NOTÍCIAS

Justin Bieber fala sobre amor, maconha, Kanye e seu novo som

por em 12/11/2015
Enqu
anto ele se prepara para o lançamento do seu próximo álbum, Purpose, nesta sexta (13/11),  Justin Bieber deu uma entrevista à revista i-D . O cantor de 21 anos falou sobre seu novo estilo musical, a recuperação do término com Selena Gomez e a transição de ídolo teen a um artista pop maduro. justin bieber i-d mag Sobre o seu novo som: "Eu acho que é mais fácil de se identificar agora. Quando eu tinha aquela voz nova era difícil para as pessoas se identificarem. Caras podem ouvir agora e dizer, 'É, eu gosto da nova música de Bieber'". Bieber lança parceria com Sheeran; ouça “Love Yourself” Bieber diz que música que escreveu com Ed Sheeran é a sua favorita do novo álbum Sobre o descolorir o seu cabelo dos oito aos 12 anos: "Durante a temporada de futebol. Era apenas algo que eu fazia, como uma rotina. Uns dois outros garotos faziam comigo. 'Ah, Slim Shady fez? Agora nós podemos.' Loiros realmente se divertem mais".   Sobre como estrelas mirins são aproveitadas: "Muitas não conseguem chegar lá. Há tantas pessoas dizendo para você fazer isso e assinar aqui, tudo ficará bem, não se preocupe. E você é novo e fica, 'OK, eu confio em você! Vocês são legais comigo. E você sorri. E eu acho que você é uma boa pessoa’. Você simplesmente não sabe quais são as outras intenções deles".   Sobre o seu relacionamento com Selena: "Eu me arrisquei tanto com ela, porque eu era tão distante de todo mundo... É como se o mundo te amasse, mas ele não conhece o meu coração – ele não me conhece. Então quando eu encontrei esse amor eu fiquei tipo, ‘Uau, quero me segurar a isso.' E eu coloquei tudo nele e na realidade não há retenção. Você apenas pensa, 'Esse amor é tão bom'”. Bieber fala com Ellen sobre possível volta com Selena Sobre primeiro amor: "É como algo mágico. Não há nada igual. Então quando senti isso e simplesmente não queria deixar escapar. Quando ficava difícil, eu pensava, 'quero ficar fora dessa’. Então ficávamos acabando e voltando, acabando e voltando, acabando e voltando. Nós estávamos tentando descobrir como é estar em um relacionamento, como sermos nós mesmos, quem nós éramos, no meio das pessoas julgarem nosso relacionamento pela mídia. Eu acho que isso realmente bagunçou a minha cabeça também. Porque é sobre confiança e todas essas outras coisas começam a mexer com a sua mente. Você está na estrada. E há mulheres lindas na estrada. E você simplesmente se mete em encrenca". “Nunca vou deixar de amá-la”, diz Bieber sobre Selena Sobre Kendall Jenner, Gigi Hadid e Hailey Baldwin: "Elas são as garotas mais doces. Elas têm os melhores corações. Elas se importam comigo da mesma maneira que eu me importo com elas. Quando as pessoas dizem coisas maldosas sobre elas, eu fico defensivo e quando isso acontece comigo, elas ficam defensivas".   Sobre ser uma estrela: "Como uma estrela do pop, as pessoas querem tentar te controlar. Quando penso no passado, me pergunto, ‘Por que eu aceitava a opinião dessa pessoa?’ Elas não sabem o que estou fazendo".   Sobre o seu amadurecimento: "As pessoas estão interessadas por causa da transição de menino para homem. Foi difícil porque eu realmente tive que confiar nos meus instintos. Fiquei tipo 'Eu vou resistir. Vou resistir o que você diz, mesmo que vocês parem de incentivar o meu projeto. Eu prefiro não ser bem sucedido do que deixar que você tire isso de mim'. Finalmente, eu havia resistido por tanto tempo e sido tão consistente – 'ou é desse jeito ou de nenhum jeito, você me deixa fazer isso ou nada’ – que eles me deixaram fazer o que eu queria".   