NOTÍCIAS

Kennedy Center homenageia Lionel Richie e Gloria Estefan em festa anual

Evento não contou com a presença do Presidente Donald Trump

Com a ausência notável do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o Kennedy Center homenageou no domingo (03/12) os cantores Lionel Richie e Gloria Estefan, o rapper LL Cool J, o produtor de televisão Norman Lear e a dançarina Carmen de Lavallade com prêmios artísticos.

Os Prêmios do Kennedy Center são considerados a maior honraria do país para artistas de várias áreas, e a importância do evento anual costuma ser sublinhada por uma recepção do presidente e da primeira-dama na Casa Branca.

Mas não este ano.

Em agosto a Casa Branca informou que Trump e sua mulher, Melania, não compareceriam para que os homenageados pudessem desfrutar da ocasião "sem qualquer distração política". A recepção da Casa Branca também foi cancelada devido ao fato de alguns dos premiados terem dito que a boicotariam.

O espetáculo propriamente dito transcorreu com pouca política e muitos astros.

Músicos como Stevie Wonder, Quincy Jones e Kenny Rogers prestaram homenagem a Richie, dono de sucessos como "Three Times a Lady" e "Say You, Say Me".

Gloria Estefan, cantora e compositora de 60 anos nascida em Havana, foi festejada por sua filha, Emily, que cantou uma versão comovente de "Reach", um dos sucessos de sua mãe.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Kennedy Center homenageia Lionel Richie e Gloria Estefan em festa anual

Evento não contou com a presença do Presidente Donald Trump

por Redação, com Reuters em 04/12/2017

Com a ausência notável do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o Kennedy Center homenageou no domingo (03/12) os cantores Lionel Richie e Gloria Estefan, o rapper LL Cool J, o produtor de televisão Norman Lear e a dançarina Carmen de Lavallade com prêmios artísticos.

Os Prêmios do Kennedy Center são considerados a maior honraria do país para artistas de várias áreas, e a importância do evento anual costuma ser sublinhada por uma recepção do presidente e da primeira-dama na Casa Branca.

Mas não este ano.

Em agosto a Casa Branca informou que Trump e sua mulher, Melania, não compareceriam para que os homenageados pudessem desfrutar da ocasião "sem qualquer distração política". A recepção da Casa Branca também foi cancelada devido ao fato de alguns dos premiados terem dito que a boicotariam.

O espetáculo propriamente dito transcorreu com pouca política e muitos astros.

Músicos como Stevie Wonder, Quincy Jones e Kenny Rogers prestaram homenagem a Richie, dono de sucessos como "Three Times a Lady" e "Say You, Say Me".

Gloria Estefan, cantora e compositora de 60 anos nascida em Havana, foi festejada por sua filha, Emily, que cantou uma versão comovente de "Reach", um dos sucessos de sua mãe.