NOTÍCIAS

Entrevista: Daniel Boaventura lança DVD em São Paulo

por em 19/05/2015
Por
Rodrigo Amaral da Rocha Já foi-se o tempo em que Daniel Boaventura era conhecido unicamente como ator de televisão. E engana-se quem pensa que a dramaturgia entrou na vida dele primeiro. Desde quando morava em Salvador, onde nasceu, tocava em diversas banas – sempre influenciado pelo rock e jazz. Hoje ele está focado em sua carreira como cantor, que já toma caminhos internacionais. A Billboard Brasil falou com Daniel por telefone direto do México, onde está divulgando o novo show do CD e DVD Your Song, segundo DVD da carreira. Daniel Boaventura faz o show de lançamento do DVD Your Song, nessa quarta-feira (20/05) em São Paulo, no Teatro NET SP, em duas sessões: 19h30 e 21h. Como o México acabou fazendo parte da turnê de divulgação? Meu último DVD chegou aos conhecimentos da Sony México e eles resolveram colocar a venda nas lojas locais. O resultado foi surpreendente. Por causa dessa aceitação, a Sony México quis me trazer pra cá. E a receptividade foi incrível. Você se sente mais a vontade cantando na língua inglesa? Fui criado nos Estados Unidos, então sempre ouvi muita música americana. Desde Led Zeppelin, Dire Straits a muita influência do jazz e do blues. Não tinha outra saída como artista a não ser virar uma espécie de crooner. E, por eu ser barítono, a voz encaixa bem com o inglês. Mas agora, no novo trabalho, o publico também passou a cobrar muito eu cantar em português. Então escolhi Roberto Carlos, o cantor mais popular do país. Escutando o seu repertório, percebi que ele é um standard brasileiro, algo que se adaptava perfeitamente a minha voz. Tem pretensão de seguir carreira internacional? O fato de cantar em outros idiomas não facilita uma carreira internacional. Mas sim, desde o começo sempre pensei nisso. O idioma, quando você está fora, ajuda, mas não pode ser a linha-mestra. Eu acho que é a sua personalidade, a maneira que você interpreta q vai encantar as pessoas. É isso que estou tentando, e a aceitação no México está sendo a prova disso.  
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Entrevista: Daniel Boaventura lança DVD em São Paulo

por em 19/05/2015
Por
Rodrigo Amaral da Rocha Já foi-se o tempo em que Daniel Boaventura era conhecido unicamente como ator de televisão. E engana-se quem pensa que a dramaturgia entrou na vida dele primeiro. Desde quando morava em Salvador, onde nasceu, tocava em diversas banas – sempre influenciado pelo rock e jazz. Hoje ele está focado em sua carreira como cantor, que já toma caminhos internacionais. A Billboard Brasil falou com Daniel por telefone direto do México, onde está divulgando o novo show do CD e DVD Your Song, segundo DVD da carreira. Daniel Boaventura faz o show de lançamento do DVD Your Song, nessa quarta-feira (20/05) em São Paulo, no Teatro NET SP, em duas sessões: 19h30 e 21h. Como o México acabou fazendo parte da turnê de divulgação? Meu último DVD chegou aos conhecimentos da Sony México e eles resolveram colocar a venda nas lojas locais. O resultado foi surpreendente. Por causa dessa aceitação, a Sony México quis me trazer pra cá. E a receptividade foi incrível. Você se sente mais a vontade cantando na língua inglesa? Fui criado nos Estados Unidos, então sempre ouvi muita música americana. Desde Led Zeppelin, Dire Straits a muita influência do jazz e do blues. Não tinha outra saída como artista a não ser virar uma espécie de crooner. E, por eu ser barítono, a voz encaixa bem com o inglês. Mas agora, no novo trabalho, o publico também passou a cobrar muito eu cantar em português. Então escolhi Roberto Carlos, o cantor mais popular do país. Escutando o seu repertório, percebi que ele é um standard brasileiro, algo que se adaptava perfeitamente a minha voz. Tem pretensão de seguir carreira internacional? O fato de cantar em outros idiomas não facilita uma carreira internacional. Mas sim, desde o começo sempre pensei nisso. O idioma, quando você está fora, ajuda, mas não pode ser a linha-mestra. Eu acho que é a sua personalidade, a maneira que você interpreta q vai encantar as pessoas. É isso que estou tentando, e a aceitação no México está sendo a prova disso.