NOTÍCIAS

Empresa corrige Jay Z por dizer que “água é de graça”

por em 29/05/2015
A em
presa Denver Water escreveu uma carta aberta ao rapper Jay Z depois que ele disse que “nós podemos beber água de graça da torneira, porém achamos que tudo bem pagar por ela”. A frase foi dita em defesa do Tidal, seu serviço de streaming de música, ao justificar o pagamento dos direitos autorais aos artistas. Mas, ao que tudo indica, nem todo mundo concorda com isso. “Eu admiro o fato de você ter se tornado muito mais do que um artista, e você tem, talvez, a letra mais legal que eu já ouvi: ‘eu não sou um empresário, sou um homem de negócios’. Mas, recentemente, você fez uma comparação entre água e música. E, a partir do momento que água é o meu negócio, eu tenho que lhe dizer: meta-se com o seu próprio negócio, homem!”, diz a carta. Até o momento, não foi revelado se havia ou não a assinatura de algum dos executivos da companhia nela. “Isso não significa que a água não deva ser de graça. Mas o seu comentário levanta a questão de como as pessoas valorizam a água – um problema com o qual a nossa empresa luta o tempo todo”, dizia também o documento.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Empresa corrige Jay Z por dizer que “água é de graça”

por em 29/05/2015
A em
presa Denver Water escreveu uma carta aberta ao rapper Jay Z depois que ele disse que “nós podemos beber água de graça da torneira, porém achamos que tudo bem pagar por ela”. A frase foi dita em defesa do Tidal, seu serviço de streaming de música, ao justificar o pagamento dos direitos autorais aos artistas. Mas, ao que tudo indica, nem todo mundo concorda com isso. “Eu admiro o fato de você ter se tornado muito mais do que um artista, e você tem, talvez, a letra mais legal que eu já ouvi: ‘eu não sou um empresário, sou um homem de negócios’. Mas, recentemente, você fez uma comparação entre água e música. E, a partir do momento que água é o meu negócio, eu tenho que lhe dizer: meta-se com o seu próprio negócio, homem!”, diz a carta. Até o momento, não foi revelado se havia ou não a assinatura de algum dos executivos da companhia nela. “Isso não significa que a água não deva ser de graça. Mas o seu comentário levanta a questão de como as pessoas valorizam a água – um problema com o qual a nossa empresa luta o tempo todo”, dizia também o documento.