NOTÍCIAS

Em segunda passagem pelo Brasil em 2014, Capital Cities mostra que tem mais do que um hit

por em 03/12/2014
ong>Por Mariana Saad Masotti Em sua segunda apresentação em menos de um ano no Brasil, o Capital Cities ocupou o Citibank Hall e não deixou a desejar. O show da banda californiana – que esteve no elenco do último Lollapalooza – começou às 21h40 em ponto e o lugar, que antes não parecia muito animado, foi enchendo aos poucos, até chegar a sua quase lotação máxima. Com “Tell Me How To Live”, Ryan Merchant e Sebu Simonian adentraram o palco lado a lado e despertaram aplausos e gritos intermináveis. A música parecia fazer efeito nas pessoas, com sua letra que afirma “I’ve been so hypnotized” (eu estive tão hipnotizado). Era assim que todo mundo parecia estar: os olhares não saíam do palco. Com um som indie dance que faz lembrar muito as animadas danceterias dos anos 80, o Capital Cities não parece ser uma banda nova. A presença de palco, as interações com o público e a alegria transparente ao entoarem seus principais singles explicam exatamente o porquê de todas as pessoas presentes não conseguirem ficar paradas por um segundo sequer. O trompete de Spencer Ludwig roubou a cena inúmeras vezes. Os solos – principalmente o do hit “Safe And Sound” – animaram a plateia e fizeram com que ela acompanhasse as danças coreografadas como se já soubessem todas de cor há muitos anos. Em meio a canções como “I Sold My Bed, But Not My Stereo”, “Kangaroo Court” e “Origami”, a banda de Los Angeles relembrou sucessos dos anos 90, como “Remember The Time”, do eterno Rei do Pop Michael Jackson, e “Stayin’ Alive”, do Bee Gees. Não eram apenas os principais sucessos que estavam na ponta da língua das pessoas. Todas as músicas foram bem recebidas. Em pouco mais de uma hora de show, o grupo provou que está deixando de ser ‘a banda de ‘Safe And Sound’ para se tornar, enfim, o Capital Cities.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Em segunda passagem pelo Brasil em 2014, Capital Cities mostra que tem mais do que um hit

por em 03/12/2014
ong>Por Mariana Saad Masotti Em sua segunda apresentação em menos de um ano no Brasil, o Capital Cities ocupou o Citibank Hall e não deixou a desejar. O show da banda californiana – que esteve no elenco do último Lollapalooza – começou às 21h40 em ponto e o lugar, que antes não parecia muito animado, foi enchendo aos poucos, até chegar a sua quase lotação máxima. Com “Tell Me How To Live”, Ryan Merchant e Sebu Simonian adentraram o palco lado a lado e despertaram aplausos e gritos intermináveis. A música parecia fazer efeito nas pessoas, com sua letra que afirma “I’ve been so hypnotized” (eu estive tão hipnotizado). Era assim que todo mundo parecia estar: os olhares não saíam do palco. Com um som indie dance que faz lembrar muito as animadas danceterias dos anos 80, o Capital Cities não parece ser uma banda nova. A presença de palco, as interações com o público e a alegria transparente ao entoarem seus principais singles explicam exatamente o porquê de todas as pessoas presentes não conseguirem ficar paradas por um segundo sequer. O trompete de Spencer Ludwig roubou a cena inúmeras vezes. Os solos – principalmente o do hit “Safe And Sound” – animaram a plateia e fizeram com que ela acompanhasse as danças coreografadas como se já soubessem todas de cor há muitos anos. Em meio a canções como “I Sold My Bed, But Not My Stereo”, “Kangaroo Court” e “Origami”, a banda de Los Angeles relembrou sucessos dos anos 90, como “Remember The Time”, do eterno Rei do Pop Michael Jackson, e “Stayin’ Alive”, do Bee Gees. Não eram apenas os principais sucessos que estavam na ponta da língua das pessoas. Todas as músicas foram bem recebidas. Em pouco mais de uma hora de show, o grupo provou que está deixando de ser ‘a banda de ‘Safe And Sound’ para se tornar, enfim, o Capital Cities.