NOTÍCIAS

Metallica, ensurdecedor, encerra a noite no palco principal do Lollapalooza

Conhecida por tocar muito alto, banda fez juz à fama

por Marcos Lauro em 26/03/2017

Quem acompanha minimamente a Formula 1 sabe que Interlagos tem um temperamento difícil em relação ao clima. Quando o show do Metallica começou, com quase 10 minutos de atraso (ok, último show da noite pode!), o céu estava limpo – Jupiter era o ponto mais brilhante do céu, logo acima do palco. Ao término do show, além de um pouco mais surdos, os fãs do Metallica viam apenas nuvens no céu.

RANCID MOSTRA UM DOS LADOS BONS DE SER PUNK: 20 MÚSICAS EM UMA HORA

O show começa como o mais recente disco, Hardwired... to Self-Destruct, que está na segunda colocação do Billboard 200: As duas primeiras músicas, “Hardwired” e “Atlas, Rise!” abriram a noite. “Eu não quero saber de onde você é ou quem veio ver. Agora você é parte da família Metallica”, disse o vocalista James Hetfield antes do primeiro clássico da noite, “For Whom The Bell Tolls”. “The Memory Remains” foi a música seguinte, única faixa do show da época dos polêmicos alguns Load e Reload.

MetallicaLars Ulrich e James Hetfield do Metallica no Lollapalooza 2017 - Divulgação

O Metallica não se esquece dos seus clássicos, mas não deixa de fora os sons do álbum novo. Hetfiel chega a perguntar: “Gostaram do álbum novo? Querem mais? Vamos tocar coisas velhas também. 36 anos depois, o Metallica está vivo!”. Pela altura do som, percebemos.

COM PARTICIPAÇÃO DE BNEGÃO, BAIANASYSTEM FAZ SHOW PARA QUEM TEM SANGUE QUENTE E SUINGUE

Depois de um solo de baixo de Robert Trujillo, veio “Whiplash”. “Para os fãs old-school”, disse Hetfield, que fez uma enquete pouco depois da música. Ele perguntou quem já havia visto o Metallica e quem estava diante deles pela primeira vez. A plateia, bastante dividida, causou espanto: “Uau, metade!”.

CAGE THE ELEPHANT DEIXA LOLLAPALOOZA MAIS ANIMADO E ANÁRQUICO

THE 1975 LEVANTA O PÚBLICO (MUITO) JOVEM DO LOLLAPALOOZA BRASIL

A apresentação no Lolla não trouxe quase nada pirotécnico – os fogos da introdução de “One” apareceram apenas no telão e nos efeitos em laser. Colada em “One”, sem dar tempo para respirar, “Master Of Puppets”.

Em outro clássico, “Seek & Destroy” (os telespectadores da velha MTV se lembraram do programa Fúria Metal, apresentado por Gastão Moreira, que tinha o riff dessa música na abertura), um flyer das primeiras apresentações do Metallica no Brasil apareceu no telão. Foi em 1989, com um show no Rio e dois em São Paulo. Pela média de idade dos frequentadores, pouca gente dali esteve em algum desses shows.

CRIOLO DESVIA DE POLÊMICA E FAZ SHOW GRANDIOSO E ANIMADO

THE XX E NOVO REPERTÓRIO DÃO O TOM CERTO PARA O LOLLA

Último show da noite pode dar aquela paradinha para o bis. E a paradinha foi providencial, porque a sequência que veio logo depois foi pesada: “Battery”, “Nothing Else Matters” e “Enter Sandman”. Os ouvidos não foram os mesmos depois disso.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Metallica, ensurdecedor, encerra a noite no palco principal do Lollapalooza

Conhecida por tocar muito alto, banda fez juz à fama

por Marcos Lauro em 26/03/2017

Quem acompanha minimamente a Formula 1 sabe que Interlagos tem um temperamento difícil em relação ao clima. Quando o show do Metallica começou, com quase 10 minutos de atraso (ok, último show da noite pode!), o céu estava limpo – Jupiter era o ponto mais brilhante do céu, logo acima do palco. Ao término do show, além de um pouco mais surdos, os fãs do Metallica viam apenas nuvens no céu.

RANCID MOSTRA UM DOS LADOS BONS DE SER PUNK: 20 MÚSICAS EM UMA HORA

O show começa como o mais recente disco, Hardwired... to Self-Destruct, que está na segunda colocação do Billboard 200: As duas primeiras músicas, “Hardwired” e “Atlas, Rise!” abriram a noite. “Eu não quero saber de onde você é ou quem veio ver. Agora você é parte da família Metallica”, disse o vocalista James Hetfield antes do primeiro clássico da noite, “For Whom The Bell Tolls”. “The Memory Remains” foi a música seguinte, única faixa do show da época dos polêmicos alguns Load e Reload.

MetallicaLars Ulrich e James Hetfield do Metallica no Lollapalooza 2017 - Divulgação

O Metallica não se esquece dos seus clássicos, mas não deixa de fora os sons do álbum novo. Hetfiel chega a perguntar: “Gostaram do álbum novo? Querem mais? Vamos tocar coisas velhas também. 36 anos depois, o Metallica está vivo!”. Pela altura do som, percebemos.

COM PARTICIPAÇÃO DE BNEGÃO, BAIANASYSTEM FAZ SHOW PARA QUEM TEM SANGUE QUENTE E SUINGUE

Depois de um solo de baixo de Robert Trujillo, veio “Whiplash”. “Para os fãs old-school”, disse Hetfield, que fez uma enquete pouco depois da música. Ele perguntou quem já havia visto o Metallica e quem estava diante deles pela primeira vez. A plateia, bastante dividida, causou espanto: “Uau, metade!”.

CAGE THE ELEPHANT DEIXA LOLLAPALOOZA MAIS ANIMADO E ANÁRQUICO

THE 1975 LEVANTA O PÚBLICO (MUITO) JOVEM DO LOLLAPALOOZA BRASIL

A apresentação no Lolla não trouxe quase nada pirotécnico – os fogos da introdução de “One” apareceram apenas no telão e nos efeitos em laser. Colada em “One”, sem dar tempo para respirar, “Master Of Puppets”.

Em outro clássico, “Seek & Destroy” (os telespectadores da velha MTV se lembraram do programa Fúria Metal, apresentado por Gastão Moreira, que tinha o riff dessa música na abertura), um flyer das primeiras apresentações do Metallica no Brasil apareceu no telão. Foi em 1989, com um show no Rio e dois em São Paulo. Pela média de idade dos frequentadores, pouca gente dali esteve em algum desses shows.

CRIOLO DESVIA DE POLÊMICA E FAZ SHOW GRANDIOSO E ANIMADO

THE XX E NOVO REPERTÓRIO DÃO O TOM CERTO PARA O LOLLA

Último show da noite pode dar aquela paradinha para o bis. E a paradinha foi providencial, porque a sequência que veio logo depois foi pesada: “Battery”, “Nothing Else Matters” e “Enter Sandman”. Os ouvidos não foram os mesmos depois disso.