NOTÍCIAS

MariMoon conta quais são seus shows mais esperados no Lollapalooza

Apresentadora estará na TV Globo para fazer um resumo de cada um dos dias

por Marcos Lauro em 23/03/2017

Pelo segundo ano consecutivo, a apresentadora MariMoon vai aparecer na tela da TV Globo para fazer um resumão das atrações do Lollapalooza. Com duração de uma hora, serão exibidos melhores momentos de shows – alguns escolhidos pela própria MariMoon. “No ano passado me deram liberdade e nesse ano não vai ser diferente”, afirma a apresentadora.

A ideia do resumão é boa tanto para quem não foi ao festival como para quem está chegando em casa e quer relembrar os bons momentos de horas atrás. “E o papel do programa é também de apresentar os novos nomes que tocaram nessa edição”, completa MariMoon.

Conversamos com ela sobre o programa e também sobre os shows que ela mais quer ver no Lolla:

Vai ter alguma diferença em relação ao ano passado?
É o mesmo formato do ano passado, quando a gente teve essa ideia de selecionar as coisas mais interessantes do festival, é um resumo da ópera. Tem desde as bandas que a gente deveria conhecer e não conhece ainda, coisas imperdíveis, etc. O Lolla tem um formato muito variado, né... tem praticamente uma banda de cada estilo. Não tem sertanejo ainda, claro, mas tem R&B, indie pop... É uma grande festa com todo tipo de gente, todo tipo de estilos musicais... é uma diversidade não só de música, mas estilos de pessoas. Tem muitas possibilidades.

O próprio festival tem essa característica, né, de dar chancela a nomes não tão conhecidos...
Sim, é uma das graças do Lolla, é o ponto mais interessante. Tem ali na equipe um especialista em música que está vendo tudo que tá rolando no mundo. E é um editorial mesmo, que você confia e vai ter uma sugestão legal pra assistir. E o papel do programa também acaba sendo o mesmo, de apresentar nomes. Quando eu falava na MTV, era pra um público especializado, gente mais conectada... na Globo é o Brasil inteiro. Desde a cidade pequenininha do interior até o bar que está aberto até tarde e tem um pessoal ali vendo. Então a seleção tem que ser muito bem pensada e estratégica.

MariMoon

E quais são os shows que você mais quer ver?
Hum, vamos lá:
MO – Estou ansiosa pra ver, o disco é bom e foi bastante elogiado;
The XX – Já acompanho há tempos e quero ver no palco;
BaianaSystem – Achei legal, tem muita personalidade;
Criolo – Prometeu material novo no show, estou curiosa;
Strokes – Num determinado momento você acha que os caras morreram, mas não [risos]. Tenho uma relação pessoal.
The Chainsmokers – Muito curiosa pra ver a postura no palco. É hit de rádio, né... a galera vai a loucura e tal. Mas como será ao vivo?

Você tem o seu estilo, que vem desde a MTV. Você teve que fazer alguma adaptação pra se enquadrar no tal “padrão Globo”?
É engraçado isso. Na MTV eu nunca tinha feito nada de TV e já fui de cara pra um programa diário. Foi tipo aquela coisa da mãe-passarinho, sabe? Tem que alimentar, cuidar, se não ele cai do ninho e morre [risos]. Então ganhei experiência sem ter muito tempo pra pensar, foi orgânico. Sempre me diziam que a maneira que eu apresento é agradável e natural. Eu consegui manter o meu estilo sim, o meu visual exótico e tudo mais. Estou com 34 anos, mais madura. E mesmo a Globo mudou muito nos últimos anos, está mais jovem... tem um posicionamento atual. Estão conectados à modernidade. Só de colocar um programa do Lolla comigo apresentando já é um sinal de abertura...  e é tudo pensado, né? A Globo não faz nada sem pensar. Eu posso ser quem eu sou, falar do meu jeito, usar as roupas que eu escolho. E não adiantaria nada ter alguém sem personalidade ali. Claro que tem produção, tem TP [tele-prompter, aparelho de onde a apresentadora lê as informações], mas são escolhas, sai do coração. Na hora de fazer um elogio pra uma banda, por exemplo, sai do coração, com o meu estilo.

