NOTÍCIAS

Eddie Vedder faz discurso emocionado sobre Chris Cornell

Artista está em turnê solo pela Europa

por Redação em 07/06/2017

Eddie Vedder deu início a uma turnê solo na Europa na semana passada e transformou o primeiro show em um tributo para Chris Cornell.

SERJ TANKIAN, DO SYSTEM OF A DOWN, FAZ TRIBUTO PARA CHRIS CORNELL

Mas foi em seu show em Londres, no Hammersmith Apollo, que Vedder falou abertamente sobre a morte de seu amigo pela primeira vez, fazendo um discurso longo e emocionante para o público:

NORAH JONES FAZ TRIBUTO EMOCIONADO A CHRIS CORNELL; VEJA

“Às vezes é difícil de se concentrar nesses dias. Estava pensando na história desse prédio e na história de Bowie. Então comecei a pensar nisso e minha mente viajou.

Não tenho falado sobre algumas coisas e sinto que é evidente porque perdi um amigo muito próximo, alguém que...

Vou falar, cresci com quatro garotos, quatro irmãos e perdi um irmão há dois anos tragicamente em um acidente. Depois disso e de perder mais algumas pessoas, não sou bom nisso. Não quero aceitar a realidade e é assim que estou lidando com isso.

Quero estar presente para a família, a comunidade, meus irmãos de banda, os irmãos da banda dele. Mas essas coisas levam tempo e meu amigo foi embora para sempre.

Essas coisas levam tempo e quero falar isso para todos que foram afetados por isso, e todos em casa e aqui apreciam muito isso, o apoio e os bons pensamentos de um homem que não era apenas um amigo, era alguém que eu admirava como irmão mais velho.

Uns dois dias depois da notícia, acho que foi na segunda noite, estávamos dormindo nesse chalé perto da água, um lugar que ele amaria. E todas essas memórias começaram a voltar por volta da 1h30 da madrugada, me acordaram. Grandes memórias, daquelas que eu penso a todo tempo. Como se tivessem grandes músculos.

E não pude contê-las. Tentando dormir, era como se meus vizinhos tivessem música tocando e não podia parar. Mas tudo bem, porque se transformou em pequenas lembranças. Continuou e continuou. E percebi quão sortudo eu era por ter tantas horas de... você sabe, se cada memória dessa fosse rápida, eu tenho horas delas. Quão sortudo sou eu? Não quis ficar triste, quis ficar grato. Ainda penso nessas memórias e viverei com elas no meu coração e o amarei para sempre."

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Eddie Vedder faz discurso emocionado sobre Chris Cornell

Artista está em turnê solo pela Europa

por Redação em 07/06/2017

Eddie Vedder deu início a uma turnê solo na Europa na semana passada e transformou o primeiro show em um tributo para Chris Cornell.

SERJ TANKIAN, DO SYSTEM OF A DOWN, FAZ TRIBUTO PARA CHRIS CORNELL

Mas foi em seu show em Londres, no Hammersmith Apollo, que Vedder falou abertamente sobre a morte de seu amigo pela primeira vez, fazendo um discurso longo e emocionante para o público:

NORAH JONES FAZ TRIBUTO EMOCIONADO A CHRIS CORNELL; VEJA

“Às vezes é difícil de se concentrar nesses dias. Estava pensando na história desse prédio e na história de Bowie. Então comecei a pensar nisso e minha mente viajou.

Não tenho falado sobre algumas coisas e sinto que é evidente porque perdi um amigo muito próximo, alguém que...

Vou falar, cresci com quatro garotos, quatro irmãos e perdi um irmão há dois anos tragicamente em um acidente. Depois disso e de perder mais algumas pessoas, não sou bom nisso. Não quero aceitar a realidade e é assim que estou lidando com isso.

Quero estar presente para a família, a comunidade, meus irmãos de banda, os irmãos da banda dele. Mas essas coisas levam tempo e meu amigo foi embora para sempre.

Essas coisas levam tempo e quero falar isso para todos que foram afetados por isso, e todos em casa e aqui apreciam muito isso, o apoio e os bons pensamentos de um homem que não era apenas um amigo, era alguém que eu admirava como irmão mais velho.

Uns dois dias depois da notícia, acho que foi na segunda noite, estávamos dormindo nesse chalé perto da água, um lugar que ele amaria. E todas essas memórias começaram a voltar por volta da 1h30 da madrugada, me acordaram. Grandes memórias, daquelas que eu penso a todo tempo. Como se tivessem grandes músculos.

E não pude contê-las. Tentando dormir, era como se meus vizinhos tivessem música tocando e não podia parar. Mas tudo bem, porque se transformou em pequenas lembranças. Continuou e continuou. E percebi quão sortudo eu era por ter tantas horas de... você sabe, se cada memória dessa fosse rápida, eu tenho horas delas. Quão sortudo sou eu? Não quis ficar triste, quis ficar grato. Ainda penso nessas memórias e viverei com elas no meu coração e o amarei para sempre."