NOTÍCIAS

Morre o produtor Miele aos 77 anos no Rio de Janeiro

por em 14/10/2015
“E
le canta, dança, representa, conta piada... e não sou eu!”. Assim Jô Soares apresentava o amigo Luiz Carlos D'Ugo Miele numa entrevista no SBT em 1988. E a apresentação define o que foi o produtor Miele, que morreu hoje em sua casa no Rio de Janeiro aos 77 anos, vítima de infarto. 13 SONS COM MIELE MIele faz parte da história do show business brasileiro desde o final dos anos 1950. Nascido em São Paulo, desceu para o litoral para começar sua carreira numa rádio de São Vicente com apenas 12 anos de idade. Em 1959, quando se mudou para o Rio de Janeiro, conheceu Ronaldo Bôscoli e começou de fato a produzir programas de rádio, TV e espetáculos. Miele nunca foi músico (“arranhava uma bateria”, dizia ele), mas entendia de música como poucos. Foi um dos nomes mais importantes na carreira de Elis Regina e as histórias são divertidíssimas – apesar da fama de explosiva de Elis. Uma delas: às vésperas de estrear no teatro, Elis, querendo sentir-se segura, pediu a ele que não bebesse até o final do primeiro ato, no dia seguinte. Ao chegar em casa naquela noite, Miele não conseguiu entrar, barrado pelos dobermans que criava. De tão sóbrio, os cães não o reconheceram. O POLIVALENTE LUIZ CARLOS MIELE Bon-vivant e boêmio, Miele é responsável também por alguns marcos: apesar das polêmicas sobre quem chegou primeiro, “Melô Do Tagarela”, de 1980, é considerado o primeiro rap produzido no Brasil – feito sobre a base de “Rapper’s Delight”, de Sugar Hill Gang, lançado um ano antes. Ouça: https://www.youtube.com/watch?v=z2WqDxENjtw
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Morre o produtor Miele aos 77 anos no Rio de Janeiro

por em 14/10/2015
“E
le canta, dança, representa, conta piada... e não sou eu!”. Assim Jô Soares apresentava o amigo Luiz Carlos D'Ugo Miele numa entrevista no SBT em 1988. E a apresentação define o que foi o produtor Miele, que morreu hoje em sua casa no Rio de Janeiro aos 77 anos, vítima de infarto. 13 SONS COM MIELE MIele faz parte da história do show business brasileiro desde o final dos anos 1950. Nascido em São Paulo, desceu para o litoral para começar sua carreira numa rádio de São Vicente com apenas 12 anos de idade. Em 1959, quando se mudou para o Rio de Janeiro, conheceu Ronaldo Bôscoli e começou de fato a produzir programas de rádio, TV e espetáculos. Miele nunca foi músico (“arranhava uma bateria”, dizia ele), mas entendia de música como poucos. Foi um dos nomes mais importantes na carreira de Elis Regina e as histórias são divertidíssimas – apesar da fama de explosiva de Elis. Uma delas: às vésperas de estrear no teatro, Elis, querendo sentir-se segura, pediu a ele que não bebesse até o final do primeiro ato, no dia seguinte. Ao chegar em casa naquela noite, Miele não conseguiu entrar, barrado pelos dobermans que criava. De tão sóbrio, os cães não o reconheceram. O POLIVALENTE LUIZ CARLOS MIELE Bon-vivant e boêmio, Miele é responsável também por alguns marcos: apesar das polêmicas sobre quem chegou primeiro, “Melô Do Tagarela”, de 1980, é considerado o primeiro rap produzido no Brasil – feito sobre a base de “Rapper’s Delight”, de Sugar Hill Gang, lançado um ano antes. Ouça: https://www.youtube.com/watch?v=z2WqDxENjtw