NOTÍCIAS

Eleição: “Festa”, de Ivete Sangalo, é o melhor refrão desse século

Júri da Billboard Brasil definiu a lista, que contou com voto de desempate do produtor Rick Bonadio

por Marcos Lauro em 24/10/2017

A Billboard Brasil reuniu seu júri mais uma vez para uma eleição. Depois de escolhermos o artista mais completo de todos os tempos e o artista mais completo do Brasil , chegou a hora do grupo votar no melhor refrão desse século.

Três músicas terminaram a eleição empatadas em primeiro lugar. A partir disso, convidamos o produtor musical Rick Bonadio para o voto de desempate. E ele escolheu “Festa”, de Ivete Sangalo, do álbum homônimo à música, de 2001.

RICK BONADIO EXPLICA O SEGREDO DE UM BOM REFRÃO E A PREFERÊNCIA POR IVETE SANGALO NA ELEIÇÃO DA BILLBOARD BRASIL

Veja na galeria abaixo a lista com as 12 músicas mais votadas como o melhor refrão desse século na música brasileira:

Melhor refrão: “Festa”, Ivete Sangalo – 6 votos
Álbum Festa, 2001
Compositor: Anderson Cunha

Na opinião do júri da Billboard Brasil, a música terminou empatada na primeira colocação. Mas na opinião do produtor musical Rick Bonadio, a faixa da Ivete Sangalo é a dona do melhor refrão desse século. “Sem dúvida nenhuma, essa música é atemporal. O Brasil canta e em qualquer festa ou comemoração que ‘vai rolar a festa’”, defendeu o produtor.

Reprodução

Vice: “Show das Poderosas”, Anitta – 6 votos
Álbum Anitta, 2013
Compositora: Anitta

Primeiro single da fase de renovação da artista, que saía do funk para o pop. O refrão abre a música e faz o ouvinte se preparar para o novo som da cantora. Afinal, era a “hora do show das poderosas, que descem e rebolam”. O girl power estava só começando na carreira de Anitta, que hoje deslancha em carreira internacional.

Divulgação

Vice: “Aí, Se Eu Te Pego”, Michel Teló – 6 votos
Single, 2011
Compositores: Antonio Dyggs/Sharon Acioly

A música nasceu de uma brincadeira de um grupo de estudantes e Michel Teló nem foi o primeiro a gravar a música. Mas em 2011, ele fez a sua versão e lançou como single em seu próprio site e se tornou o fenômeno que acompanhamos de perto. De Cristiano Ronaldo fazendo a coreografia ao fazer gol até versões em inglês, alemão e croata (!!!), Michel Teló deu a volta no mundo com esse refrão simples e pegajoso.

Divulgação

4º: “Festa No Apê”, Latino – 5 votos
Álbum Latino Apresenta As Aventuras de DJ L, 2004
Compositor: Dan Balan

O grupo romeno O-Zone lançou a música “Dragostea Din Tei” em 2003 e conseguiu emplacar o hit em rádios jovens e de música eletrônica. Sempre antenado às novidades, Latino se ligou no sucesso e gravou sua versão. Claro que grudou na mente até daqueles que não curtem muito o artista e o som virou sinônimo de diversão.

Divulgação

4º: "Deixa A Vida Me Levar", Zeca Pagodinho – 5 votos
Álbum Deixa A Vida Me Levar, 2002
Compositores: Serginho Meriti/Eri do Cais

Zeca Pagodinho já é, naturalmente, trilha sonora para festas, churrascos e afins. Mas em 2002, ele soltou essa pérola do descompromisso para ser cantada até pelo mais doente do pé.

Divulgação

6º: “Vou Deixar”, Skank – 4 votos
Álbum Cosmotron, 2003
Compositores: Samuel Rosa/Chico Amaral

Num álbum com tantos hits (“Dois Rios”, “Amores Imperfeitos”...), o Skank chega bem colocado nesse ranking com a explosiva “Vou Deixar”, aquela em que você enche o peito de ar para cantar o refrão no karaokê.

Divulgação

6º: “Beijinho No Ombro”, Valesca Popozuda – 4 votos
Single, 2014
Compositores: André Vieira/Leandro Castro/Wallace Viana

Valesca saiu do funk para cair no pop e ainda virar a rainha do público LGBT. E ainda conseguiu popularizar o bordão “beijinho no ombro”, dito sempre para as recalcadas de plantão. Poucos conseguem transformar seu refrão em meme hoje em dia.

Divulgação

8º: “10%”, Maiara & Maraísa – 3 votos
Álbum Ao Vivo Em Goiãnia, 2016
Compositores: Gabriel Agra/Danillo Dávilla

Toda a sofrência do novo sertanejo cantado por mulheres. Letras e temáticas que eram exclusivas dos homens, hoje são cantadas a plenos pulmões por mulheres em baladas de todo o Brasil. E se estiver muito sofrido, é só pedir pro garçom trocar o DVD...

