretando suas músicas – muitas delas baladas românticas, com foco na composição – acompanhado apenas por um violão e alguns pedais que o ajudam a reproduzir ali o que é possível se fazer em estúdio, a gritaria excessiva atrapalha a vibe do show, ainda nas faixas mais animadas.

ED SHEERAN QUASE DOBRA RECORDE DE THE WEEKND NO SPOTIFY 

Apesar de o último lançamento ser mais do mesmo, Divide garantiu para Sheeran o grande sucesso “Shape Of You”, que incendiou o Allianz já no final do show. Com as cartas na manga, ele deixou para o fim três das músicas mais animadas de sua discografia: “Sing”, “Shape Of You” e “You Need Me, I Don’t Need You”, terminando o show no mesmo clima animado que começou. Com isso, o fim de domingo tornou-se muito mais divertido e prazeroso do que assistir ao Fantástico.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Ed Sheeran retorna a São Paulo e domina público com seu talento

Cantor se apresentou pela segunda vez na cidade com show da turnê de seu mais recente trabalho, Divide

por Rebecca Silva em 29/05/2017

Ed Sheeran – Allianz Parque/São Paulo – 28/5

Dois anos depois da primeira passagem pelo Brasil, Ed Sheeran retornou ao país com mais hits, mais estrutura, mais público, mais datas, mas com a mesma essência. Ele se apresentou no Allianz Parque na noite deste domingo (28/05), depois de cantar em Curitiba e no Rio. A última parada da turnê Divide no país será em Belo Horizonte, nesta terça-feira (30/05).

MULHER É PRESA NA INGLATERRA POR OUVIR ED SHEERAN SEM PARAR

Como da outra vez, Sheeran sobe ao palco sozinho e se garante. Sua companhia são seus violões, pedais e, é claro, o público. Para esta turnê, a estrutura de palco cresceu, com o uso de grandes telões. Com montagens divertidas e coloridas a cada música, o efeito ajuda e muito em um show realizado em estádio. Em 2015, o cantor se apresentou para oito mil fãs no vizinho Espaço das Américas. Neste domingo, 40 mil pessoas foram ao estádio do Palmeiras para vê-lo. Com os telões localizados no centro do próprio palco em uma disposição criativa, a imagem de Sheeran é ampliada de forma que todos no estádio possam curtir o show.

Pontual, Sheeran iniciou o show com “Castle On The Hill”, do novo álbum e logo conquistou a plateia. Em seguida, já mostrou a outra faceta da sua carreira. Com “Eraser”, também do novo trabalho, Sheeran mostra no começo da apresentação o seu jeito romântico, contador de histórias, mas também animado e que se arrisca no rap.

DIVIDE, DE ED SHEERAN, JÁ É O ÁLBUM MAIS VENDIDO DO ANO – ATÉ AGORA 

Durante pouco mais de uma hora e meia, Sheeran apresentou um repertório cheio de hits, com músicas dos seus três discos, priorizando, é claro, as faixas do trabalho mais recente, Divide. O público, afiadíssimo, cantava – ou melhor, gritava – todas as letras com a empolgação de quem não precisava se preocupar com um show no domingo à noite.

Os gritos da plateia, inclusive, são motivo de piada no palco. Sheeran, sabendo dominar a plateia na palma da mão, brinca: “Quero que todos saiam daqui sem voz. Mas de cantar, não de gritar”. Ele ainda provocou o público dizendo que os argentinos eram os mais barulhentos. O pedido até que é atendido – as fãs com certeza saíram sem voz do estádio, mas de tanto gritar. Em certos momentos, da pista premium, era difícil ouvir o que Sheeran cantava. Não por causa do sistema de som, que funcionou muito bem. Mas pela proximidade com as mais animadas da plateia.

A experiência, assim, pode perder um pouco do apelo. Em um show baseado na experiência de ouvir um único cantor interpretando suas músicas – muitas delas baladas românticas, com foco na composição – acompanhado apenas por um violão e alguns pedais que o ajudam a reproduzir ali o que é possível se fazer em estúdio, a gritaria excessiva atrapalha a vibe do show, ainda nas faixas mais animadas.

ED SHEERAN QUASE DOBRA RECORDE DE THE WEEKND NO SPOTIFY 

Apesar de o último lançamento ser mais do mesmo, Divide garantiu para Sheeran o grande sucesso “Shape Of You”, que incendiou o Allianz já no final do show. Com as cartas na manga, ele deixou para o fim três das músicas mais animadas de sua discografia: “Sing”, “Shape Of You” e “You Need Me, I Don’t Need You”, terminando o show no mesmo clima animado que começou. Com isso, o fim de domingo tornou-se muito mais divertido e prazeroso do que assistir ao Fantástico.