Sobre fumar maconha: "No fim das contas, há pessoas que não acham que faça bem. E se eles não acham que isso faça bem, então eu não quero deixa-las desconfortáveis. Então eu não vou esfregar na cara delas. Você nunca me verá fumando. Porque esse não é quem eu sou. Se é algo que eu faço, é algo que eu faço, mas não é quem eu sou e o que eu quero que o mundo veja. Tipo, quem é Snoop Dogg? É o cara que fuma muita maconha. Isso praticamente se tornou a sua identidade. E eu não quero que a minha identidade seja nada além do que eu sou e de como a minha música me representa".   Sobre Kanye:  "Kanye é o melhor. Ele só fala. Por tanto tempo. E é muito irado. Mesmo quando soa como loucura, eu sei que estou ouvindo como ele se sente porque ele sempre coloca as coisas em perspectivas diferentes. Ele te faz pensar. Receber um selo de aprovação dele me deixou confortável com o projeto”.   Sobre Scooter Braun, seu empresário: "Scooter é, provavelmente, uma das pessoas mais inteligentes que eu já conheci. Muito, muito, muito estratégico. Sempre ligado. Sempre pensando em mais coisas para fazer e mais coisas para conquistar. Ele me certamente mantém focado. Porque o artista sempre quer relaxar. Tipo, 'eu ganhei o meu dinheiro. Só quero relaxar’. Mas ele descobre maneiras de me deixar animado com o que eu quero".   Sobre o espaço que Braun lhe dá: “Eu me conheço bem demais para que alguém me diga o que fazer e dizer e ser e por isso eu vou continuar assim até o fim. Por isso a situação ficou difícil, porque eu estava lutando contra as pessoas. Isso não é da natureza humana, a natureza humana é amar as pessoas. Mas eu estava infeliz, certo? Porque eu não queria brigar com ninguém. Então, nesse tempo eu estava entorpecendo minha dor com outras coisas”.   Sobre o sucesso de “Where Are Ü Now”:  "Eu vejo isso completamente como coisa de Deus. Eu não poderia ter pedido um começo melhor, e depois a direção que isso tomou? Com certeza foi Deus. Porque você nunca sabe quando tem um hit".  
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Justin Bieber fala sobre amor, maconha, Kanye e seu novo som

por em 12/11/2015
Enqu
anto ele se prepara para o lançamento do seu próximo álbum, Purpose, nesta sexta (13/11),  Justin Bieber deu uma entrevista à revista i-D . O cantor de 21 anos falou sobre seu novo estilo musical, a recuperação do término com Selena Gomez e a transição de ídolo teen a um artista pop maduro. justin bieber i-d mag Sobre o seu novo som: "Eu acho que é mais fácil de se identificar agora. Quando eu tinha aquela voz nova era difícil para as pessoas se identificarem. Caras podem ouvir agora e dizer, 'É, eu gosto da nova música de Bieber'". Bieber lança parceria com Sheeran; ouça “Love Yourself” Bieber diz que música que escreveu com Ed Sheeran é a sua favorita do novo álbum Sobre o descolorir o seu cabelo dos oito aos 12 anos: "Durante a temporada de futebol. Era apenas algo que eu fazia, como uma rotina. Uns dois outros garotos faziam comigo. 'Ah, Slim Shady fez? Agora nós podemos.' Loiros realmente se divertem mais".   Sobre como estrelas mirins são aproveitadas: "Muitas não conseguem chegar lá. Há tantas pessoas dizendo para você fazer isso e assinar aqui, tudo ficará bem, não se preocupe. E você é novo e fica, 'OK, eu confio em você! Vocês são legais comigo. E você sorri. E eu acho que você é uma boa pessoa’. Você simplesmente não sabe quais são as outras intenções deles".   