NOTÍCIAS

Falamos com Jorge, da dupla com Mateus, sobre a diversidade do Villa Mix Festival

Evento que teve início no sertanejo chega à sétima edição em Goiânia com a presença de Demi Lovato e Maluma

por Rebecca Silva em 06/06/2017

O Villa Mix Festival chega à sua sétima edição em Goiânia com uma missão especial: diversificar mais ainda o público do evento. Pela primeira vez, duas atrações internacionais, Demi Lovato e Maluma, vão se apresentar no festival, que acontece nos dias 1º e 2 de julho.

Para se distanciar do início focado em atrações sertanejas, o festival traz “O mundo é mix” como tema, propondo uma mistura de gêneros. “Desde 2014 o festival não é apenas sertanejo, mas nunca trouxemos algo do pop ou internacional”, revelou o diretor do evento, Anselmo Troncoso. E logo na primeira oportunidade, a organização trouxe dois nomes de peso: a norte-americana Demi Lovato, conhecida pelo trabalho no pop, e o colombiano Maluma, que veio ao Brasil neste semestre para mini turnê com Anitta e agenda de divulgação e agora voltará com seu show solo. A exclusividade foi uma requisição do evento. “Pedimos que a apresentação fosse exclusiva no Villa Mix e não apenas uma data de turnê. O Alok [outra atração do evento] ajudou muito com os contatos no meio internacional”, disse Troncoso.

Em 2015, o festival bateu o recorde do Guinness de maior palco do mundo. Até então, a detentora da marca era a banda U2 com o palco da turnê 360º. Neste ano, a organização pretende bater o próprio recorde em todos os sentidos: na altura (de 52m para 70m – o equivalente a um prédio de 23 andares) e em área total (de 2700m² para 3200m²), com uma estrutura que já vem sendo planejada desde setembro do ano passado e trará réplicas de monumentos históricos de todo o mundo, como o Big Ben e a Estátua da Liberdade.

Além dessas novidades, o line-up está recheado de grandes artistas nacionais. Sobem ao palco Ivete Sangalo, Matheus & Kauan, César Menotti & Fabiano, Luan Santana, Wesley Safadão, Simone & Simaria, Jorge & Mateus, entre outros.

A Billboard Brasil conversou também com Jorge, da dupla Jorge & Mateus sobre as apresentações no festival e as expectativas para esta edição:

A dupla se apresenta desde a primeira edição do festival, tocou nas versões de diferentes cidades e pôde acompanhar o crescimento do projeto. Como é essa experiência? Como é o público do Villa Mix Festival?
É uma experiência maravilhosa e muito gratificante. Temos bastante orgulho de acompanhar o crescimento do Villa Mix Festival e de fazer parte da história deste evento que a cada edição se supera em todos os sentidos e que hoje é o maior evento de música brasileira do País. A galera do Villa Mix de Norte a Sul do Brasil é bastante animada. Como o festival abrange diferentes estilos, temos a oportunidade de cantar para públicos diferentes, o que é muito bom para todos nós, artistas.

Rola um desafio maior de tocar em um festival que deixou de ser tipicamente sertanejo para abraçar mais ritmos?
Rola no sentido de estarmos apresentando nossa música para um público que não é exclusivamente nosso, mas é uma oportunidade que agrega muito pra gente. O Villa Mix Festival nasceu tendo a música sertaneja como base e hoje é um evento de música brasileira e que está abrindo também para grandes artistas internacionais como o próprio DJ Alok, que é brasileiro, mas faz sucesso mundialmente, a cantora Demi Lovato e agora o Maluma, dois astros que estarão com a gente na edição de Goiânia. A proposta da própria organização do evento é inovar e buscar sempre mais e essa mistura de ritmos deixa o festival ainda mais diferente e rico em todos os sentidos. 

Vocês foram os mais ouvidos nas plataformas de streaming no Brasil pelo terceiro ano consecutivo. Como recebem essa notícia?
Ficamos felizes demais com essa notícia e gratos ao público por este resultado.

Também são a dupla mais ouvida pelo público universitário, segundo o Spotify. Como é saber disso? É um foco da dupla? Rolou uma meta ou foi uma conquista natural de público?
É bacana demais saber disso. Nossa intenção é alcançar e interagir com todos os públicos e temos um carinho enorme pelos estudantes, pois nossa trajetória como dupla começou na época em que éramos universitários cantando exatamente para um público de amigos universitário. 

E qual seria a graduação da dupla se não fosse a música?
Cheguei a cursar até o último ano de Direito e o Mateus estudava Agronomia. 

Vocês fazem menos programas de TV do que outros artistas. O digital hoje tem mais poder que a TV? É melhor estar com material em dia no digital do que percorrer programas de auditório?
Consideramos todas as formas de divulgação importante. Nosso foco é cantar, fazer música e como estamos sempre na estrada, os momentos que temos de folga, aproveitamos para descansar, ficar com nossas famílias. Falando especificamente da TV, acabamos fazendo menos programas se comparado a outros artistas basicamente por isso. Não estamos sempre na TV, mas atendemos muitos veículos nos nossos shows. 

