NOTÍCIAS

Jay Z compra serviço de streaming

por em 30/01/2015
Jay
Z colocou suas garras na Aspiro, empresa-mãe sueca de dois serviços de streaming de música, WiMP e TIDAL. A oferta, de US$ 56,2 milhões, foi 59,1% acima do valor das ações fechado nesta quinta-fera (29/01). A proposta do rapper foi aceita na manhã de hoje (30/01) e as ações da companhia cresceram 76% desde o anúncio da aquisição. Os detalhes da negociação estão sendo feitos por meio da Project Panther Bidco, uma subsidiária da S. Carter Enterprises, e a transação precisa ser aprovada pelos acionistas. Um porta-voz da compradora disse que a “ambição estratégica” agora é fazer a empresa crescer e melhorar sua tecnologia e serviços. No site, o WiMP oferece recomendações editorias por meio de equipes locais em cada país, o que pode ser um sinal de que o marido de Beyoncé pretende integrar seu site Life and Times ao novo serviço. A companhia também opera uma plataforma de vídeo, a RADR Music, que fornece clipes e performances ao vivo para “empresas de mídia online”. O WiMP foi lançado em 2011 como concorrente do Spotify, mas não conseguiu manter o mesmo ritmo de seu adversário. Enquanto o serviço da Aspiro tem 512 mil usuários pagantes inscritos, o site de Daniel Ek tem 15 milhões. Em breve, mais um serviço entrará na disputa, o Beats, comprado pela Apple por US$ 3 bilhões no ano passado. O TIDAL, um serviço premium voltado para amantes da música, descreve-se como “o primeiro serviço de streaming que combina a melhor qualidade de som de alta fidelidade, vídeos com imagem em alta definição e uma curadoria especializada”. Os serviços de streaming online seguem substituindo o download: a venda de downloads de álbuns e faixas caiu 12,5% e 9,4%, respectivamente, em 2014, enquanto os números do streaming aumentaram em 56 milhões no ano passado. Apesar de nenhuma empresa de streaming on-demand ter gerado lucro até o momento, está claro em que direção do vento está soprando e Jay Z sabe como aproveitar o embalo.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Jay Z compra serviço de streaming

por em 30/01/2015
Jay
Z colocou suas garras na Aspiro, empresa-mãe sueca de dois serviços de streaming de música, WiMP e TIDAL. A oferta, de US$ 56,2 milhões, foi 59,1% acima do valor das ações fechado nesta quinta-fera (29/01). A proposta do rapper foi aceita na manhã de hoje (30/01) e as ações da companhia cresceram 76% desde o anúncio da aquisição. Os detalhes da negociação estão sendo feitos por meio da Project Panther Bidco, uma subsidiária da S. Carter Enterprises, e a transação precisa ser aprovada pelos acionistas. Um porta-voz da compradora disse que a “ambição estratégica” agora é fazer a empresa crescer e melhorar sua tecnologia e serviços. No site, o WiMP oferece recomendações editorias por meio de equipes locais em cada país, o que pode ser um sinal de que o marido de Beyoncé pretende integrar seu site Life and Times ao novo serviço. A companhia também opera uma plataforma de vídeo, a RADR Music, que fornece clipes e performances ao vivo para “empresas de mídia online”. O WiMP foi lançado em 2011 como concorrente do Spotify, mas não conseguiu manter o mesmo ritmo de seu adversário. Enquanto o serviço da Aspiro tem 512 mil usuários pagantes inscritos, o site de Daniel Ek tem 15 milhões. Em breve, mais um serviço entrará na disputa, o Beats, comprado pela Apple por US$ 3 bilhões no ano passado. O TIDAL, um serviço premium voltado para amantes da música, descreve-se como “o primeiro serviço de streaming que combina a melhor qualidade de som de alta fidelidade, vídeos com imagem em alta definição e uma curadoria especializada”. Os serviços de streaming online seguem substituindo o download: a venda de downloads de álbuns e faixas caiu 12,5% e 9,4%, respectivamente, em 2014, enquanto os números do streaming aumentaram em 56 milhões no ano passado. Apesar de nenhuma empresa de streaming on-demand ter gerado lucro até o momento, está claro em que direção do vento está soprando e Jay Z sabe como aproveitar o embalo.