NOTÍCIAS

Morrissey sobre Ed Sheeran e Sam Smith: óbvios e previsíveis

por em 11/07/2015
Morr
issey foi mais uma vez bem sincero. Em uma recente entrevista a Boulder Weekly, Morrissey chamou os conterrâneos britânicos Ed Sheeran e Sam Smith de "óbvios e previsíveis" e creditou a fama dos dois por serem bancados por suas gravadoras. "Não há bandas ou cantores que tornam-se bem sucedidos sem uma sobrecarga de marketing", provocou Morrissey, que seguiu: "Não há histórias de sucesso surpresa. Tudo é rigorosamente controlado, óbvio e previsível e tem exatamente o mesmo conteúdo". "Estamos agora na era das estrelas pop comercializadas", continuou. "O que siginifica que os selos controlam totalmente os charts e, consequentemente, o público perde o interesse. É muito raro uma gravadora fazer algo bom para a música", disse o ex-vocalista dos Smiths. "Nós estamos alimentando á força artistas como Ed Sheeran e Sam Smith. Pelo menos isso significa que as coisas não podem ficar pior do que estão. É triste. Não há espontaneidade e tudo parece ser irrecuperável", concluiu o franco Morrissey.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Morrissey sobre Ed Sheeran e Sam Smith: óbvios e previsíveis

por em 11/07/2015
Morr
issey foi mais uma vez bem sincero. Em uma recente entrevista a Boulder Weekly, Morrissey chamou os conterrâneos britânicos Ed Sheeran e Sam Smith de "óbvios e previsíveis" e creditou a fama dos dois por serem bancados por suas gravadoras. "Não há bandas ou cantores que tornam-se bem sucedidos sem uma sobrecarga de marketing", provocou Morrissey, que seguiu: "Não há histórias de sucesso surpresa. Tudo é rigorosamente controlado, óbvio e previsível e tem exatamente o mesmo conteúdo". "Estamos agora na era das estrelas pop comercializadas", continuou. "O que siginifica que os selos controlam totalmente os charts e, consequentemente, o público perde o interesse. É muito raro uma gravadora fazer algo bom para a música", disse o ex-vocalista dos Smiths. "Nós estamos alimentando á força artistas como Ed Sheeran e Sam Smith. Pelo menos isso significa que as coisas não podem ficar pior do que estão. É triste. Não há espontaneidade e tudo parece ser irrecuperável", concluiu o franco Morrissey.