Divulgação

8º: “Ela Só Pensa Em Beijar (Se Ela Dança Eu Danço)”, MC Leozinho – 3 votos
Álbum Se Ela Dança Eu Danço, 2006
Compositor: MC Leozinho

Os anos 2000 foram benevolentes com o funk carioca e diversos artistas tiveram hits de nível nacional – num período em que a transição para o pop estava apenas começando. Um desses hits foi esse do MC Leozinho, que tocou em rádios, TV e festas de todo o país de 2006 para 2007.

Reprodução/Globo Play

8º: “Glamurosa”, MC Marcinho – 3 votos
Álbum Perfil Ao Vivo, 2002
Compositor: MC Marcinho

No comecinho dos anos 2000, toda garota queria ser a “rainha do funk”. MC Marcinho fez esse hino em homenagem às meninas dos bailes funk e o refrão grudou legal.

Divulgação

8º: “Burguesinha”, Seu Jorge – 3 votos
Álbum América Brasil – O Disco, 2007
Compositores: Seu Jorge/Pretinho da Serrinha/Gabriel Moura

Das jovens até as adultas e mais populares, poucas rádios resistiram ao sucesso de “Burguesinha”. É um dos sons mais significativos da carreira de Seu Jorge, que conseguiu reforçar seu refrão tanto em rodas de samba quanto em lounges de todo o país.

Divulgação

: “Velha Infância”, Tribalistas – 3 votos
Álbum TRIBALISTAS - Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown, 2002
Compositores: Arnaldo Antunes/Carlinhos Brown/Davi Moraes/Marisa Monte/Pedro Baby

Marisa, Arnaldo e Carlinhos Brown já eram parceiros de composição há alguns anos. Mas em 2002, resolveram juntar suas força “oficialmente” sob o nome de Tribalhistas, um fenômeno de vendas e de popularidade. A “Velha Infância” foi a que mais grudou seu refrão na cabeça dos fãs, segundo o júri da Billboard Brasil.

Divulgação

IVETE COMENTA O RESULTADO: "'FESTA' É UM MARCO NA MINHA CARREIRA"

Votaram: Bruna Serur, Lucas Borges Teixeira, Marcos Lauro, Marcos Sergio Silva, Marcos Xi, Mauricio Amêndola, Monica Herculano, Patrícia Palumbo, Rebecca Silva, Ricardo Scott, Roberta Pate, Wagner Gueller e Yasmin Muller.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Eleição: “Festa”, de Ivete Sangalo, é o melhor refrão desse século

Júri da Billboard Brasil definiu a lista, que contou com voto de desempate do produtor Rick Bonadio

por Marcos Lauro em 24/10/2017

A Billboard Brasil reuniu seu júri mais uma vez para uma eleição. Depois de escolhermos o artista mais completo de todos os tempos e o artista mais completo do Brasil , chegou a hora do grupo votar no melhor refrão desse século.

Três músicas terminaram a eleição empatadas em primeiro lugar. A partir disso, convidamos o produtor musical Rick Bonadio para o voto de desempate. E ele escolheu “Festa”, de Ivete Sangalo, do álbum homônimo à música, de 2001.

RICK BONADIO EXPLICA O SEGREDO DE UM BOM REFRÃO E A PREFERÊNCIA POR IVETE SANGALO NA ELEIÇÃO DA BILLBOARD BRASIL

Veja na galeria abaixo a lista com as 12 músicas mais votadas como o melhor refrão desse século na música brasileira:

Melhor refrão: “Festa”, Ivete Sangalo – 6 votos
Álbum Festa, 2001
Compositor: Anderson Cunha

Na opinião do júri da Billboard Brasil, a música terminou empatada na primeira colocação. Mas na opinião do produtor musical Rick Bonadio, a faixa da Ivete Sangalo é a dona do melhor refrão desse século. “Sem dúvida nenhuma, essa música é atemporal. O Brasil canta e em qualquer festa ou comemoração que ‘vai rolar a festa’”, defendeu o produtor.

Reprodução

Vice: “Show das Poderosas”, Anitta – 6 votos
Álbum Anitta, 2013
Compositora: Anitta

Primeiro single da fase de renovação da artista, que saía do funk para o pop. O refrão abre a música e faz o ouvinte se preparar para o novo som da cantora. Afinal, era a “hora do show das poderosas, que descem e rebolam”. O girl power estava só começando na carreira de Anitta, que hoje deslancha em carreira internacional.

Divulgação

Vice: “Aí, Se Eu Te Pego”, Michel Teló – 6 votos
Single, 2011
Compositores: Antonio Dyggs/Sharon Acioly

A música nasceu de uma brincadeira de um grupo de estudantes e Michel Teló nem foi o primeiro a gravar a música. Mas em 2011, ele fez a sua versão e lançou como single em seu próprio site e se tornou o fenômeno que acompanhamos de perto. De Cristiano Ronaldo fazendo a coreografia ao fazer gol até versões em inglês, alemão e croata (!!!), Michel Teló deu a volta no mundo com esse refrão simples e pegajoso.

