NOTÍCIAS

Kanye West diz que foi discriminado pela indústria da moda por não ser gay

por em 07/10/2015

Kanye West falou, ontem (06/10), sobre as dificuldades que teve para conseguir fazer parte da indústria da moda. "Eu acho que fui discriminado por não ser gay", disse o rapper em uma entrevista ao site de moda SHOWstudio na última terça-feira (06/10). "Na música, você com certeza é discriminado se for gay. É preciso de grandes talentos para quebrar as barreiras. Todo mundo achou que quando Frank Ocean assumiu ser homossexual, sua carreira estaria comprometida. Eu acho que é um clichê falar sobre ele quando voltamos ao tema, mas há pessoas que quebram barreiras e ele é uma delas. As pessoas que acabam com os estereótipos fazem história."

Como parte da discussão sobre quebrar paradigmas, West também falou sobre Caitlyn Jenner, ex-padrasto da sua esposa, Kim Kardashian. O rapper ganhou destaque quando apoiou a transição de gênero de Jenner. "Quando fiquei sabendo, a primeira coisa que veio à minha cabeça foi um apresentador de rádio negro fazendo piadas, já que a cultura negra é, geralmente, homofóbica", contou. "Depois pensei: ‘Foda-se o que as pessoas vão dizer. Foda-se o que as pessoas pensam’. Eu tenho orgulho de fazer parte de uma família que ajudou tantas pessoas por quebrar barreiras para as próximas gerações. Eu ainda estou me familiarizando com o que é politicamente correto dizer."

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Kanye West diz que foi discriminado pela indústria da moda por não ser gay

por em 07/10/2015

Kanye West falou, ontem (06/10), sobre as dificuldades que teve para conseguir fazer parte da indústria da moda. "Eu acho que fui discriminado por não ser gay", disse o rapper em uma entrevista ao site de moda SHOWstudio na última terça-feira (06/10). "Na música, você com certeza é discriminado se for gay. É preciso de grandes talentos para quebrar as barreiras. Todo mundo achou que quando Frank Ocean assumiu ser homossexual, sua carreira estaria comprometida. Eu acho que é um clichê falar sobre ele quando voltamos ao tema, mas há pessoas que quebram barreiras e ele é uma delas. As pessoas que acabam com os estereótipos fazem história."

Como parte da discussão sobre quebrar paradigmas, West também falou sobre Caitlyn Jenner, ex-padrasto da sua esposa, Kim Kardashian. O rapper ganhou destaque quando apoiou a transição de gênero de Jenner. "Quando fiquei sabendo, a primeira coisa que veio à minha cabeça foi um apresentador de rádio negro fazendo piadas, já que a cultura negra é, geralmente, homofóbica", contou. "Depois pensei: ‘Foda-se o que as pessoas vão dizer. Foda-se o que as pessoas pensam’. Eu tenho orgulho de fazer parte de uma família que ajudou tantas pessoas por quebrar barreiras para as próximas gerações. Eu ainda estou me familiarizando com o que é politicamente correto dizer."