Ouça a playlist com todas as atrações do Villa Mix Festival:

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Falamos com Jorge, da dupla com Mateus, sobre a diversidade do Villa Mix Festival

Evento que teve início no sertanejo chega à sétima edição em Goiânia com a presença de Demi Lovato e Maluma

por Rebecca Silva em 06/06/2017

O Villa Mix Festival chega à sua sétima edição em Goiânia com uma missão especial: diversificar mais ainda o público do evento. Pela primeira vez, duas atrações internacionais, Demi Lovato e Maluma, vão se apresentar no festival, que acontece nos dias 1º e 2 de julho.

Para se distanciar do início focado em atrações sertanejas, o festival traz “O mundo é mix” como tema, propondo uma mistura de gêneros. “Desde 2014 o festival não é apenas sertanejo, mas nunca trouxemos algo do pop ou internacional”, revelou o diretor do evento, Anselmo Troncoso. E logo na primeira oportunidade, a organização trouxe dois nomes de peso: a norte-americana Demi Lovato, conhecida pelo trabalho no pop, e o colombiano Maluma, que veio ao Brasil neste semestre para mini turnê com Anitta e agenda de divulgação e agora voltará com seu show solo. A exclusividade foi uma requisição do evento. “Pedimos que a apresentação fosse exclusiva no Villa Mix e não apenas uma data de turnê. O Alok [outra atração do evento] ajudou muito com os contatos no meio internacional”, disse Troncoso.

Em 2015, o festival bateu o recorde do Guinness de maior palco do mundo. Até então, a detentora da marca era a banda U2 com o palco da turnê 360º. Neste ano, a organização pretende bater o próprio recorde em todos os sentidos: na altura (de 52m para 70m – o equivalente a um prédio de 23 andares) e em área total (de 2700m² para 3200m²), com uma estrutura que já vem sendo planejada desde setembro do ano passado e trará réplicas de monumentos históricos de todo o mundo, como o Big Ben e a Estátua da Liberdade.

Além dessas novidades, o line-up está recheado de grandes artistas nacionais. Sobem ao palco Ivete Sangalo, Matheus & Kauan, César Menotti & Fabiano, Luan Santana, Wesley Safadão, Simone & Simaria, Jorge & Mateus, entre outros.

A Billboard Brasil conversou também com Jorge, da dupla Jorge & Mateus sobre as apresentações no festival e as expectativas para esta edição:

A dupla se apresenta desde a primeira edição do festival, tocou nas versões de diferentes cidades e pôde acompanhar o crescimento do projeto. Como é essa experiência? Como é o público do Villa Mix Festival?
É uma experiência maravilhosa e muito gratificante. Temos bastante orgulho de acompanhar o crescimento do Villa Mix Festival e de fazer parte da história deste evento que a cada edição se supera em todos os sentidos e que hoje é o maior evento de música brasileira do País. A galera do Villa Mix de Norte a Sul do Brasil é bastante animada. Como o festival abrange diferentes estilos, temos a oportunidade de cantar para públicos diferentes, o que é muito bom para todos nós, artistas.

Rola um desafio maior de tocar em um festival que deixou de ser tipicamente sertanejo para abraçar mais ritmos?
Rola no sentido de estarmos apresentando nossa música para um público que não é exclusivamente nosso, mas é uma oportunidade que agrega muito pra gente. O Villa Mix Festival nasceu tendo a música sertaneja como base e hoje é um evento de música brasileira e que está abrindo também para grandes artistas internacionais como o próprio DJ Alok, que é brasileiro, mas faz sucesso mundialmente, a cantora Demi Lovato e agora o Maluma, dois astros que estarão com a gente na edição de Goiânia. A proposta da própria organização do evento é inovar e buscar sempre mais e essa mistura de ritmos deixa o festival ainda mais diferente e rico em todos os sentidos. 

Vocês foram os mais ouvidos nas plataformas de streaming no Brasil pelo terceiro ano consecutivo. Como recebem essa notícia?
Ficamos felizes demais com essa notícia e gratos ao público por este resultado.

Também são a dupla mais ouvida pelo público universitário, segundo o Spotify. Como é saber disso? É um foco da dupla? Rolou uma meta ou foi uma conquista natural de público?
É bacana demais saber disso. Nossa intenção é alcançar e interagir com todos os públicos e temos um carinho enorme pelos estudantes, pois nossa trajetória como dupla começou na época em que éramos universitários cantando exatamente para um público de amigos universitário. 

E qual seria a graduação da dupla se não fosse a música?
Cheguei a cursar até o último ano de Direito e o Mateus estudava Agronomia. 

Vocês fazem menos programas de TV do que outros artistas. O digital hoje tem mais poder que a TV? É melhor estar com material em dia no digital do que percorrer programas de auditório?
Consideramos todas as formas de divulgação importante. Nosso foco é cantar, fazer música e como estamos sempre na estrada, os momentos que temos de folga, aproveitamos para descansar, ficar com nossas famílias. Falando especificamente da TV, acabamos fazendo menos programas se comparado a outros artistas basicamente por isso. Não estamos sempre na TV, mas atendemos muitos veículos nos nossos shows. 

Ouça a playlist com todas as atrações do Villa Mix Festival: