NOTÍCIAS

Ministro russo critica Madonna: “Ou tira sua cruz, ou usa umas calcinhas”

por em 09/08/2012
Imagem: Divulgação

Dmitri Rogozin, vice-primeiro ministro russo, usou seu Twitter para criticar de maneira ofensiva o fato de Madonna sair em defesa do grupo punk Pussy Riot, cujas integrantes estão detidas após terem feito uma "oração" contra o presidente russo.

“Com a idade, toda puta velha tende a dar lições de moral a todo mundo. Em particular, em suas viagens pelo estrangeiro”, escreveu Rogozin. “Ou tira sua cruz, ou usa umas calcinhas”, completou o ministro em outra mensagem direcionada à cantora.

Na última terça-feira (7), Madonna afirmou, durante uma apresentação em Moscou, que admira a coragem e reza pela liberdade das três integrantes da banda. Na ocasião, a cantora chegou a vestir um gorro que caracteriza o grupo feminista.

No entanto, a polêmica em torno das declarações do ministro Dmitri Rogozin parece não ter abalado a cantora. Ignorando a mobilização dos grupos de conservadores russos, a loira anunciou que distribuirá pulseiras rosas no show que realizará nesta quinta-feira (9) em São Petersburgo.

Segundo publicado em seu site oficial, as pulseiras farão parte do espetáculo para demonstrar seu apoio às minorias homossexuais, bastante reprimidas na cidade, onde existe uma lei contra a “propaganda gay”.

O Sindicato de Cidadãos Russos (SCR) convocou um comício contra o show de Madonna na Praça do Palácio. A entidade se pronuncia contra o “genocídio moral”, assegurando que estrangeiros não tenham o direito de impor seus estilos de vida aos russos. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Ministro russo critica Madonna: “Ou tira sua cruz, ou usa umas calcinhas”

por em 09/08/2012
Imagem: Divulgação

Dmitri Rogozin, vice-primeiro ministro russo, usou seu Twitter para criticar de maneira ofensiva o fato de Madonna sair em defesa do grupo punk Pussy Riot, cujas integrantes estão detidas após terem feito uma "oração" contra o presidente russo.

“Com a idade, toda puta velha tende a dar lições de moral a todo mundo. Em particular, em suas viagens pelo estrangeiro”, escreveu Rogozin. “Ou tira sua cruz, ou usa umas calcinhas”, completou o ministro em outra mensagem direcionada à cantora.

Na última terça-feira (7), Madonna afirmou, durante uma apresentação em Moscou, que admira a coragem e reza pela liberdade das três integrantes da banda. Na ocasião, a cantora chegou a vestir um gorro que caracteriza o grupo feminista.

No entanto, a polêmica em torno das declarações do ministro Dmitri Rogozin parece não ter abalado a cantora. Ignorando a mobilização dos grupos de conservadores russos, a loira anunciou que distribuirá pulseiras rosas no show que realizará nesta quinta-feira (9) em São Petersburgo.

Segundo publicado em seu site oficial, as pulseiras farão parte do espetáculo para demonstrar seu apoio às minorias homossexuais, bastante reprimidas na cidade, onde existe uma lei contra a “propaganda gay”.

O Sindicato de Cidadãos Russos (SCR) convocou um comício contra o show de Madonna na Praça do Palácio. A entidade se pronuncia contra o “genocídio moral”, assegurando que estrangeiros não tenham o direito de impor seus estilos de vida aos russos.