NOTÍCIAS

Filhas de B.B. King alegam que funcionários do guitarrista o envenenaram

por em 26/05/2015

Duas filhas de B.B. King estão acusando dois funcionários do bluesman de envenená-lo. O tenente Ray Steiber confirmou ontem (25/05) que os detetives da polícia de Las Vegas estão investigando o caso.

Karen Williams e Patty King dizem que os familiares eram proibidos de visitar King quando a empresária do guitarrista, LaVerne Toney, e o assistente pessoal dele, Myron Johnson, estavam presentes.

De acordo com um documento entregue por Karen e Patty à Associated Press, LaVerne e Johnson teriam "administrado substâncias para provocar a morte prematura do artista”. Ainda segundo esse relatório, as filhas estão solicitando às autoridades "uma investigação formal sobre o assunto".

GALERIA: Mortes misteriosas da música

"Elas têm feito acusações o tempo todo. Qual é a novidade?", disse LaVerne Toney, que trabalhou com B.B. King por 39 anos e administrava a herança dele.

Johnson estava ao lado do artista quando ele morreu, no dia 14 de maio. Nenhum familiar estava presente.

O médico-legista John Fudenberg contou que uma autópsia foi realizada no domingo logo após a morte e que, depois dela, o corpo de King voltou ao necrotério de Las Vegas.

Os resultados dos testes levam até oito semanas para ficarem prontos e não devem ser afetados pelo fato de o corpo de King ter sido embalsamado.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Filhas de B.B. King alegam que funcionários do guitarrista o envenenaram

por em 26/05/2015

Duas filhas de B.B. King estão acusando dois funcionários do bluesman de envenená-lo. O tenente Ray Steiber confirmou ontem (25/05) que os detetives da polícia de Las Vegas estão investigando o caso.

Karen Williams e Patty King dizem que os familiares eram proibidos de visitar King quando a empresária do guitarrista, LaVerne Toney, e o assistente pessoal dele, Myron Johnson, estavam presentes.

De acordo com um documento entregue por Karen e Patty à Associated Press, LaVerne e Johnson teriam "administrado substâncias para provocar a morte prematura do artista”. Ainda segundo esse relatório, as filhas estão solicitando às autoridades "uma investigação formal sobre o assunto".

GALERIA: Mortes misteriosas da música

"Elas têm feito acusações o tempo todo. Qual é a novidade?", disse LaVerne Toney, que trabalhou com B.B. King por 39 anos e administrava a herança dele.

Johnson estava ao lado do artista quando ele morreu, no dia 14 de maio. Nenhum familiar estava presente.

O médico-legista John Fudenberg contou que uma autópsia foi realizada no domingo logo após a morte e que, depois dela, o corpo de King voltou ao necrotério de Las Vegas.

Os resultados dos testes levam até oito semanas para ficarem prontos e não devem ser afetados pelo fato de o corpo de King ter sido embalsamado.