NOTÍCIAS

Estamos sendo justos com a Anitta?

Eleição de artista mais completo do Brasil não privilegiou a cantora - e tantos outros nomes da nova geração

por Marcos Lauro em 23/09/2016

Anitta surgiu para o grande público – mas ainda limitado ao Rio de Janeiro – em 2012. No ano seguinte, já com um disco de estreia (homônimo) lançado por uma grande gravadora, ganhou alcance nacional com seu funk pop, baladas de amor e muita (mais muita mesmo!) animação.

Três anos depois da estreia, Anitta tem três álbuns, atuação no cinema e na TV (tem seu próprio programa, o Música Boa Ao Vivo, no Multishow), web-documentários, clipes com milhões de visualizações, parcerias com artistas internacionais e diversos prêmios – incluindo um respeitável APCA (Associação Paulista dos Críticos de Artes) como revelação em 2013.

Mas esse histórico todo não foi suficiente para sensibilizar o júri formado pela Billboard Brasil. A cantora, que estava na lista inicial dos 100 artistas que receberam notas dos jurados convidados, não pontuou sequer para aparecer entre os 50 mais. Estamos sendo justos com a Anitta?

OS ARTISTAS MAIS COMPLETOS DO BRASIL

Claro que a reflexão aqui não é apenas sobre a Anitta, mas sobre toda uma nova geração de artistas. É óbvio que um artista precisa provar, com o tempo, que é completo e bom o suficiente para continuar no ramo. Mas uma lista com 50 nomes não comportaria mais nomes novos? Ivete Sangalo, com seus mais de 20 anos de carreira, precisaria provar mais alguma coisa para pegar um lugarzinho no top 10 de uma votação desse tipo em vez de terminar na 21ª colocação?

Sempre houve um abismo entre crítica e público e isso é absolutamente normal. Artistas elevados pela crítica vendem pouco. Outros, que caem no gosto popular, recebem críticas ferrenhas dos profissionais do jornalismo cultural. Mas numa lista como essa, em que profissionais se debruçam para dar notas imparciais para diversos quesitos na carreira de um artista, essa diferença deveria ser diminuída.

VOTO POPULAR: AGORA É A SUA VEZ DE DIZER QUAL É O ARTISTA MAIS COMPLETO DO BRASIL

Fica a dúvida: se repetirmos essa eleição daqui cinco anos, Anitta terá provado (ainda mais) o seu valor? Quais artistas da nova geração terão fôlego para ocuparem o Top 10 dessa lista?

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Estamos sendo justos com a Anitta?

Eleição de artista mais completo do Brasil não privilegiou a cantora - e tantos outros nomes da nova geração

por Marcos Lauro em 23/09/2016

Anitta surgiu para o grande público – mas ainda limitado ao Rio de Janeiro – em 2012. No ano seguinte, já com um disco de estreia (homônimo) lançado por uma grande gravadora, ganhou alcance nacional com seu funk pop, baladas de amor e muita (mais muita mesmo!) animação.

Três anos depois da estreia, Anitta tem três álbuns, atuação no cinema e na TV (tem seu próprio programa, o Música Boa Ao Vivo, no Multishow), web-documentários, clipes com milhões de visualizações, parcerias com artistas internacionais e diversos prêmios – incluindo um respeitável APCA (Associação Paulista dos Críticos de Artes) como revelação em 2013.

Mas esse histórico todo não foi suficiente para sensibilizar o júri formado pela Billboard Brasil. A cantora, que estava na lista inicial dos 100 artistas que receberam notas dos jurados convidados, não pontuou sequer para aparecer entre os 50 mais. Estamos sendo justos com a Anitta?

OS ARTISTAS MAIS COMPLETOS DO BRASIL

Claro que a reflexão aqui não é apenas sobre a Anitta, mas sobre toda uma nova geração de artistas. É óbvio que um artista precisa provar, com o tempo, que é completo e bom o suficiente para continuar no ramo. Mas uma lista com 50 nomes não comportaria mais nomes novos? Ivete Sangalo, com seus mais de 20 anos de carreira, precisaria provar mais alguma coisa para pegar um lugarzinho no top 10 de uma votação desse tipo em vez de terminar na 21ª colocação?

Sempre houve um abismo entre crítica e público e isso é absolutamente normal. Artistas elevados pela crítica vendem pouco. Outros, que caem no gosto popular, recebem críticas ferrenhas dos profissionais do jornalismo cultural. Mas numa lista como essa, em que profissionais se debruçam para dar notas imparciais para diversos quesitos na carreira de um artista, essa diferença deveria ser diminuída.

VOTO POPULAR: AGORA É A SUA VEZ DE DIZER QUAL É O ARTISTA MAIS COMPLETO DO BRASIL

Fica a dúvida: se repetirmos essa eleição daqui cinco anos, Anitta terá provado (ainda mais) o seu valor? Quais artistas da nova geração terão fôlego para ocuparem o Top 10 dessa lista?