NOTÍCIAS

Música de Isabella Taviani narra um romance homossexual de conto de fadas

por em 25/03/2015

Em meio às comemorações do Dia Nacional do Orgulho Gay, recuperamos uma matéria publicada na edição impressa da Billboard Brasil, em outubro de 2012, numa coluna chamada Insight. Nela, a cantora e compositora Isabella Taviani contava o processo de criação da música “A Imperatriz E A Princesa”, parte de seu quinto álbum de estúdio, Raio X, que narra a história de um romance entre duas personagens femininas de conto de fadas. Confira a matéria na íntegra:

Princesa encontra princesa

Isabella Taviani narra um romance homossexual em ambientação de conto de fadas

Por Mariana Sewaybricker

No início do ano passado (2011), o Ministério da Educação anunciou o controverso kit anti-homofobia. A discussão sobre o tema inspirou os primeiros versos de “A Imperatriz E A Princesa”, conto de fadas cuja proposta é narrar o amor entre duas mulheres. “Existia uma discussão grande de como as crianças iriam receber o kit e se elas realmente aprenderiam e perceberiam que o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo é um ato natural, que faz parte do ser humano. Diante dessa confusão toda, a gente resolveu escrever algo de uma maneira que a criança pudesse entender”, conta Isabella Taviani, coautora da faixa escrita e cantada em parceria com Myllena.

A ideia de explicar a relação entre duas pessoas do mesmo sexo para crianças não intimidou, mas o processo de composição não foi fácil. “Como a gente queria falar sobre isso de uma maneira leve, que pudesse atingir as pessoas mais jovens, crianças e idosos sem causar um choque, sem causar aquela agonia?”, pergunta.

A solução para o problema didático veio com a ajuda dos arranjos musicais inspirados no clima nórdico dos contos de fada. “Qual é a criança que não gosta de histórias de dragão? Queria fazer uma grande festa de casamento, então, além dos instrumentos como viola caipira, gaita de fole, violão tenor e bouzouki, utilizados para compor um arranjo celta, nós também gravamos palmas e risadas, para dar a ideia de comemoração.”

Além do romance homossexual, a música também fala da relação entre pessoas de faixas etárias distintas. “Quisemos mostrar que o amor entre duas pessoas do mesmo sexo e de idades diferentes pode sim ter um final feliz.”

https://www.youtube.com/watch?v=3tJHmYFeFAs
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Música de Isabella Taviani narra um romance homossexual de conto de fadas

por em 25/03/2015

Em meio às comemorações do Dia Nacional do Orgulho Gay, recuperamos uma matéria publicada na edição impressa da Billboard Brasil, em outubro de 2012, numa coluna chamada Insight. Nela, a cantora e compositora Isabella Taviani contava o processo de criação da música “A Imperatriz E A Princesa”, parte de seu quinto álbum de estúdio, Raio X, que narra a história de um romance entre duas personagens femininas de conto de fadas. Confira a matéria na íntegra:

Princesa encontra princesa

Isabella Taviani narra um romance homossexual em ambientação de conto de fadas

Por Mariana Sewaybricker

No início do ano passado (2011), o Ministério da Educação anunciou o controverso kit anti-homofobia. A discussão sobre o tema inspirou os primeiros versos de “A Imperatriz E A Princesa”, conto de fadas cuja proposta é narrar o amor entre duas mulheres. “Existia uma discussão grande de como as crianças iriam receber o kit e se elas realmente aprenderiam e perceberiam que o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo é um ato natural, que faz parte do ser humano. Diante dessa confusão toda, a gente resolveu escrever algo de uma maneira que a criança pudesse entender”, conta Isabella Taviani, coautora da faixa escrita e cantada em parceria com Myllena.

A ideia de explicar a relação entre duas pessoas do mesmo sexo para crianças não intimidou, mas o processo de composição não foi fácil. “Como a gente queria falar sobre isso de uma maneira leve, que pudesse atingir as pessoas mais jovens, crianças e idosos sem causar um choque, sem causar aquela agonia?”, pergunta.

A solução para o problema didático veio com a ajuda dos arranjos musicais inspirados no clima nórdico dos contos de fada. “Qual é a criança que não gosta de histórias de dragão? Queria fazer uma grande festa de casamento, então, além dos instrumentos como viola caipira, gaita de fole, violão tenor e bouzouki, utilizados para compor um arranjo celta, nós também gravamos palmas e risadas, para dar a ideia de comemoração.”

Além do romance homossexual, a música também fala da relação entre pessoas de faixas etárias distintas. “Quisemos mostrar que o amor entre duas pessoas do mesmo sexo e de idades diferentes pode sim ter um final feliz.”

https://www.youtube.com/watch?v=3tJHmYFeFAs