NOTÍCIAS

Lorde fala sobre influência de David Bowie em seu novo álbum

Melodrama será lançado este ano, após um hiato de três anos

por Redação em 03/03/2017

Lorde tinha 16 anos quando se tornou uma pop star internacional, viajou o mundo em turnê e virou amiga de Taylor Swift. Isso é bastante para processar tão cedo. Então, ela se afastou por uns anos para amadurecer, pensar e refletir sobre o que aconteceu. Agora, aos 20 anos, ela despejou toda a sua experiência no segundo álbum, Melodrama, que teve o primeiro single “Green Light” lançado nesta quinta-feira (02/03).

"Para mim foi sobre processar o que eu queria dizer, sabia que não poderia ser algo antigo, precisava ser muito especial, singular”, disse a cantora em entrevista com Zane Lowe na rádio Beats 1. “Não poderia soar como o que eu já tinha feito”, completou Lorde.

Essa busca a levou até “Green Light”, que a cantora descreveu como o momento em que todas as outras músicas que ela gravou por 1 ano e seis meses com Jack Antonoff fizeram sentido. “A música é sobre coração partido e não é algo que eu estou acostumada a escrever sobre. Demorou um tempo até eu descobrir como escrever sobre isso… a primeira vez que tive meu coração partido”.

O crescimento surgiu em outras formas também, com a cantora se tornando co-produtora de todas as faixas. Ela afirmou à BBC Radio 1 que foi muito inspirada pelo seu herói musical, David Bowie.

DAVID BOWIE, O ARTISTA MAIS COMPLETO DE TODOS OS TEMPOS

“Sinto que durante todo o tempo que escrevi esse disco, ele estava em meus pensamentos, no meu coração. É difícil não pensar no que ele diria se ouvisse minha música”, explicou Lorde. Algumas faixas foram, de fato, gravadas no icônico estúdio Electric Lady, em Nova York, onde Bowie gravou seu single “Fame” e mixou seu último álbum, Blackstar.

Depois do estrondoso sucesso mundial, a cantora disse que precisou de um tempo livre, então ela voltou para a Nova Zelândia, comprou uma casa e descansou. “Fico feliz por ter passado esse tempo sozinha porque esse disco é a coisa mais legal que eu já fiz”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Lorde fala sobre influência de David Bowie em seu novo álbum

Melodrama será lançado este ano, após um hiato de três anos

por Redação em 03/03/2017

Lorde tinha 16 anos quando se tornou uma pop star internacional, viajou o mundo em turnê e virou amiga de Taylor Swift. Isso é bastante para processar tão cedo. Então, ela se afastou por uns anos para amadurecer, pensar e refletir sobre o que aconteceu. Agora, aos 20 anos, ela despejou toda a sua experiência no segundo álbum, Melodrama, que teve o primeiro single “Green Light” lançado nesta quinta-feira (02/03).

"Para mim foi sobre processar o que eu queria dizer, sabia que não poderia ser algo antigo, precisava ser muito especial, singular”, disse a cantora em entrevista com Zane Lowe na rádio Beats 1. “Não poderia soar como o que eu já tinha feito”, completou Lorde.

Essa busca a levou até “Green Light”, que a cantora descreveu como o momento em que todas as outras músicas que ela gravou por 1 ano e seis meses com Jack Antonoff fizeram sentido. “A música é sobre coração partido e não é algo que eu estou acostumada a escrever sobre. Demorou um tempo até eu descobrir como escrever sobre isso… a primeira vez que tive meu coração partido”.

O crescimento surgiu em outras formas também, com a cantora se tornando co-produtora de todas as faixas. Ela afirmou à BBC Radio 1 que foi muito inspirada pelo seu herói musical, David Bowie.

DAVID BOWIE, O ARTISTA MAIS COMPLETO DE TODOS OS TEMPOS

“Sinto que durante todo o tempo que escrevi esse disco, ele estava em meus pensamentos, no meu coração. É difícil não pensar no que ele diria se ouvisse minha música”, explicou Lorde. Algumas faixas foram, de fato, gravadas no icônico estúdio Electric Lady, em Nova York, onde Bowie gravou seu single “Fame” e mixou seu último álbum, Blackstar.

Depois do estrondoso sucesso mundial, a cantora disse que precisou de um tempo livre, então ela voltou para a Nova Zelândia, comprou uma casa e descansou. “Fico feliz por ter passado esse tempo sozinha porque esse disco é a coisa mais legal que eu já fiz”.