NOTÍCIAS

Flea admite playback do Red Hot Chili Peppers no Super Bowl

por em 05/02/2014
Imagem: Divulgação

Depois de muita polêmica, Flea divulgou nesta quarta-feira (5) um comunicado onde admite ter utilizado instrumentos desplugados durante a participação do Red Hot Chili Pappers no show de Bruno Mars no intervalo do Super Bowl, no último domingo (2).

“Quando fomos convidados pela NFL e pelo Bruno para tocar nossa canção 'Give It Away' no Super Bowl deixamos claro que os vocais seriam ao vivo, mas o som do baixo, bateria e guitarra seriam pré-gravados”, explicou o baixista. “Compreendo a posição da NFL, pois eles têm poucos minutos para montar o palco e há um 'zilhão' de coisas que podem dar errado e arruinar o som para as pessoas que estão assistindo ao show no estádio e na TV. Não havia espaço para discutir sobre isso, a NFL não quis arriscar ter seu show estragado por um som ruim e ponto final.”

Flea ainda deixa claro que a banda sempre se posicionou contra a utilização de playback, mas que abriu uma exceção por causa da oportunidade. “Nós eventualmente decidimos que isso (o show) era algo surreal que acontece uma vez na vida, e nós apenas iríamos aceitar e nos divertir”, concluiu. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Flea admite playback do Red Hot Chili Peppers no Super Bowl

por em 05/02/2014
Imagem: Divulgação

Depois de muita polêmica, Flea divulgou nesta quarta-feira (5) um comunicado onde admite ter utilizado instrumentos desplugados durante a participação do Red Hot Chili Pappers no show de Bruno Mars no intervalo do Super Bowl, no último domingo (2).

“Quando fomos convidados pela NFL e pelo Bruno para tocar nossa canção 'Give It Away' no Super Bowl deixamos claro que os vocais seriam ao vivo, mas o som do baixo, bateria e guitarra seriam pré-gravados”, explicou o baixista. “Compreendo a posição da NFL, pois eles têm poucos minutos para montar o palco e há um 'zilhão' de coisas que podem dar errado e arruinar o som para as pessoas que estão assistindo ao show no estádio e na TV. Não havia espaço para discutir sobre isso, a NFL não quis arriscar ter seu show estragado por um som ruim e ponto final.”

Flea ainda deixa claro que a banda sempre se posicionou contra a utilização de playback, mas que abriu uma exceção por causa da oportunidade. “Nós eventualmente decidimos que isso (o show) era algo surreal que acontece uma vez na vida, e nós apenas iríamos aceitar e nos divertir”, concluiu.