NOTÍCIAS

Música de Beyoncé incrementa mercado de lagostas

Rede de restaurantes especializada na iguaria teve crescimento de 33% em um único dia

por Redação em 19/09/2016

Que Beyoncé dita moda cada vez que lança um novo álbum ou clipe ninguém duvida. Mas, ao divulgar a música “Formation”, carro-chefe do recém-lançado Lemonade, a diva pop acabou ajudando a indústria de lagostas, informou o jornal Toronto Star.

A faixa foi lançada em fevereiro e, na sequência, Beyoncé apresentou-se no intervalo do Super Bowl, o evento mais assistido da televisão americana, ao lado do Coldplay. Naquele domingo (7/02), de acordo com a cadeia de restaurantes Red Lobster, especializada em pratos à base da iguaria, as vendas em suas unidades cresceram 33%. Segundo o estabelecimento, o incremento deve-se à letra da música, em que a cantora promete levar o marido para jantar no restaurante caso o sexo entre os dois seja bom.

Além da mãozinha de Beyoncé, o mercado de lagostas tem experimentado crescimento no último ano graças também à queda do dólar canadense (o país é o maior exportador para os Estados Unidos), a grande demanda dos chineses e uma mudança no gosto dos consumidores, que estão preferindo lagostas frescas à carnes processadas.

Como efeito cascata, a venda de caminhões e barcos em território canadense também aumentaram. De acordo com Claude Bourgeois, gerente de vendas em uma loja de veículos, o número de unidades comercializadas em agosto foi o mais alto em seis anos – graças ao boom da indústria de venda de lagostas.

Atualmente, pescadores vendem o quilo do crustáceo fresco a US$ 6.75. Entre 2008 e 2009, época em que o mundo passava por uma grande crise econômica, o quilo valia US$ 3. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Música de Beyoncé incrementa mercado de lagostas

Rede de restaurantes especializada na iguaria teve crescimento de 33% em um único dia

por Redação em 19/09/2016

Que Beyoncé dita moda cada vez que lança um novo álbum ou clipe ninguém duvida. Mas, ao divulgar a música “Formation”, carro-chefe do recém-lançado Lemonade, a diva pop acabou ajudando a indústria de lagostas, informou o jornal Toronto Star.

A faixa foi lançada em fevereiro e, na sequência, Beyoncé apresentou-se no intervalo do Super Bowl, o evento mais assistido da televisão americana, ao lado do Coldplay. Naquele domingo (7/02), de acordo com a cadeia de restaurantes Red Lobster, especializada em pratos à base da iguaria, as vendas em suas unidades cresceram 33%. Segundo o estabelecimento, o incremento deve-se à letra da música, em que a cantora promete levar o marido para jantar no restaurante caso o sexo entre os dois seja bom.

Além da mãozinha de Beyoncé, o mercado de lagostas tem experimentado crescimento no último ano graças também à queda do dólar canadense (o país é o maior exportador para os Estados Unidos), a grande demanda dos chineses e uma mudança no gosto dos consumidores, que estão preferindo lagostas frescas à carnes processadas.

Como efeito cascata, a venda de caminhões e barcos em território canadense também aumentaram. De acordo com Claude Bourgeois, gerente de vendas em uma loja de veículos, o número de unidades comercializadas em agosto foi o mais alto em seis anos – graças ao boom da indústria de venda de lagostas.

Atualmente, pescadores vendem o quilo do crustáceo fresco a US$ 6.75. Entre 2008 e 2009, época em que o mundo passava por uma grande crise econômica, o quilo valia US$ 3.