NOTÍCIAS

Mangueira faz seu esquenta pro Carnaval cheio de estrelas em São Paulo

Show de verão teve sua 15ª edição nessa quarta, no Tom Brasil, com Chico Buarque, Maria Bethânia, Alcione e muito mais

por Marcos Lauro em 16/02/2017

Desde 1997, é tradição: A Mangueira realiza o seu Show de Verão, uma grande festa que serve como aquecimento para o Carnaval. Realizado no Rio e em São Paulo, conta com um elenco de dar inveja a muito evento de nível internacional: Maria Bethânia, Chico Buarque, Alcione, Elba Ramalho, Fafá de Belém e Fernanda Abreu, entre outros nomes, invocaram seus santos e guias para proteger a escola nesse ano – vale lembrar que a Mangueira é a atual campeã do Carnaval, com enredo que homenageia Bethânia.

São Paulo recebeu o show estrelado nessa quarta-feira (15/02), no Tom Brasil. Veja imagens e detalhes das apresentações:

A Estação Primeira de Mangueira compareceu ao Tom Brasil com sua bateria (Tem que Respeitar Meu Tamborim), além da Porta Bandeira Squel e do Mestre Sala Matheus.

Teca Lamboglia/divulgação

“Quando eu estou aqui, eu vivo esse momento lindo”. Foi o Tom Brasil abrir as cortinas, apareceu Maria Bethânia com “Emoções”, de Roberto Carlos.

Teca Lamboglia/divulgação

Ver Bethânia ao vivo é uma experiência que beira o espiritual. Cantou “Maria Bethânia: a Menina dos Olhos de Oyá”, o samba-enredo campeão de 2016 e disse: “A Mangueira fez uma homenagem ao orixá por meio da minha pessoa e foi emocionante”.

Teca Lamboglia/divulgação

O sambista Tantinho dividiu o palco com Lecy Brandão. A cantora fez questão de saudar as religiões de matriz africana.

Teca Lamboglia/divulgação

Um dos grandes duetos da noite foi entre Lecy Brandão e Fafá de Belém. As duas cantaram "Romaria", famosa na voz de Elis Regina.

Teca Lamboglia/divulgação

Reforçando as questões religiosas da festa, Fafá se emocionou ao citar e homenagear o Círio de Nazaré, uma festa católica que recebe mais de dois milhões de pessoas pelas ruas de Belém.

Teca Lamboglia/divulgação

Fernanda Abreu abriu sua participação com “Jorge da Capadócia”. Salve, Jorge!

Teca Lamboglia/divulgação

Sombrinha, um dos nomes mais tradicionais do samba, adiantou um pouco de Chico Buarque para a ansiosa plateia e cantou “A Volta do Malandro”.

Teca Lamboglia/divulgação

A cantora Elba Rabalho trouxe seu forró para o samba da Mangueira.

Teca Lamboglia/divulgação

Ao terminar sua apresentação, Elba chamou ao palco “a pessoa que acreditou no meu trabalho e me ajudou quando eu estava começando”: Chico Buarque. Quase não deu para ouvir a voz de Chico. Quando ele estava cantando (começou sua parte com “O Que Será (À Flor da Terra)”), a plateia cantava em uníssono; quando não, era o frisson.

Teca Lamboglia/divulgação

Em “O Meu Amor”, que encerrou a participação de Chico no show, ele recebeu Alcione. A cantora, de voz gigante, provocou ainda mais frisson.

Teca Lamboglia/divulgação

O elenco de peso reunido ao final da apresentação. A cortina ainda se abriu duas vezes para que a Mangueira apresentasse de novo a sua bateria e enredos clássicos da sua trajetória.

Teca Lamboglia/divulgação

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Mangueira faz seu esquenta pro Carnaval cheio de estrelas em São Paulo

Show de verão teve sua 15ª edição nessa quarta, no Tom Brasil, com Chico Buarque, Maria Bethânia, Alcione e muito mais

por Marcos Lauro em 16/02/2017

Desde 1997, é tradição: A Mangueira realiza o seu Show de Verão, uma grande festa que serve como aquecimento para o Carnaval. Realizado no Rio e em São Paulo, conta com um elenco de dar inveja a muito evento de nível internacional: Maria Bethânia, Chico Buarque, Alcione, Elba Ramalho, Fafá de Belém e Fernanda Abreu, entre outros nomes, invocaram seus santos e guias para proteger a escola nesse ano – vale lembrar que a Mangueira é a atual campeã do Carnaval, com enredo que homenageia Bethânia.

São Paulo recebeu o show estrelado nessa quarta-feira (15/02), no Tom Brasil. Veja imagens e detalhes das apresentações:

A Estação Primeira de Mangueira compareceu ao Tom Brasil com sua bateria (Tem que Respeitar Meu Tamborim), além da Porta Bandeira Squel e do Mestre Sala Matheus.

Teca Lamboglia/divulgação

“Quando eu estou aqui, eu vivo esse momento lindo”. Foi o Tom Brasil abrir as cortinas, apareceu Maria Bethânia com “Emoções”, de Roberto Carlos.

Teca Lamboglia/divulgação

Ver Bethânia ao vivo é uma experiência que beira o espiritual. Cantou “Maria Bethânia: a Menina dos Olhos de Oyá”, o samba-enredo campeão de 2016 e disse: “A Mangueira fez uma homenagem ao orixá por meio da minha pessoa e foi emocionante”.

Teca Lamboglia/divulgação

O sambista Tantinho dividiu o palco com Lecy Brandão. A cantora fez questão de saudar as religiões de matriz africana.

Teca Lamboglia/divulgação

Um dos grandes duetos da noite foi entre Lecy Brandão e Fafá de Belém. As duas cantaram "Romaria", famosa na voz de Elis Regina.

Teca Lamboglia/divulgação

Reforçando as questões religiosas da festa, Fafá se emocionou ao citar e homenagear o Círio de Nazaré, uma festa católica que recebe mais de dois milhões de pessoas pelas ruas de Belém.

Teca Lamboglia/divulgação

Fernanda Abreu abriu sua participação com “Jorge da Capadócia”. Salve, Jorge!

Teca Lamboglia/divulgação

Sombrinha, um dos nomes mais tradicionais do samba, adiantou um pouco de Chico Buarque para a ansiosa plateia e cantou “A Volta do Malandro”.

Teca Lamboglia/divulgação

A cantora Elba Rabalho trouxe seu forró para o samba da Mangueira.

Teca Lamboglia/divulgação

Ao terminar sua apresentação, Elba chamou ao palco “a pessoa que acreditou no meu trabalho e me ajudou quando eu estava começando”: Chico Buarque. Quase não deu para ouvir a voz de Chico. Quando ele estava cantando (começou sua parte com “O Que Será (À Flor da Terra)”), a plateia cantava em uníssono; quando não, era o frisson.

Teca Lamboglia/divulgação

Em “O Meu Amor”, que encerrou a participação de Chico no show, ele recebeu Alcione. A cantora, de voz gigante, provocou ainda mais frisson.

Teca Lamboglia/divulgação

O elenco de peso reunido ao final da apresentação. A cortina ainda se abriu duas vezes para que a Mangueira apresentasse de novo a sua bateria e enredos clássicos da sua trajetória.

Teca Lamboglia/divulgação