O programa é gravado com antecedência, vai ao ar por volta da meia-noite do sábado e do domingo e a MariMoon estará online no Twitter para comentar sobre os shows e interagir com os fãs. Só acessar www.twitter.com/MariMoon.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

MariMoon conta quais são seus shows mais esperados no Lollapalooza

Apresentadora estará na TV Globo para fazer um resumo de cada um dos dias

por Marcos Lauro em 23/03/2017

Pelo segundo ano consecutivo, a apresentadora MariMoon vai aparecer na tela da TV Globo para fazer um resumão das atrações do Lollapalooza. Com duração de uma hora, serão exibidos melhores momentos de shows – alguns escolhidos pela própria MariMoon. “No ano passado me deram liberdade e nesse ano não vai ser diferente”, afirma a apresentadora.

A ideia do resumão é boa tanto para quem não foi ao festival como para quem está chegando em casa e quer relembrar os bons momentos de horas atrás. “E o papel do programa é também de apresentar os novos nomes que tocaram nessa edição”, completa MariMoon.

Conversamos com ela sobre o programa e também sobre os shows que ela mais quer ver no Lolla:

Vai ter alguma diferença em relação ao ano passado?
É o mesmo formato do ano passado, quando a gente teve essa ideia de selecionar as coisas mais interessantes do festival, é um resumo da ópera. Tem desde as bandas que a gente deveria conhecer e não conhece ainda, coisas imperdíveis, etc. O Lolla tem um formato muito variado, né... tem praticamente uma banda de cada estilo. Não tem sertanejo ainda, claro, mas tem R&B, indie pop... É uma grande festa com todo tipo de gente, todo tipo de estilos musicais... é uma diversidade não só de música, mas estilos de pessoas. Tem muitas possibilidades.

O próprio festival tem essa característica, né, de dar chancela a nomes não tão conhecidos...
Sim, é uma das graças do Lolla, é o ponto mais interessante. Tem ali na equipe um especialista em música que está vendo tudo que tá rolando no mundo. E é um editorial mesmo, que você confia e vai ter uma sugestão legal pra assistir. E o papel do programa também acaba sendo o mesmo, de apresentar nomes. Quando eu falava na MTV, era pra um público especializado, gente mais conectada... na Globo é o Brasil inteiro. Desde a cidade pequenininha do interior até o bar que está aberto até tarde e tem um pessoal ali vendo. Então a seleção tem que ser muito bem pensada e estratégica.

MariMoon

E quais são os shows que você mais quer ver?
Hum, vamos lá:
MO – Estou ansiosa pra ver, o disco é bom e foi bastante elogiado;
The XX – Já acompanho há tempos e quero ver no palco;
BaianaSystem – Achei legal, tem muita personalidade;
Criolo – Prometeu material novo no show, estou curiosa;
Strokes – Num determinado momento você acha que os caras morreram, mas não [risos]. Tenho uma relação pessoal.
The Chainsmokers – Muito curiosa pra ver a postura no palco. É hit de rádio, né... a galera vai a loucura e tal. Mas como será ao vivo?

Você tem o seu estilo, que vem desde a MTV. Você teve que fazer alguma adaptação pra se enquadrar no tal “padrão Globo”?
É engraçado isso. Na MTV eu nunca tinha feito nada de TV e já fui de cara pra um programa diário. Foi tipo aquela coisa da mãe-passarinho, sabe? Tem que alimentar, cuidar, se não ele cai do ninho e morre [risos]. Então ganhei experiência sem ter muito tempo pra pensar, foi orgânico. Sempre me diziam que a maneira que eu apresento é agradável e natural. Eu consegui manter o meu estilo sim, o meu visual exótico e tudo mais. Estou com 34 anos, mais madura. E mesmo a Globo mudou muito nos últimos anos, está mais jovem... tem um posicionamento atual. Estão conectados à modernidade. Só de colocar um programa do Lolla comigo apresentando já é um sinal de abertura...  e é tudo pensado, né? A Globo não faz nada sem pensar. Eu posso ser quem eu sou, falar do meu jeito, usar as roupas que eu escolho. E não adiantaria nada ter alguém sem personalidade ali. Claro que tem produção, tem TP [tele-prompter, aparelho de onde a apresentadora lê as informações], mas são escolhas, sai do coração. Na hora de fazer um elogio pra uma banda, por exemplo, sai do coração, com o meu estilo.

O programa é gravado com antecedência, vai ao ar por volta da meia-noite do sábado e do domingo e a MariMoon estará online no Twitter para comentar sobre os shows e interagir com os fãs. Só acessar www.twitter.com/MariMoon.