NOTÍCIAS

Jessie J revela como conseguiu dar uma guinada na carreira em 2014

por em 09/12/2014
Este
foi um ano especial para Jessie J. Até então, o último single da cantora que havia entrado no Top 10 do Hot 100 era “Domino” (6º lugar), há quase dois anos. Seu disco Alive (2013) sequer foi lançado nos Estados Unidos. “No início de 2014, eu me perguntava se estava fazendo o suficiente”, admite Jessie em entrevista à Billboard. “Mudei minha forma de gestão, me acertei com minha gravadora. Amadureci e decidi: ‘É isso que quero alcançar". Os resultados não demoraram a aparecer. “Bang, Bang”, canção gravada ao lado de Ariana Grande e Nicki Minaj, conquistou o 3º lugar no Hot 100. O disco Sweet Talker foi o primeiro de sua carreira a chegar ao Top 10 do Billboard 200. “A maior mudança deste ano foi o sucesso...E minha conta telefônica!”, brinca a cantora. Jessie J falou sobre suas principais influências na música e como a confiança feminina sempre a encantou. Confira: UM ANO DE COLABORAÇÕES ESTELARES “Foi incrível trabalhar com Mary J. Blige em seu álbum de Natal. Smokey Robinson. Ele é incrível! Cantei “Cruisin’” em seu novo álbum e nos apresentamos no frio do castelo de Edimburgo. Quem mais? De La Soul. E, claro, Ariana e Nicki. SOBRE MARY J. BLIGE “Eu já disse isso a ela: ‘Obrigada por provar que a longevidade existe’. A indústria é impiedosa. Artistas lançam suas canções e depois desaparecem. Eu estive com Jennifer Lopez recentemente e disse a mesma coisa a ela. Acho que as pessoas não percebem o quão difícil é conseguir longevidade. É uma criação constante.” A PRIMEIRA PAIXÃO NA MÚSICA “Whitney Houston. Minha família tem um vídeo meu, aos quatro anos, assistindo Whitney na TV absolutamente extasiada. Ela me deu coragem para ser forte e corajosa, além de influenciar minha forma de cantar. Há também Mariah Carey, Lauryn Hill, TLC e, me atrevo a dizer, as Spice Girls. Mulheres confiantes sempre chamaram a minha atenção.” NOTA PARA 2014 “Um 8, vai. Tem sido bom, mas sempre há espaço para melhorar.”   https://www.youtube.com/watch?v=0HDdjwpPM3Y
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Jessie J revela como conseguiu dar uma guinada na carreira em 2014

por em 09/12/2014
Este
foi um ano especial para Jessie J. Até então, o último single da cantora que havia entrado no Top 10 do Hot 100 era “Domino” (6º lugar), há quase dois anos. Seu disco Alive (2013) sequer foi lançado nos Estados Unidos. “No início de 2014, eu me perguntava se estava fazendo o suficiente”, admite Jessie em entrevista à Billboard. “Mudei minha forma de gestão, me acertei com minha gravadora. Amadureci e decidi: ‘É isso que quero alcançar". Os resultados não demoraram a aparecer. “Bang, Bang”, canção gravada ao lado de Ariana Grande e Nicki Minaj, conquistou o 3º lugar no Hot 100. O disco Sweet Talker foi o primeiro de sua carreira a chegar ao Top 10 do Billboard 200. “A maior mudança deste ano foi o sucesso...E minha conta telefônica!”, brinca a cantora. Jessie J falou sobre suas principais influências na música e como a confiança feminina sempre a encantou. Confira: UM ANO DE COLABORAÇÕES ESTELARES “Foi incrível trabalhar com Mary J. Blige em seu álbum de Natal. Smokey Robinson. Ele é incrível! Cantei “Cruisin’” em seu novo álbum e nos apresentamos no frio do castelo de Edimburgo. Quem mais? De La Soul. E, claro, Ariana e Nicki. SOBRE MARY J. BLIGE “Eu já disse isso a ela: ‘Obrigada por provar que a longevidade existe’. A indústria é impiedosa. Artistas lançam suas canções e depois desaparecem. Eu estive com Jennifer Lopez recentemente e disse a mesma coisa a ela. Acho que as pessoas não percebem o quão difícil é conseguir longevidade. É uma criação constante.” A PRIMEIRA PAIXÃO NA MÚSICA “Whitney Houston. Minha família tem um vídeo meu, aos quatro anos, assistindo Whitney na TV absolutamente extasiada. Ela me deu coragem para ser forte e corajosa, além de influenciar minha forma de cantar. Há também Mariah Carey, Lauryn Hill, TLC e, me atrevo a dizer, as Spice Girls. Mulheres confiantes sempre chamaram a minha atenção.” NOTA PARA 2014 “Um 8, vai. Tem sido bom, mas sempre há espaço para melhorar.”   https://www.youtube.com/watch?v=0HDdjwpPM3Y