NOTÍCIAS

Luis Fonsi conta como aproveita o sucesso de “Despacito”

Pela primeira vez, cantor latino pode se apresentar em países como Turquia e Egito

por Redação em 21/08/2017

O fenômeno global “Despacito” pode impressionar muitas pessoas, mas não Luis Fonsi – mesmo que tenha transformado sua carreira em algo inimaginável. A sensação de Porto Rico considera o sucesso da música uma verdadeira bênção que chegou após duas décadas de carreira.

POP BRASIL: “MI GENTE” ESTREIA E MOSTRA A FORÇA DO REGGAETON

"É muito para assimilar, mas estou tentando curtir cada dia e ser grato. Sou abençoado por conseguir isso após 20 anos”, disse o cantor e compositor à Associated Press durante uma breve parada em Nova York.

Muitas pessoas em todo o mundo estão conhecendo seu nome só agora, mas o artista afirma: “Sei como aproveitar de verdade... Sou muito regrado, muito grato e amo música... É o que tenho feito em toda a minha vida. Desde que eu era um pequeno garoto eu queria ser músico – não queria ser famoso; queria ser músico”.

ERIKA ENDER, AQUELE 1% BRASILEIRO DE “DESPACITO”

Recém-chegado da parte europeia de sua turnê Love and Dance World Tour, Fonsi disse que foi divertido cantar para um público novo. A turnê agora segue pela América Latina e depois desembarca nos Estados Unidos.

"Isso me levou para a Turquia, Chipre, Egito, Suécia… Ver que tantas pessoas estavam lá porque conhecem uma de minhas músicas é incrível. E eles cantam junto naquela música e curtindo o resto do meu repertório. Me mantém humilde e é muito revigorante ter que me provar para esse novo público que não sabe quem é Luis Fonsi. Torna tudo mais interessante”.

5 FATOS SOBRE “DESPACITO”, O VÍDEO MAIS VISTO DE TODOS OS TEMPOS NO YOUTUBE

Algumas coisas mudaram para o artista, conhecido anteriormente por cantar baladas. Mas algumas coisas continuam iguais. “O jeito que faço as coisas diariamente, o jeito que trato as pessoas, a forma que respeito o palco e escrevo músicas, isso nunca vai mudar”. 

"O que muda é que ‘Despacito’ me abriu muitas portas, então agora posso colaborar com artistas que talvez não fossem reparar em mim antes”.

CANTOR DE “DESPACITO” REJEITA USO DA MÚSICA EM CAMPANHA DE CONSTITUINTE NA VENEZUELA

Recentemente, ele participou do remix de “Kissing Strangers” ao lado de DNCE e Nicki Minaj e disse: “algumas colaborações incríveis estão a caminho”, mas detalhes não foram dados. O artista afirmou que seu próximo single será lançado em dois meses e que irá “surpreender algumas pessoas”. “Não é uma diferença drástica do que venho fazendo, mas é mais para o lado do pop, mais rítmico. Quero misturar diferentes gêneros e continuar a explorar o pop”.

Apesar de “Despacito” ter sido um grande hit e atualmente ser o vídeo mais assistido da história do YouTube, ultrapassando três bilhões de visualizações, a música não recebeu indicações ao VMA. Fonsi diz que gostaria de ter sido indicado ao prêmio, mas que não está decepcionado. “Espero que seja o início de algo novo. Espero que, graças a ‘Despacito’, uma nova categoria seja criada. Mas simplesmente acredito que, da forma que foi, causou algo positivo porque agora as pessoas estão mais ligadas na música latina”.

AS FESTAS LATINAS REGADAS A REGGAETON NO BRASIL

E ele sente que já ganhou. “O maior prêmio que posso receber é o fato de que fizemos história com o vídeo. Com todo respeito à premiação, esse é o maior prêmio do mundo para mim”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Luis Fonsi conta como aproveita o sucesso de “Despacito”

Pela primeira vez, cantor latino pode se apresentar em países como Turquia e Egito

por Redação em 21/08/2017

O fenômeno global “Despacito” pode impressionar muitas pessoas, mas não Luis Fonsi – mesmo que tenha transformado sua carreira em algo inimaginável. A sensação de Porto Rico considera o sucesso da música uma verdadeira bênção que chegou após duas décadas de carreira.

POP BRASIL: “MI GENTE” ESTREIA E MOSTRA A FORÇA DO REGGAETON

"É muito para assimilar, mas estou tentando curtir cada dia e ser grato. Sou abençoado por conseguir isso após 20 anos”, disse o cantor e compositor à Associated Press durante uma breve parada em Nova York.

Muitas pessoas em todo o mundo estão conhecendo seu nome só agora, mas o artista afirma: “Sei como aproveitar de verdade... Sou muito regrado, muito grato e amo música... É o que tenho feito em toda a minha vida. Desde que eu era um pequeno garoto eu queria ser músico – não queria ser famoso; queria ser músico”.

ERIKA ENDER, AQUELE 1% BRASILEIRO DE “DESPACITO”

Recém-chegado da parte europeia de sua turnê Love and Dance World Tour, Fonsi disse que foi divertido cantar para um público novo. A turnê agora segue pela América Latina e depois desembarca nos Estados Unidos.

"Isso me levou para a Turquia, Chipre, Egito, Suécia… Ver que tantas pessoas estavam lá porque conhecem uma de minhas músicas é incrível. E eles cantam junto naquela música e curtindo o resto do meu repertório. Me mantém humilde e é muito revigorante ter que me provar para esse novo público que não sabe quem é Luis Fonsi. Torna tudo mais interessante”.

5 FATOS SOBRE “DESPACITO”, O VÍDEO MAIS VISTO DE TODOS OS TEMPOS NO YOUTUBE

Algumas coisas mudaram para o artista, conhecido anteriormente por cantar baladas. Mas algumas coisas continuam iguais. “O jeito que faço as coisas diariamente, o jeito que trato as pessoas, a forma que respeito o palco e escrevo músicas, isso nunca vai mudar”. 

"O que muda é que ‘Despacito’ me abriu muitas portas, então agora posso colaborar com artistas que talvez não fossem reparar em mim antes”.

CANTOR DE “DESPACITO” REJEITA USO DA MÚSICA EM CAMPANHA DE CONSTITUINTE NA VENEZUELA

Recentemente, ele participou do remix de “Kissing Strangers” ao lado de DNCE e Nicki Minaj e disse: “algumas colaborações incríveis estão a caminho”, mas detalhes não foram dados. O artista afirmou que seu próximo single será lançado em dois meses e que irá “surpreender algumas pessoas”. “Não é uma diferença drástica do que venho fazendo, mas é mais para o lado do pop, mais rítmico. Quero misturar diferentes gêneros e continuar a explorar o pop”.

Apesar de “Despacito” ter sido um grande hit e atualmente ser o vídeo mais assistido da história do YouTube, ultrapassando três bilhões de visualizações, a música não recebeu indicações ao VMA. Fonsi diz que gostaria de ter sido indicado ao prêmio, mas que não está decepcionado. “Espero que seja o início de algo novo. Espero que, graças a ‘Despacito’, uma nova categoria seja criada. Mas simplesmente acredito que, da forma que foi, causou algo positivo porque agora as pessoas estão mais ligadas na música latina”.

AS FESTAS LATINAS REGADAS A REGGAETON NO BRASIL

E ele sente que já ganhou. “O maior prêmio que posso receber é o fato de que fizemos história com o vídeo. Com todo respeito à premiação, esse é o maior prêmio do mundo para mim”.