Divulgação

4º: “Festa No Apê”, Latino – 5 votos
Álbum Latino Apresenta As Aventuras de DJ L, 2004
Compositor: Dan Balan

O grupo romeno O-Zone lançou a música “Dragostea Din Tei” em 2003 e conseguiu emplacar o hit em rádios jovens e de música eletrônica. Sempre antenado às novidades, Latino se ligou no sucesso e gravou sua versão. Claro que grudou na mente até daqueles que não curtem muito o artista e o som virou sinônimo de diversão.

Divulgação

4º: "Deixa A Vida Me Levar", Zeca Pagodinho – 5 votos
Álbum Deixa A Vida Me Levar, 2002
Compositores: Serginho Meriti/Eri do Cais

Zeca Pagodinho já é, naturalmente, trilha sonora para festas, churrascos e afins. Mas em 2002, ele soltou essa pérola do descompromisso para ser cantada até pelo mais doente do pé.

Divulgação

6º: “Vou Deixar”, Skank – 4 votos
Álbum Cosmotron, 2003
Compositores: Samuel Rosa/Chico Amaral

Num álbum com tantos hits (“Dois Rios”, “Amores Imperfeitos”...), o Skank chega bem colocado nesse ranking com a explosiva “Vou Deixar”, aquela em que você enche o peito de ar para cantar o refrão no karaokê.

Divulgação

6º: “Beijinho No Ombro”, Valesca Popozuda – 4 votos
Single, 2014
Compositores: André Vieira/Leandro Castro/Wallace Viana

Valesca saiu do funk para cair no pop e ainda virar a rainha do público LGBT. E ainda conseguiu popularizar o bordão “beijinho no ombro”, dito sempre para as recalcadas de plantão. Poucos conseguem transformar seu refrão em meme hoje em dia.

Divulgação

8º: “10%”, Maiara & Maraísa – 3 votos
Álbum Ao Vivo Em Goiãnia, 2016
Compositores: Gabriel Agra/Danillo Dávilla

Toda a sofrência do novo sertanejo cantado por mulheres. Letras e temáticas que eram exclusivas dos homens, hoje são cantadas a plenos pulmões por mulheres em baladas de todo o Brasil. E se estiver muito sofrido, é só pedir pro garçom trocar o DVD...

Divulgação

8º: “Ela Só Pensa Em Beijar (Se Ela Dança Eu Danço)”, MC Leozinho – 3 votos
Álbum Se Ela Dança Eu Danço, 2006
Compositor: MC Leozinho

Os anos 2000 foram benevolentes com o funk carioca e diversos artistas tiveram hits de nível nacional – num período em que a transição para o pop estava apenas começando. Um desses hits foi esse do MC Leozinho, que tocou em rádios, TV e festas de todo o país de 2006 para 2007.

Reprodução/Globo Play

8º: “Glamurosa”, MC Marcinho – 3 votos
Álbum Perfil Ao Vivo, 2002
Compositor: MC Marcinho

No comecinho dos anos 2000, toda garota queria ser a “rainha do funk”. MC Marcinho fez esse hino em homenagem às meninas dos bailes funk e o refrão grudou legal.

Divulgação

8º: “Burguesinha”, Seu Jorge – 3 votos
Álbum América Brasil – O Disco, 2007
Compositores: Seu Jorge/Pretinho da Serrinha/Gabriel Moura

Das jovens até as adultas e mais populares, poucas rádios resistiram ao sucesso de “Burguesinha”. É um dos sons mais significativos da carreira de Seu Jorge, que conseguiu reforçar seu refrão tanto em rodas de samba quanto em lounges de todo o país.

Divulgação

: “Velha Infância”, Tribalistas – 3 votos
Álbum TRIBALISTAS - Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown, 2002
Compositores: Arnaldo Antunes/Carlinhos Brown/Davi Moraes/Marisa Monte/Pedro Baby

Marisa, Arnaldo e Carlinhos Brown já eram parceiros de composição há alguns anos. Mas em 2002, resolveram juntar suas força “oficialmente” sob o nome de Tribalhistas, um fenômeno de vendas e de popularidade. A “Velha Infância” foi a que mais grudou seu refrão na cabeça dos fãs, segundo o júri da Billboard Brasil.

Divulgação

IVETE COMENTA O RESULTADO: "'FESTA' É UM MARCO NA MINHA CARREIRA"

Votaram: Bruna Serur, Lucas Borges Teixeira, Marcos Lauro, Marcos Sergio Silva, Marcos Xi, Mauricio Amêndola, Monica Herculano, Patrícia Palumbo, Rebecca Silva, Ricardo Scott, Roberta Pate, Wagner Gueller e Yasmin Muller.