NOTÍCIAS

Justiça revela detalhes das acusações contra baterista do AC/DC

por em 08/12/2014
Os p
rocuradores do caso de Phil Rudd finalmente revelaram os detalhes das acusações contra o baterista do AC/DC. De acordo com uma página do processo intitulada “resumo dos fatos”, o músico ameaçou um ex-funcionário e sua filha de morte. Além disso, Rudd é acusado de posse de maconha e metanfetamina. Os dois crimes somados resultam numa sentença máxima de sete anos de prisão, mas o músico só será julgado no ano que vem. Na última audiência, o baterista negou as acusações de ameaça de morte contra o homem, que trabalhou para o músico sob regime contratual por três anos. Os procuradores também revelaram as quantidades de substâncias ilícitas encontradas com Rudd: 130 g de maconha e 0,7 g de metanfetamina. Há pouco mais de duas semanas, Phil Rudd chegou atrasado a uma de suas audiências realizadas na Nova Zelândia. De acordo com a Billboard,  o australiano ficou  fazendo “gracinhas” do lado de fora do tribunal e pulou nas costas de um de seus seguranças. Além da atitude controversa, o baterista distribuiu “piscadelas” e fez gestos obscenos para os repórteres, além de batucar no banco dos réus. O futuro de Rudd no AC/DC é incerto. A banda deve fazer uma turnê mundial do álbum Rock Or Bust, lançado na última semana, em 2015, mas sua presença não está confirmada.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Justiça revela detalhes das acusações contra baterista do AC/DC

por em 08/12/2014
Os p
rocuradores do caso de Phil Rudd finalmente revelaram os detalhes das acusações contra o baterista do AC/DC. De acordo com uma página do processo intitulada “resumo dos fatos”, o músico ameaçou um ex-funcionário e sua filha de morte. Além disso, Rudd é acusado de posse de maconha e metanfetamina. Os dois crimes somados resultam numa sentença máxima de sete anos de prisão, mas o músico só será julgado no ano que vem. Na última audiência, o baterista negou as acusações de ameaça de morte contra o homem, que trabalhou para o músico sob regime contratual por três anos. Os procuradores também revelaram as quantidades de substâncias ilícitas encontradas com Rudd: 130 g de maconha e 0,7 g de metanfetamina. Há pouco mais de duas semanas, Phil Rudd chegou atrasado a uma de suas audiências realizadas na Nova Zelândia. De acordo com a Billboard,  o australiano ficou  fazendo “gracinhas” do lado de fora do tribunal e pulou nas costas de um de seus seguranças. Além da atitude controversa, o baterista distribuiu “piscadelas” e fez gestos obscenos para os repórteres, além de batucar no banco dos réus. O futuro de Rudd no AC/DC é incerto. A banda deve fazer uma turnê mundial do álbum Rock Or Bust, lançado na última semana, em 2015, mas sua presença não está confirmada.