Sobre o seu relacionamento com Selena: "Eu me arrisquei tanto com ela, porque eu era tão distante de todo mundo... É como se o mundo te amasse, mas ele não conhece o meu coração – ele não me conhece. Então quando eu encontrei esse amor eu fiquei tipo, ‘Uau, quero me segurar a isso.' E eu coloquei tudo nele e na realidade não há retenção. Você apenas pensa, 'Esse amor é tão bom'”. Bieber fala com Ellen sobre possível volta com Selena Sobre primeiro amor: "É como algo mágico. Não há nada igual. Então quando senti isso e simplesmente não queria deixar escapar. Quando ficava difícil, eu pensava, 'quero ficar fora dessa’. Então ficávamos acabando e voltando, acabando e voltando, acabando e voltando. Nós estávamos tentando descobrir como é estar em um relacionamento, como sermos nós mesmos, quem nós éramos, no meio das pessoas julgarem nosso relacionamento pela mídia. Eu acho que isso realmente bagunçou a minha cabeça também. Porque é sobre confiança e todas essas outras coisas começam a mexer com a sua mente. Você está na estrada. E há mulheres lindas na estrada. E você simplesmente se mete em encrenca". “Nunca vou deixar de amá-la”, diz Bieber sobre Selena Sobre Kendall Jenner, Gigi Hadid e Hailey Baldwin: "Elas são as garotas mais doces. Elas têm os melhores corações. Elas se importam comigo da mesma maneira que eu me importo com elas. Quando as pessoas dizem coisas maldosas sobre elas, eu fico defensivo e quando isso acontece comigo, elas ficam defensivas".   Sobre ser uma estrela: "Como uma estrela do pop, as pessoas querem tentar te controlar. Quando penso no passado, me pergunto, ‘Por que eu aceitava a opinião dessa pessoa?’ Elas não sabem o que estou fazendo".   Sobre o seu amadurecimento: "As pessoas estão interessadas por causa da transição de menino para homem. Foi difícil porque eu realmente tive que confiar nos meus instintos. Fiquei tipo 'Eu vou resistir. Vou resistir o que você diz, mesmo que vocês parem de incentivar o meu projeto. Eu prefiro não ser bem sucedido do que deixar que você tire isso de mim'. Finalmente, eu havia resistido por tanto tempo e sido tão consistente – 'ou é desse jeito ou de nenhum jeito, você me deixa fazer isso ou nada’ – que eles me deixaram fazer o que eu queria".   Sobre fumar maconha: "No fim das contas, há pessoas que não acham que faça bem. E se eles não acham que isso faça bem, então eu não quero deixa-las desconfortáveis. Então eu não vou esfregar na cara delas. Você nunca me verá fumando. Porque esse não é quem eu sou. Se é algo que eu faço, é algo que eu faço, mas não é quem eu sou e o que eu quero que o mundo veja. Tipo, quem é Snoop Dogg? É o cara que fuma muita maconha. Isso praticamente se tornou a sua identidade. E eu não quero que a minha identidade seja nada além do que eu sou e de como a minha música me representa".   Sobre Kanye:  "Kanye é o melhor. Ele só fala. Por tanto tempo. E é muito irado. Mesmo quando soa como loucura, eu sei que estou ouvindo como ele se sente porque ele sempre coloca as coisas em perspectivas diferentes. Ele te faz pensar. Receber um selo de aprovação dele me deixou confortável com o projeto”.   Sobre Scooter Braun, seu empresário: "Scooter é, provavelmente, uma das pessoas mais inteligentes que eu já conheci. Muito, muito, muito estratégico. Sempre ligado. Sempre pensando em mais coisas para fazer e mais coisas para conquistar. Ele me certamente mantém focado. Porque o artista sempre quer relaxar. Tipo, 'eu ganhei o meu dinheiro. Só quero relaxar’. Mas ele descobre maneiras de me deixar animado com o que eu quero".   Sobre o espaço que Braun lhe dá: “Eu me conheço bem demais para que alguém me diga o que fazer e dizer e ser e por isso eu vou continuar assim até o fim. Por isso a situação ficou difícil, porque eu estava lutando contra as pessoas. Isso não é da natureza humana, a natureza humana é amar as pessoas. Mas eu estava infeliz, certo? Porque eu não queria brigar com ninguém. Então, nesse tempo eu estava entorpecendo minha dor com outras coisas”.   Sobre o sucesso de “Where Are Ü Now”:  "Eu vejo isso completamente como coisa de Deus. Eu não poderia ter pedido um começo melhor, e depois a direção que isso tomou? Com certeza foi Deus. Porque você nunca sabe quando tem um hit".