NOTÍCIAS

Joe Jonas diz que quer investir em som “experimental”

por em 03/12/2013
Imagem: Divulgação

A entrevista que Joe Jonas deu para a revista New York continua rendendo. Depois de causar polêmica ao revelar que experimentou maconha pela primeira vez graças à Miley Cyrus e Demi Lovato, o trecho da matéria em que o cantor afirma que quer investir em um som experimental chamou a atenção do público.

“Estou realmente animado porque eu poderei voltar para o estúdio com aquelas pessoas com quem eu costumava trabalhar”, disse Joe. “Não tenho mais que escutar a opinião de outra pessoa, seja boa ou ruim, e ouvir ela dizendo: ‘Não, não, eu não posso compor com eles. É muito esquisito para a gente’. Porque o esquisito funciona. Veja o caso da Lorde.”

Durante a entrevista, o cantor ainda revelou que várias gravadoras rejeitaram um projeto dele em parceria com Robert Schwartzman, do Rooney, por considerar o som “muito esquisito” e “parecido com demos”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Joe Jonas diz que quer investir em som “experimental”

por em 03/12/2013
Imagem: Divulgação

A entrevista que Joe Jonas deu para a revista New York continua rendendo. Depois de causar polêmica ao revelar que experimentou maconha pela primeira vez graças à Miley Cyrus e Demi Lovato, o trecho da matéria em que o cantor afirma que quer investir em um som experimental chamou a atenção do público.

“Estou realmente animado porque eu poderei voltar para o estúdio com aquelas pessoas com quem eu costumava trabalhar”, disse Joe. “Não tenho mais que escutar a opinião de outra pessoa, seja boa ou ruim, e ouvir ela dizendo: ‘Não, não, eu não posso compor com eles. É muito esquisito para a gente’. Porque o esquisito funciona. Veja o caso da Lorde.”

Durante a entrevista, o cantor ainda revelou que várias gravadoras rejeitaram um projeto dele em parceria com Robert Schwartzman, do Rooney, por considerar o som “muito esquisito” e “parecido com demos”.