NOTÍCIAS

Fãs de Adele tentam fazer com que ela reconheça livro com trechos de suas letras

História foi baseada em viagem de irmãos para assistir show da cantora

por Redação em 26/10/2017

No ano passado, os irmãos Rana e Ahmad Alyaseer resolveram enfrentar uma missão inusitada: entregar para Adele um livro de 227 páginas baseado na viagem deles da Jordânia para a Itália para assistir a um show dela.

Depois de ver My Trip To Adele chegar ao 2º lugar dos mais lidos da Amazon em dezembro do ano passado, os irmãos tiraram o conteúdo da internet seguindo instruções da equipe da cantora para que parassem de distribuí-lo sem permissão. “É frustrante que tenhamos tentado continuamente a fazer com que Adele tenha uma cópia desde setembro de 2016 e ainda estamos tentando”, disse Ahmad Alyaseer, 27, que trabalha na indústria cinematográfica e dirigiu séries de TV para canais do Oriente Médio, assim como o filme indie de 2012 When Time Becomes a Woman. “É assim que um fã homenageando sua artista favorita deve ser tratado?”.

ALEXANDRE FARIA SOBRE DRAKE E ADELE NO BRASIL: “É UMA QUEDA DE BRAÇO DIFÍCIL”

Apesar do feedback positivo recebido na internet, o livro se envolveu em problemas porque foi baseado em letras de Adele, usando trechos de 25 músicas da cantora para encerrar cada capítulo. A história é ficcional, mas foi inspirada pela viagem dos irmãos em maio de 2016 para ver um show de Adele em Verona – o mesmo em que a cantora interrompeu a performance para pedir que uma mulher deixasse de filmar a apresentação.

“Cada artista e compositor tem o direito de proteger sua propriedade intelectual de uso não autorizado”, disse Christine Lepera, co-presidente da IP/Entertainment Litigation Group, afirmando que decisões sobre uso de letras – normalmente de propriedade de mais de um compositor e editores fonográficos – podem nem ter relação com o artista em si.

adele3

Os irmãos Alyaseers contaram à Billboard que se sentiram inspirados a escrever o livro depois de gastar quase US$ 3,500 em voos, hospedagem e ingressos para o show. Depois de acabar um rascunho, eles afirmam que tentaram entrar em contato com a equipe de Adele diversas vezes, sem sucesso. Eles decidiram disponibilizar o livro gratuitamente online, distribuindo cerca de 5 mil downloads.

“Muitos que fizeram resenhas do livro se perguntaram se Adele tinha lido, então contatamos a equipe dela de novo. Dessa vez, eles nos perguntaram quantas cópias vendemos e em quais países houve distribuição. Deixamos claro que distribuímos os exemplares de graça e que não tivemos nenhum lucro. Dissemos que nossa única preocupação era enviar uma cópia para Adele para que ela lesse, como presente de dois fãs”. A Amazon permite que livros sejam distribuídos gratuitamente apenas por um pequeno período, então a dupla arrecadou US$ 500 em vendas, o que não é suficiente para cobrir os US$ 15 mil gastos com impressão, material, pesquisa, promoção e distribuição.

ADELE ASSISTE A FILME COM CRIANÇAS QUE SOBREVIVERAM A INCÊNDIO EM LONDRES

Em um vídeo publicado em setembro no YouTube após retirar o livro da internet, os irmãos detalharam os esforços de tentar chegar à Adele por meio de seu marido, seu maquiador, Ellen Degeneres, Oprah Winfrey e outras celebridades, além de tentar encontrar o empresário dela em Londres.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Fãs de Adele tentam fazer com que ela reconheça livro com trechos de suas letras

História foi baseada em viagem de irmãos para assistir show da cantora

por Redação em 26/10/2017

No ano passado, os irmãos Rana e Ahmad Alyaseer resolveram enfrentar uma missão inusitada: entregar para Adele um livro de 227 páginas baseado na viagem deles da Jordânia para a Itália para assistir a um show dela.

Depois de ver My Trip To Adele chegar ao 2º lugar dos mais lidos da Amazon em dezembro do ano passado, os irmãos tiraram o conteúdo da internet seguindo instruções da equipe da cantora para que parassem de distribuí-lo sem permissão. “É frustrante que tenhamos tentado continuamente a fazer com que Adele tenha uma cópia desde setembro de 2016 e ainda estamos tentando”, disse Ahmad Alyaseer, 27, que trabalha na indústria cinematográfica e dirigiu séries de TV para canais do Oriente Médio, assim como o filme indie de 2012 When Time Becomes a Woman. “É assim que um fã homenageando sua artista favorita deve ser tratado?”.

ALEXANDRE FARIA SOBRE DRAKE E ADELE NO BRASIL: “É UMA QUEDA DE BRAÇO DIFÍCIL”

Apesar do feedback positivo recebido na internet, o livro se envolveu em problemas porque foi baseado em letras de Adele, usando trechos de 25 músicas da cantora para encerrar cada capítulo. A história é ficcional, mas foi inspirada pela viagem dos irmãos em maio de 2016 para ver um show de Adele em Verona – o mesmo em que a cantora interrompeu a performance para pedir que uma mulher deixasse de filmar a apresentação.

“Cada artista e compositor tem o direito de proteger sua propriedade intelectual de uso não autorizado”, disse Christine Lepera, co-presidente da IP/Entertainment Litigation Group, afirmando que decisões sobre uso de letras – normalmente de propriedade de mais de um compositor e editores fonográficos – podem nem ter relação com o artista em si.

adele3

Os irmãos Alyaseers contaram à Billboard que se sentiram inspirados a escrever o livro depois de gastar quase US$ 3,500 em voos, hospedagem e ingressos para o show. Depois de acabar um rascunho, eles afirmam que tentaram entrar em contato com a equipe de Adele diversas vezes, sem sucesso. Eles decidiram disponibilizar o livro gratuitamente online, distribuindo cerca de 5 mil downloads.

“Muitos que fizeram resenhas do livro se perguntaram se Adele tinha lido, então contatamos a equipe dela de novo. Dessa vez, eles nos perguntaram quantas cópias vendemos e em quais países houve distribuição. Deixamos claro que distribuímos os exemplares de graça e que não tivemos nenhum lucro. Dissemos que nossa única preocupação era enviar uma cópia para Adele para que ela lesse, como presente de dois fãs”. A Amazon permite que livros sejam distribuídos gratuitamente apenas por um pequeno período, então a dupla arrecadou US$ 500 em vendas, o que não é suficiente para cobrir os US$ 15 mil gastos com impressão, material, pesquisa, promoção e distribuição.

ADELE ASSISTE A FILME COM CRIANÇAS QUE SOBREVIVERAM A INCÊNDIO EM LONDRES

Em um vídeo publicado em setembro no YouTube após retirar o livro da internet, os irmãos detalharam os esforços de tentar chegar à Adele por meio de seu marido, seu maquiador, Ellen Degeneres, Oprah Winfrey e outras celebridades, além de tentar encontrar o empresário dela em Londres.