NOTÍCIAS

Ewan McGregor, Gary Oldman e Seal fazem tributo a Bowie

por em 09/02/2016

O The Roxy, em West Hollywood, estava lotado na segunda-feira (08/02) para "Celebrando David Bowie", um evento beneficente em homenagem ao falecido cantor.

O show foi organizado às pressas pelo músico Angelo Bundini, que já prestou homenagens semelhantes ao Talking Heads e Peter Gabriel. Mas as melhores intenções nem sempre significam um show consistente: a apresentação de quatro horas sem intervalos e mal ensaiada resultou em vários erros entre cantores convidados, para uma noite que terminou sendo tanto gratificante quanto desgastante.

NOVAS MÚSICAS DE BOWIE DEVEM SER LANÇADAS ATÉ 2017

Esses sucessos foram, em geral (e sem surpresa), as canções mais conhecidas de Bowie: o ator Ewan McGregor reproduziu sua performance em Moulin Rouge, de 2001, e  cantou "Heroes".

Angelo Moore, do Fishbone, vestido de blackface e chamando a si mesmo de "Ziggy Stardust", apresentou algumas músicas, incluindo "Moonage Daydream". O ator Gary Oldman cantou os vocais em "The Man Who Sold The World" e background em mais algumas outras.

FILHO DE DAVID BOWIE COMPARTILHA CARTA DE MÉDICO

No entanto, o momento mais emotivo da noite veio do tecladista de longa data de Bowie, Mike Garson, que quase foi à slágrimas explicando seu duradouro relacionamento com o músico (que morreu no dia 10 de janeiro aos 69 anos). Garson tocou "Aladdin Sane" – incluindo o seu famoso avant-solo, pela primeira vez em 20 anos (assim ele disse) – e ficou no palco tanto para uma ode improvisada a Bowie quanto para uma aparição surpresa de Seal, que cantou a faixa obscura jazzy "Bring Me The Queen Disco".

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Ewan McGregor, Gary Oldman e Seal fazem tributo a Bowie

por em 09/02/2016

O The Roxy, em West Hollywood, estava lotado na segunda-feira (08/02) para "Celebrando David Bowie", um evento beneficente em homenagem ao falecido cantor.

O show foi organizado às pressas pelo músico Angelo Bundini, que já prestou homenagens semelhantes ao Talking Heads e Peter Gabriel. Mas as melhores intenções nem sempre significam um show consistente: a apresentação de quatro horas sem intervalos e mal ensaiada resultou em vários erros entre cantores convidados, para uma noite que terminou sendo tanto gratificante quanto desgastante.

NOVAS MÚSICAS DE BOWIE DEVEM SER LANÇADAS ATÉ 2017

Esses sucessos foram, em geral (e sem surpresa), as canções mais conhecidas de Bowie: o ator Ewan McGregor reproduziu sua performance em Moulin Rouge, de 2001, e  cantou "Heroes".

Angelo Moore, do Fishbone, vestido de blackface e chamando a si mesmo de "Ziggy Stardust", apresentou algumas músicas, incluindo "Moonage Daydream". O ator Gary Oldman cantou os vocais em "The Man Who Sold The World" e background em mais algumas outras.

FILHO DE DAVID BOWIE COMPARTILHA CARTA DE MÉDICO

No entanto, o momento mais emotivo da noite veio do tecladista de longa data de Bowie, Mike Garson, que quase foi à slágrimas explicando seu duradouro relacionamento com o músico (que morreu no dia 10 de janeiro aos 69 anos). Garson tocou "Aladdin Sane" – incluindo o seu famoso avant-solo, pela primeira vez em 20 anos (assim ele disse) – e ficou no palco tanto para uma ode improvisada a Bowie quanto para uma aparição surpresa de Seal, que cantou a faixa obscura jazzy "Bring Me The Queen Disco".