NOTÍCIAS

Foster The People levantou o astral no Lollapalooza

por em 29/03/2015
Por
Marcos Lauro Um dos nomes mais esperados do domingo, Foster The People fez um show bastante diversificado em suas sonoridades. Apareceram os hits, mas também teve espaço pra baladas e pra outros sons que transformaram o gramado de Interlagos numa verdadeira pista de dança. O primeiro sucesso certeiro veio na terceira música: “Houdini”. Não que os fãs não tenham cantado junto com Mark Foster até aquele momento, mas foi quando os decibéis alcançaram altos níveis. Foster abusa de falsetes, o que faz sua voz se apequenar em alguns momentos. Mas pra quem está no meio da plateia, isso não faz muita diferença. “Coming of Age” também animou a plateia. E o hit “Pumped Up Kids” ficou mais para o final do show, que terminou com “Don’t Stop (Color on the Walls)”. Final em altíssimo astral! Foi um show para uma audiência bastante jovem – alguns, inclusive, acompanhados pelos pais.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Foster The People levantou o astral no Lollapalooza

por em 29/03/2015
Por
Marcos Lauro Um dos nomes mais esperados do domingo, Foster The People fez um show bastante diversificado em suas sonoridades. Apareceram os hits, mas também teve espaço pra baladas e pra outros sons que transformaram o gramado de Interlagos numa verdadeira pista de dança. O primeiro sucesso certeiro veio na terceira música: “Houdini”. Não que os fãs não tenham cantado junto com Mark Foster até aquele momento, mas foi quando os decibéis alcançaram altos níveis. Foster abusa de falsetes, o que faz sua voz se apequenar em alguns momentos. Mas pra quem está no meio da plateia, isso não faz muita diferença. “Coming of Age” também animou a plateia. E o hit “Pumped Up Kids” ficou mais para o final do show, que terminou com “Don’t Stop (Color on the Walls)”. Final em altíssimo astral! Foi um show para uma audiência bastante jovem – alguns, inclusive, acompanhados pelos pais.