NOTÍCIAS

Michael Jackson e Paul Simon já cantaram axé music

Os dois artistas gravaram com o Olodum na década de 1990

por Marcos Lauro em 19/01/2017

Nessa quinta-feira (19/01), estreia nos cinemas Axé: Canto do Povo de um Lugar, o documentário que conta a história de um dos gêneros mais populares do Brasil.

FILME MOSTRA AXÉ MUSIC MUITO ALÉM DOS PRECONCEITOS

O documentário explica que a axé music, apesar de ter se tornado um gênero, não tem um ritmo próprio. Os artistas mesclaram lundu, samba, afoxé e outros ritmos percussivos africanos que eram (e ainda são) tocados na ladeiras de Salvador por grupos e blocos afro. E com o tempo, novos artistas foram surgindo e inserindo outras influências, como o rock (Chiclete com Banana e Asa de Águia) e o pop (Daniela Mercury e Ivete Sangalo). Para reforçar essa teoria, o filme relembra que dois grandes astros internacionais já cantaram axé: Paul Simon e Michael Jackson.

“Eu estava andando pelo centro velho de Salvador quando ouvi esse som incrível do Olodum na rua. Meu percussionista perguntou se podíamos gravar aquilo e fomos até lá. Fizemos com dois gravadores alugados, de oito canais, para a música ‘The Obvious Child’”, contou Paul Simon para a revista Mojo em 2011. A música foi lançada em 1990, no álbum The Rhythm Of The Saints. Na época não havia MTV ou internet para se lançar clipes e a estreia foi no Fantástico.

Meses depois, Paul Simon foi apresentar o disco no Central Park, em Nova York, e convidou o Olodum para tocar ao vivo. O público estimado foi de 750 mil pessoas e as imagens são impressionantes:

Em 1995, foi a vez de outra visita ilustre: Michael Jackson.

Anos antes, o diretor Spike Lee conheceu o Olodum, seu projeto de educação musical de crianças carentes e prometeu ajudar o grupo com visibilidade. A solução foi levar Michael Jackson para a Bahia e gravar uma música com o grupo. Assim nasceu “They Don’t Care About Us”.

Michael também visitou o Rio de Janeiro e gravou no Morro Santa Marta, numa passagem repleta de polêmicas – uma das versões diz que a produção teve que pedir autorização para traficantes locais, algo negado pelo governo da época.

A música foi lançada no álbum HIStory e tanto o som quanto o clipe ganharam uma versão mundial (sem tanta percussão e com imagens genéricas) e uma versão brasileira (com direito a um “Michael, Michael, eles não ligam pra gente” em português na introdução).

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Michael Jackson e Paul Simon já cantaram axé music

Os dois artistas gravaram com o Olodum na década de 1990

por Marcos Lauro em 19/01/2017

Nessa quinta-feira (19/01), estreia nos cinemas Axé: Canto do Povo de um Lugar, o documentário que conta a história de um dos gêneros mais populares do Brasil.

FILME MOSTRA AXÉ MUSIC MUITO ALÉM DOS PRECONCEITOS

O documentário explica que a axé music, apesar de ter se tornado um gênero, não tem um ritmo próprio. Os artistas mesclaram lundu, samba, afoxé e outros ritmos percussivos africanos que eram (e ainda são) tocados na ladeiras de Salvador por grupos e blocos afro. E com o tempo, novos artistas foram surgindo e inserindo outras influências, como o rock (Chiclete com Banana e Asa de Águia) e o pop (Daniela Mercury e Ivete Sangalo). Para reforçar essa teoria, o filme relembra que dois grandes astros internacionais já cantaram axé: Paul Simon e Michael Jackson.

“Eu estava andando pelo centro velho de Salvador quando ouvi esse som incrível do Olodum na rua. Meu percussionista perguntou se podíamos gravar aquilo e fomos até lá. Fizemos com dois gravadores alugados, de oito canais, para a música ‘The Obvious Child’”, contou Paul Simon para a revista Mojo em 2011. A música foi lançada em 1990, no álbum The Rhythm Of The Saints. Na época não havia MTV ou internet para se lançar clipes e a estreia foi no Fantástico.

Meses depois, Paul Simon foi apresentar o disco no Central Park, em Nova York, e convidou o Olodum para tocar ao vivo. O público estimado foi de 750 mil pessoas e as imagens são impressionantes:

Em 1995, foi a vez de outra visita ilustre: Michael Jackson.

Anos antes, o diretor Spike Lee conheceu o Olodum, seu projeto de educação musical de crianças carentes e prometeu ajudar o grupo com visibilidade. A solução foi levar Michael Jackson para a Bahia e gravar uma música com o grupo. Assim nasceu “They Don’t Care About Us”.

Michael também visitou o Rio de Janeiro e gravou no Morro Santa Marta, numa passagem repleta de polêmicas – uma das versões diz que a produção teve que pedir autorização para traficantes locais, algo negado pelo governo da época.

A música foi lançada no álbum HIStory e tanto o som quanto o clipe ganharam uma versão mundial (sem tanta percussão e com imagens genéricas) e uma versão brasileira (com direito a um “Michael, Michael, eles não ligam pra gente” em português na introdução).