NOTÍCIAS

Grazi Medori lança “Radical”; faixa foi composta pela mãe, Claudya, nos anos 1970

Música faz parte do segundo álbum da cantora, Toma Limonada

por Redação em 17/10/2017

A cantora Grazi Medori lança, em primeira mão para a Billboard Brasil nesta terça-feira (17/10), o clipe de “Radical”.

A faixa, que faz parte do seu segundo álbum, Toma Limonada, foi composta pela mãe de Grazi, a cantora Claudya, em parceria com o tio Luiz Carlos na década de 1970.

O lançamento, nos dias atuais, serve como protesto.  “A mensagem da música se enquadra exatamente neste momento que estamos vivendo, de total retrocesso, onde você já não pode ser o que é, pois será de alguma forma censurado. Seja em forma de opinião nas redes sociais, em questões sexuais, seja ser apaixonado por uma prostituta, tocando num bar de quinta, como é o caso do pianista do clipe. É um desabafo diante de uma máquina que se chama padrões”, contou a cantora.

Com direção de Rafael Bispo, o clipe se passa em um bar, onde Grazi é a cantora da banda e o ator Tiago Mineiro interpreta o pianista que se apaixona pela prostituta vivida por Daniella Murias. “É frustrante um amor não correspondido, e é mais frustrante ainda você todo dia ter que seguir um padrão, porque a sociedade escolheu determinado caminho como forma estrutural de vida. Então, a mensagem é pensar nisso: mesmo diante de uma "não realidade", existe amor”, explica Grazi.

Veja:

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Grazi Medori lança “Radical”; faixa foi composta pela mãe, Claudya, nos anos 1970

Música faz parte do segundo álbum da cantora, Toma Limonada

por Redação em 17/10/2017

A cantora Grazi Medori lança, em primeira mão para a Billboard Brasil nesta terça-feira (17/10), o clipe de “Radical”.

A faixa, que faz parte do seu segundo álbum, Toma Limonada, foi composta pela mãe de Grazi, a cantora Claudya, em parceria com o tio Luiz Carlos na década de 1970.

O lançamento, nos dias atuais, serve como protesto.  “A mensagem da música se enquadra exatamente neste momento que estamos vivendo, de total retrocesso, onde você já não pode ser o que é, pois será de alguma forma censurado. Seja em forma de opinião nas redes sociais, em questões sexuais, seja ser apaixonado por uma prostituta, tocando num bar de quinta, como é o caso do pianista do clipe. É um desabafo diante de uma máquina que se chama padrões”, contou a cantora.

Com direção de Rafael Bispo, o clipe se passa em um bar, onde Grazi é a cantora da banda e o ator Tiago Mineiro interpreta o pianista que se apaixona pela prostituta vivida por Daniella Murias. “É frustrante um amor não correspondido, e é mais frustrante ainda você todo dia ter que seguir um padrão, porque a sociedade escolheu determinado caminho como forma estrutural de vida. Então, a mensagem é pensar nisso: mesmo diante de uma "não realidade", existe amor”, explica Grazi.

Veja: